Title: Morfologia da mão em jovens judocas de elite dos 14 aos 16 anos : inter-relação com o tamanho e forma corporal e parâmetros ecocardiográficos
Authors: Ribeiro, Pedro João Lopes 
Keywords: Morfologia da mão;Judo;Composição corporal -- adolescente
Issue Date: 2011
Citation: RIBEIRO, Pedro João Lopes - Morfologia da mão em jovens judocas de elite dos 14 aos 16 anos : inter-relação com o tamanho e forma corporal e parâmetros ecocardiográficos. Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: Objectivo: Estudar o grau de associação entre as rácios dos comprimentos dos dedos das mãos e os vários parâmetros morfológicos, maturacionais e ecocardiográficos em jovens judocas da selecção nacional de esperanças (14-16 anos). Metodologia: Foram observados 28 judocas com 14-16 anos de idade. Consideraram-se variáveis morfológicas (massa corporal, estatura, altura sentado, pregas de gordura subcutânea e informação somática necessária à determinação do somatótipo), maturação (maturity offset e percentagem de estatura matura predita) e variáveis ecocardiográficas (parâmetros de dimensão da estrutura cardíaca para determinar a massa do ventrículo esquerdo e espessura parietal relativa). A análise de dados considerou a estatística descritiva. A associação entre dados foi realizada através do coeficiente de correlação de Spearman, com nível de significância igual ao menor a 0,01 ou 0,05. Resultados: A associação entre a morfologia da mão esquerda e as medidas antropométricas sugere uma relativa importância da rácio 2D:4D como variável correlata da massa corporal (+ 0.3, n.s.) e da estatura (+ 0.38, p ≤ 0.05). Em relação à mão direita, a rácio 3D:4D associa-se à estatura (+ 0.46, p ≤ 0.05) e à massa corporal (+ 0.39, p ≤ 0.05). A percentagem de massa gorda está associada inversamente às rácios 1D:2D e 1D:3D da mão esquerda, respectivamente, - 0.45, p ≤ 0.05 e – 0.04, p ≤ 0.05). Na mão direita a rácio com maior relação com a percentagem de massa gorda é a 1D:3D (- 0.40, p ≤ 0.05). A espessura da parede posterior do ventrículo esquerdo é a variável que mais se associa à morfologia da mão esquerda (1D:4D, r = + 0.56, p ≤ 0.01; 1D:3D, r = + 0.55, p ≤ 0.01) e da mão direita (1D:2D, r = + 0.51, p ≤ 0.01; 1D:3D, r = + 0.47, p ≤ 0.05). O diâmetro da aurícula esquerda está somente associado às rácios 3D:4D e 1D:4D da mão esquerda, respectivamente, + 0.33, n.s. e + 0.33, n.s.. Na associação entre as rácios das duas mãos, as correlações com maior magnitude envolvem sempre o primeiro dedo. Conclusões: A massa muscular está associada à rácio 2D:4D da mão esquerda enquanto nos valores do somatótipo está associada a ambas as mãos. No que diz respeito aos parâmetros ecocardiográficos, existe uma grande associação com as rácios da mão esquerda, em particular nas medidas de espessura do coração, o que leva a crer que as rácios se associam mais às medidas de espessura do que dos diâmetros das cavidades. Não está determinado o valor informativo entre os dedos da mão esquerda e direita.
Aim: to study the level of association between the ratios of the lengths of the fingers and the various morphological, maturational and echocardiographic parameters in the judo national team (14 – 16 years). Methodology: the sample included 28 judokas with 14 – 16 years of age. Were considered morphological variables (body weight, height, sitting height, skinfolds and somatic information necessary to determine somatotype), maturational variables (maturity offset and percentage of predict mature height) and echocardiographic variables (parameters of cardiac structure to determine left ventricular mass and relative wall thickness). The data analysis considered the descriptive statistics. The association between data was performed using the Spearman correlation coefficient, with significance level equal to the lesser of 0.01 or 0.05. Results: The association between the morphology of the left hand and the anthropometric measurements suggested a relative important ratio 2D:4D as a variable correlate of body mass (+ 0.3, n.s.) and height (+ 0.38, p ≤ 0.05). On the right hand, the ratio 3D:4D is associated with height (+ 0.46, p ≤ 0.05) and body mass (+ 0.39, p ≤ 0.05). The percentage of fat mass is inversely related to ratios 1D:2D e 1D:3D of the left hand, respectively, - 0.45, p ≤ 0.05 and – 0.04, p ≤ 0.05. In the right hand with the highest ratio compared with the percentage of fat mass is the ratio 1D:3D (- 0.40, p ≤ 0.05). The thickness of the posterior wall of the left ventricle is the variable most strongly associated with the morphology of the left hand (1D:4D, r = + 0.56, p ≤ 0.01; 1D:3D, r = + 0.55, p ≤ 0.01) and right hand (1D:2D, r = + 0.51, p ≤ 0.01; 1D:3D, r = + 0.47, p ≤ 0.05). The diameter of the left atrium is only associated with the ratios 3D:4D and 1D:4D, respectively + 0.33, n.s e + 0.33, n.s.. In the association between the ratios of the two hands, the correlations with the greatest magnitude invariably involve the first finger. Conclusions: Muscle mass is associated with ratio 2D:4D of the left hand while the values of somatotype are associated with both hand. Regarding echocardiographic parameters, there is a strong association with the ratios of the left hand, particularly in the thickness measurements of the heart, which suggests that the ratios are more associated with thickness measurements instead of the diameters of the cavities. Is not determined the informational value between the fingers of the left and right hand.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens (Ciências do Desporto), apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Fisica da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/20025
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Mestrado_Pedro Ribeiro_ 2006012501.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.