Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1859
Title: Gravimetria aplicada à organização geométrica da cobertura meso-cenozóica (Baixo Vouga)
Authors: Figueiredo, Fernando Pedro Ortega de Oliveira 
Orientador: Matias, Manuel João Senos
Ferreira, Martim Vasconcelos Portugal
Keywords: Geofísica Aplicada; Engenharia Geológica
Issue Date: 24-Apr-2002
Abstract: Na região do Baixo Vouga tem vindo a ser desenvolvidos vários trabalhos conducentes ao estudo da geologia e tectónica, sem no entanto terem conseguido definir, na sua totalidade, o soco xistoso. Foi feita uma campanha de prospecção gravimétrica numa área de 560 km2, que abrangeu os concelhos de Estarreja, Murtosa, Aveiro, Ílhavo, Oliveira do Bairro, Albergaria-a-Velha, Vagos e Mira. O campo gravítico foi medido em 653 estações, segundo uma malha não regular, com uma densidade de 1,17 pontos por quilómetro quadrado. As cotas foram determinadas por hipsobatimetria, tendo estes valores sido usados no cálculo das correcções de altitude, de Bouguer e topográfica. De modo a reduzir os valores a um datum de referência, foram efectuadas as restantes correcções; lunisolar, latitude e estaca-tripé, tendo todas as leituras gravimétricas sido reduzidas à cota dos zero metros, e à latitude e valor absoluto da base principal, estando esta situada à latitude de 40° 38’ 20,7’’N e longitude de 8° 39’ 10,4’’W. As correcções gravimétricas foram efectuadas com o suporte informático GravMaster e através de uma folha de cálculo. O cálculo da densidade de Bouguer foi feito através do método de Parasnis e de Nettleton, tendo neste último sido utilizado o processo analítico descrito por Jung (1953, in Parasnis, 1997), tendo-se determinado um valor médio de 2,51 g·cm-3. A partir dos valores da anomalia de Bouguer foi construído o Mapa da Anomalia de Bouguer, tendo a tendência regional sido determinada através de uma equação quadrática que permitiu calcular a anomalia regional. Por subtracção do valor destas duas anomalias obteve-se o Mapa da Anomalia Residual. Foram seleccionados vinte perfis, catorze com direcção E-W e seis com direcção N-S a partir dos quais se procedeu à modelação dos dados gravimétricos e construção dos modelos geológico-estruturais, através do suporte informático GravModeler. A modelação gravimétrica foi feita com cinco unidades associadas a litologias e/ou idades distintas, tendo sido utilizada a informação dos furos das sondagens mecânicas existentes, bem como das sondagens eléctricas, tendo estas sido reinterpretadas com o suporte informático Rinvert. Do resultado da modelação dos dados gravimétricos foi construído um modelo tridimensional com os perfis interpretados, onde se pode observar que há um afundamento do soco para SSW e que o soco xistoso se encontra mais próximo da superfície a Norte. Através das falhas assinaladas, em cada um dos perfis interpretados, foi construído um mapa onde toda a informação da fracturação proposta foi compilada, e onde se pode observar a existência de três famílias de fracturas, com direcções NNW-SSE, NNE-SSW e N-S, como é proposto e sugerido por diversos investigadores.
Description: Tese de doutoramento em Engenharia Geológica (Geofísica Aplicada) apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/1859
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Terra - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 20

600
checked on Sep 17, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.