Title: Morte súbita em atletas
Authors: Fraga, Ana Beatriz Pacheco 
Keywords: Morte súbita;Atletas
Issue Date: 2010
Abstract: Os atletas são reconhecidos como um grupo especial da população devido ao seu estilo de vida saudável, uma vez que praticam exercício físico de forma vigorosa e sistemática. Contudo, as evidências têm vindo a demonstrar que este estilo de vida não lhes confere uma “imunidade cardíaca”, estando mesmo em risco de morte súbita. Os objectivos da realização da presente revisão assentam na abordagem epidemiológica da morte súbita em jovens atletas de competição, na apresentação das principais causas do fenómeno e nas estratégias utilizadas para o seu diagnóstico. Para diagnosticar as causas deste fenómeno torna-se importante perceber as alterações fisiológicas que ocorrem no coração de atleta, de modo a distingui-las das principais patologias, como a Miocardiopatia Hipertrófica, que estão na origem do fenómeno. As diferentes abordagens no que diz respeito à prevenção secundária, serão discutidas realçando a importância da utilização do ECG nos protocolos de rastreio. As estratégias de rastreio diferem de um lado do atlântico para o outro, estando Europeus e Americanos em desacordo, essencialmente devido a questões económicas e diferenças populacionais. Em Itália, a utilização do ECG de 12 derivações, no rastreio de doenças cardíacas em jovens atletas de competição, diminuiu consideravelmente a prevalência de morte súbita nesta população. A importância do diagnóstico das patologias subjacentes à morte súbita em jovens atletas prende-se com a possibilidade de prevenir o fenómeno através da desclassificação destes atletas dos desportos de competição e através da possibilidade de tratá-los medicamente, com intervenção cirúrgica ou recorrendo à utilização do cardiodesfibrilhador implantável. Actualmente tem vindo a ser discutida a utilização de desfibrilhadores 4 automáticos externos em locais de eventos desportivos, também com intenção de prevenir a morte súbita em atletas de competição. Concluindo, a presente revisão pretende alertar para a importância de definir uma estratégia de rastreio que possibilite o diagnóstico das principais patologias causadoras de morte súbita em atletas, de modo a salvar um maior número de vidas na comunidade desportiva.
URI: http://hdl.handle.net/10316/18511
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Trabalho final Ana Fraga.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.