Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/18244
Title: O cinema no "entroncamento" do "progresso" : contributo para a história do espectáculo cinematográfico em Portugal
Authors: Santos, Joaquim José Carvalhão Teixeira 
Orientador: Torgal, Luís Reis
Keywords: Cinema; História do cinema; Cinema -- Portugal -- séc. 20
Issue Date: 7-Dec-2011
Citation: SANTOS, Joaquim José Carvalhão Teixeira - O cinema no "entroncamento" do "progresso" : contributo para a história do espectáculo cinematográfico em Portugal. Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: Propõe-se uma abordagem histórica da temática do cinema e do espectáculo cinematográfico pelo estudo da história local e regional. Discutimos, assim, antes de mais, os conceitos subjacentes, essencialmente, no que concerne ao perfil de uma nova história local e ao alcance histórico da realidade do espectáculo cinematográfico no mundo contemporâneo, mediante uma perspectiva do cinema como fenómeno complexo que se revestiu de múltiplas dimensões, sempre entrecruzadas num contexto de época. A partir da análise de um caso concreto é possível explorar realidades de sentido mais amplo e ponderar a articulação de uma diversidade de instâncias, do particular ao geral. Tal como pretendemos sublinhar, através do desenvolvimento concreto da nossa investigação, a história local faculta-nos um terreno de estudo delimitado que permite, designadamente, um levantamento sistemático de dados documentais e uma visão integrada de vectores e dinâmicas, com especial significado. Estudámos, concretamente, a actividade de exibição cinematográfica numa pequena localidade de província, a Pampilhosa do Botão, procurando aproveitar da melhor forma uma importante oportunidade de trabalho. Centrados na história de uma mesma casa de espectáculos, esforçámo-nos por conciliar a percepção de um sentido evolutivo, distinguindo fases que se sucederam num amplo quadro cronológico, com a focagem mais precisa de um período particular, concretamente, o da plena expansão do cinema mudo em que se insere, localmente, o estabelecimento de uma presença regular do espectáculo cinematográfico, a partir de 1925. Neste estudo, há que compreender a especificidade de um meio e reconhecer a forma como o cinema se impôs, conquistando um público bastante amplo, forçosamente heterogéneo. Coerentemente, afirmou-se uma imagem e criaram-se novos interesses, bem expressos na definição de hábitos de frequência regular. O perfil da programação, que, no seu conjunto, conseguimos reconstituir, resultou, como se compreende, da combinação de um conjunto de factores, desde as condições que influíram na produção original dos filmes, até às opções de escolha por parte da gerência deste pequeno cinema, em interacção com o meio local, passando pelo papel das empresas distribuidoras e pela diferente posição relativa dos agentes destes sectores. Num quadro de viabilidade que interessa compreender, foi possível, na verdade, a exibição local de muitas produções cinematográficas, a vários títulos, especialmente representativas. A par de um discurso de promoção, ajudaram a impor localmente uma consciência do valor do cinema, enquanto importante meio de expressão cultural, veículo de comunicação e forma de recreação, sem concorrência directa no mundo de então, muito em particular no caso de um pequeno meio com as características deste. Assumindo a existência de públicos de cinema e a realidade da manifestação de preferências, procedemos à análise dos resultados de bilheteira como testemunho concreto de um quadro de recepção. Essa abordagem crítica pressupôs a criação de um corpo organizado de informação e a sua exploração mediante um método adequado. Na verdade, o tratamento quantitativo deve servir um esforço de interpretação, envolvendo a ponderação de uma diversidade de factores. Para uma mais correcta compreensão, procurámos também colher elementos de comparação, tendo em conta, quer a generalidade do quadro nacional, quer outras realidades particulares. Um pouco por toda a parte, o espectáculo cinematográfico depressa venceu barreiras e aproximou realidades, no âmbito do desenvolvimento de uma cultura de massas. Pudemos verificar, igualmente, como a decisiva afirmação do cinema, com o seu poder de fascínio, baixo custo e permanente renovação da oferta, se combinou com uma rápida consolidação de interesses e de linhas de preferência, por parte dos espectadores, constituindo-se, nesse campo, uma importante base para a evolução nas décadas seguintes. Relativamente a esses outros tempos, sumariamente referidos neste trabalho, sublinhámos alguns traços de um período de ouro do cinema sonoro que foi particularmente significativo para o cinema português, e procurámos, depois, evidenciar aspectos de uma problemática de evolução que iria alterar um quadro dominante do cinema e segmentar realidades. Evitando interpretações menos fundamentadas, há, na verdade, que distinguir nesta matéria os diferentes contextos históricos e a existência de realidades, da produção à recepção, com uma especificidade que deve ser reconhecida.
An historical approach of the cinema and the cinema exhibition through the local and regional history study is proposed. Thus, first of all, we discuss the underlying concepts, mainly those concerning the profile of a new local history and the historical relevance of the cinema show reality in the contemporary world, including multiple dimensions influenced by a broader historical context. From the analysis of a specific case, it is possible to explore wider realities and reflect upon the relationship of a diversity of dimensions, from the particular to the general. We have tried to highlight, through the concrete development of our research, that the local history offers a delimitated study field which allows us to carry out a systematic research of historical data and a related view of vectors and dynamics with a special meaning. We have specifically analysed the cinema exhibition activity in a small province town, Pampilhosa do Botão, trying to explore an important research opportunity. Centred upon the history of a theatre, we have tried to combine the perception of an evolutive sense, pointing out successive phases in a wide chronological frame, with a detailed analysis of a particular period. This is included in the silent cinema period, specifically, starting with the local regular presence of the cinema show, from 1925 on. In this study, it is important to understand the specific context of a small province town and to recognise how the cinema imposed itself, attracting a quite wide film audience, necessarily heterogeneous. Coherently, an image asserted itself and new interests were created, well expressed in the definition of regular cinema-going habits. The programming profile, which, in its whole, we have managed to establish, was a result of the combination of a set of factors, from the conditions influencing the original film production to the management’s choice options of this small cinema, interacting with the environment, including the role of distribution companies and the different relative position of these agents. In a context of economic viability, which is important to understand, the local exhibition of many particularly representative cinema productions took place. Together with a promotion speech, a cinema value awareness was locally divulged. Cinema was actually an important means of cultural expression, communication vehicle and way of recreation, without competitors at that time, specially in the case of a small town context with such characteristics. Assuming the reality of different cinema audiences and the existence of preferences in a cinema-going context, we analysed the box-office results as a concrete evidence of a reception frame. This critical approach was possible through the creation of an organised information corpus and its respective exploration, by means of a suitable method. Actually, the quantitative analysis must assist an interpretation effort, involving the reflection upon a diversity of influence factors. For a better understanding, we also tried to gather comparison elements, taking into account, both the general national reality and other particular cases. Somehow everywhere, the cinema show soon overtook obstacles and brought realities nearer, in a time of a new mass culture development. It was also possible to see, how the decisive cinema triumph, with its fascination power, low cost and permanent offer renewal combined with the definition of spectators’ choices, forming, in this field, an important basis for the evolution in the following decades. About those other times, briefly mentioned in this work, we underlined some characteristics of a golden period of the sound cinema, which was particularly significant in our national cinema history, and then we tried to highlight some aspects of a later evolution which would alter cinema predominance and would lead to a deeper distinction of realities. Avoiding improperly founded interpretations, one must, actually, distinguish in this area different historical contexts which, from production to reception, determined realities, well recognised in their specificity.
Description: Tese de doutoramento em História (História Contemporânea), apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/18244
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Volume I.pdfTese_I3.69 MBAdobe PDFView/Open
Volume II.pdfTese_II65.36 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

520
checked on Sep 23, 2020

Download(s) 10

2,056
checked on Sep 23, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.