Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17898
Title: Consumo de suplementos alimentares em frequentadores de ginásio na Cidade de Coimbra
Authors: GOMES, Rita Margarida Lopes 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira
Keywords: Suplementos alimentares; Actividade física
Issue Date: 2010
Citation: GOMES, Rita Margarida Lopes - Consumo de suplementos alimentares em frequentadores de ginásio na Cidade de Coimbra. Coimbra : [s.n.], 2010
Abstract: A prática de actividade física pela população tem vindo a aumentar nas últimas décadas, especialmente dentro dos ginásios. A preocupação com a aparência e a estética pode levar ao consumo de suplementos alimentares pelos frequentadores de ginásio. A literatura científica tem mostrado que os atletas consomem este tipo de produtos em elevadas quantidades. Contudo pouco se conhece sobre a sua utilização pelos frequentadores de ginásios. O estudo desenvolvido tem por objectivo principal identificar qual a prevalência do consumo de suplementos alimentares em frequentadores de ginásio e health clubs da cidade de Coimbra e caracterizar o seu perfil. A recolha dos dados foi feita através de um questionário preenchido pelos praticantes, sendo a amostra constituída por 374 frequentadores de ginásios da cidade de Coimbra, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 16 e os 61 anos. A análise estatística dos dados foi efectuada no programa informático SPSS. Os resultados revelaram que 25,1% (94) dos frequentadores consumiam suplementos alimentares/nutricionais, destes 79,8% (75) eram do sexo masculino. Os cinco suplementos mais consumidos foram por ordem decrescente os proteicos (31%), seguindo-se os complexos de vitaminas e minerais (18%), a creatina (18%), os aminoácidos (13%) e as bebidas energéticas (11%). A associação de dois ou mais produtos utilizados simultaneamente ocorreu em 58,5% dos casos. A maioria (75%) dos indivíduos referiu ter iniciado o consumo de suplementos sem a orientação de um profissional especializado, ou seja por auto-prescrição ou indicação dos amigos. Os principais locais de aquisição referidos foram as lojas de desporto (45%), a internet (20%), os ginásios (18%) e por último as farmácias (17%). O valor monetário médio gasto mensalmente na aquisição de suplementos variou entre os 3 e os 200 euros, sendo que 57% gasta menos de 50 euros mensais. A maioria (62,8%) dos frequentadores de ginásio consome suplementos com o objectivo de aumentar a massa/força muscular. Os resultados obtidos apontam para um consumo significativo de suplementos, os quais não têm uma indicação cientificamente comprovada, em detrimento de uma alimentação saudável.São necessários mais estudos científicos sobre as indicações e os efeitos dos suplementos na saúde dos atletas, uma vez que o consumo deste tipo de produtos é cada vez mais significativo neste tipo de população.
Description: Dissertação de mestrado em Medicina do Desporto, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/17898
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_mestrado.pdf826.58 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,537
checked on Sep 21, 2020

Download(s) 10

1,506
checked on Sep 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.