Title: Inaptidão física e sedentarismo nos tempos livres : estudo comparativo de jovens de habitats predominantemente urbano e predominantemente rural
Authors: Nunes, Vanessa Alexandrina Prata Domingos 
Keywords: Lazer--sedentarismo;Tempos livres--sedentarismo;Actividade física--adolescente--meio urbano;Actividade física--adolescente--meio rural
Issue Date: 2009
Abstract: Objectivo geral: O objectivo deste trabalho passa por conhecer os hábitos de actividade física e o seu grau de associação relativamente ao habitat urbano e rural. Metodologia: A amostra é constituída por 214 adolescentes do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos, sendo 152 provenientes do meio rural e 62 provenientes do meio urbano. A análise da aptidão física teve como referência a bateria de testes AAHPERD (1988), utilizando o teste PACER, da bateria Prudential FITNESSGRAM (1994). A avaliação da actividade física foi efectuada através do diário de actividade física (adaptado de Bouchard, 1983) e acelerómetro (CSA). A classificação das áreas urbanas e rurais teve como base o INE (1996). Resultados: Os resultados sugerem que as raparigas provenientes do meio urbano são mais altas e mais magras, apesar de, as diferenças não se mostrarem significativas. Na aptidão física, as raparigas urbanas apresentam melhores desempenhos nas provas de força média e flexibilidade dos membros inferiores, enquanto as raparigas do meio rural apresentam melhores performances na prova do PACER e da milha. Na acelerometria, as jovens do meio rural parecem ser mais activas, dedicando maior percentagem de tempo em actividade física de intensidade ligeira e moderada e vigorosa, sobretudo no escalão de 13-14 anos. As jovens urbanas, que despendem maior percentagem de esforço em actividades sedentárias durante a semana, tornam-se significativamente mais activas durante os dias de fim-de-semana, no escalão etário de 15-16 anos. Conclusões: O meio envolvente parece exercer uma influência sobre os hábitos de actividade física, favorecendo as raparigas do meio rural, relativamente às do meio urbano. Os dias de fim-de-semana parecem aumentar os índices de actividade física das jovens urbanas. Palavras-chave: Actividade física, meio urbano, meio rural, contraste urbano-rural.
Description: Dissertação de mestrado em Lazer e Desenvolvimento Local, apresentada à Fac. de Ciências do Desporto e Educação Física da Univ. de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/17517
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Inaptidão física e sedentarismo_VanessaNunes.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.