Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1718
Title: Long-term changes within macrobenthic assemblages of a temperate estuary under eutrophication
Authors: Cardoso, Patrícia Gonçalves Marques 
Orientador: Pardal, Miguel
Rafaelli, David
Keywords: Ecologia; Biologia
Issue Date: 11-Jul-2005
Abstract: Esta dissertação teve como principais objectivos a) a avaliação das alterações a longo prazo das comunidades macrobentónicas, num estuário temperado (estuário do Mondego) sujeito a um processo de eutrofização; b) o conhecimento aprofundado de alguns processos que operam nos sistemas estuarinos (e.g. relações entre produtores primários, comunidade macrobentónica e factores abióticos) e c) a avaliação do sucesso do plano de mitigação implementado no sistema, através da análise das respostas das comunidades biológicas (banco de Z. noltii e macrofauna) às medidas de mitigação. Recentemente, novas metodologias têm sido desenvolvidas para avaliar e detectar impactos ambientais, no entanto, um reduzido número tem sido utilizado em estudos de recuperação de comunidades (community restoration). Assim, neste trabalho, também foi possível comparar a eficiência de três metodologias distintas (índices biológicos, método de ordenação MDS, análise PRC) na avaliação e compreensão de estudos de recuperação de comunidades. Ao longo de um período de estudo de 10 anos foram observadas alterações relevantes na comunidade de produtores primários (substituição da macrófita com raiz Zostera noltii por macroalgas oportunistas) assim como na estrutura das comunidades macrobentónicas, nomeadamente um decréscimo na diversidade específica ao longo do gradiente de eutrofização e ao longo do tempo. Paralelamente, foram detectadas modificações na estrutura trófica, incluindo o aumento de detritívoros e o declínio de herbívoros. Face às perdas de qualidade ambiental do sistema, em 1998, foram implementadas medidas de mitigação no sentido de recuperar o banco Z. noltii original e toda a qualidade ambiental envolvente. Após a aplicação das medidas de gestão, os nutrientes dissolvidos e os "blooms" macroalgais sofreram uma redução considerável e a macrófita começou a recuperar. Paralelamente, seguindo a recuperação da planta, foi detectado um grande aumento na biomassa total da comunidade macrobentónica e também na diversidade específica. Também as principais espécies chave apresentaram sinais de recuperação após a introdução do plano de gestão
Description: Tese de doutoramento em Biologia (Ecologia) apresentada à Fac. Ciências e Tecnologia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/1718
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Long-term changes within macrobenthic assemblages.pdf2.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

430
checked on Sep 15, 2020

Download(s)

106
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.