Title: Determinação da composição corporal em jogadores de futebol de 13 anos de idade: validação da equação de Slaugther e colaboradores
Authors: Oliveira, António José Ribeiro 
Keywords: Composição corporal--jovens futebolistas;Futebol;Índice de massa corporal;Bioimpedância--antropometria
Issue Date: 2010
Abstract: O presente estudo teve como objectivo desenvolver equações antropométricas de estimação da percentagem de massa gorda (%MG) em jovens futebolistas, do sexo masculino, com 13 anos de idade. Para alcançar o objectivo foi necessário construir uma equação antropométrica adoptando as pregas usadas no estudo de Slaughter e col. (1988), cruzar os valores obtidos pela equação de Slaughter e col. (1988) com os valores da equação construída e com os valores fornecidos pela bioimpedância como medida critério. Pretendeu-se ainda estudar a associação entre a medida de composição corporal e o desempenho funcional. A amostra foi constituída por 16 atletas de futebol, do sexo masculino (idade, 13,4 ± 0,4 anos; massa corporal, 48,4 ± 8,0 Kg ; estatura, 1,59 ± 9,0 m ; %MG, 21,0 ± 4,2) pertencentes a dois clubes que competem no Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Coimbra. Foram medidas 7 pregas adiposas (tricipital, bicipital, crural, geminal medial, subescapular, suprailíaca e abdominal), com um adipómetro “Lange” Skinfold Caliper. A %MG foi estimada por bioimpedância e o desempenho funcional avaliado através de dois testes (PACER e Sit-ups). Os resultados mostram que ao recorrer-se à percentagem de massa gorda determinada por bioimpedância, como variável dependente e às pregas de adiposidade como variável independente, é possível determinar uma equação com base no somatório das pregas tricipital e subescapular (ΣTricSub foi: %MG = 0,298 . (ΣTricSub) – 0,002 . (ΣTricSub)² + 14,114) e outra com base no somatório das pregas tricipital e geminal medial (ΣTricGlm foi: %MG = 0,281 . (ΣTricGlm) + 14,112) . Graças ao presente estudo foi possível tirar as seguintes conclusões: a prática desportiva influencia a composição corporal; as pregas tricipital e geminal medial estão entre as que mais se associam à percentagem de massa gorda total medida por bioimpedância; as equações elaboradas por Slaughter e col. (1988) apresentam uma correlação moderada com o resultado calculado por bioimpedância; a construção de novas equações baseadas nos mesmos pressupostos (pregas) das equações de Slaughter e col. (1988) não aumentam a correlação com a medida critério (bioimpedância) e a Resumo III quantidade de Massa Gorda está inversamente relacionada com o desempenho funcional. Palavras-chave: Composição corporal, percentagem de massa gorda, pregas adiposas, bioimpedância, desempenho funcional.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens (Ciências do Desporto), apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/15463
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - António Oliveira.pdf424.71 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.