Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/14416
Title: The impact of climate instability in the fish assemblage of the Mondego Estuary (Portugal)
Authors: Baptista, Joana Luísa Simões Bento 
Orientador: Pardal, Miguel Ângelo
Cabral, Henrique
Issue Date: 2008
Citation: BAPTISTA, Joana Luísa Simões Bento - The impact of climate instability in the fish assemblage of the Mondego Estuary (Portugal) [em linha]. Coimbra : [s.n], 2008. [Consult. Dia Mês Ano]. Dissertação de mestrado. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/14416>
Serial title, monograph or event: The impact of climate instability in the fish assemblage of the Mondego Estuary (Portugal)
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O estudo da comunidade de peixes no estuário do Mondego (Portugal) ocorreu desde Junho de 2003 até Março de 2008. As amostragens foram efectuadas mensalmente em cinco estações de amostragem e durante a noite. Segundo as condições climáticas, foram definidos dois períodos: anos regulares (desde Junho 2003 até Maio de 2004 e Junho de 2006 até Maio de 2007) e anos secos (Junho de 2004 até Maio de 2005, Junho de 2005 até Maio de 2006 e Junho de 2007 até Março de 2008). A comunidade de peixes foi analisada segundo seis guilds ecológicos, dados de presença/ausência e de abundância. A riqueza específica variou entre 36 espécies pertencentes a 20 famílias, nos anos regulares, e 38 espécies pertencentes a 20 famílias, nos anos secos. A densidade da comunidade foi mais elevada nos regulares do que nos anos secos. Os dois períodos foram considerados diferentes. Os anos regulares estavam associados a uma precipitação e escoamento mais elevado e valores de salinidade mais baixos nos locais mais a montante do estuário, enquanto que os anos secos foram caracterizados por elevados valores de salinidade por todo o estuário. Os anos secos estavam mais associados a espécies marinhas, consequentemente neste período novas espécies marinhas foram encontradas no estuário, e as espécies de água doce desapareceram completamente. Nos anos secos a densidade dos indivíduos que usam o estuário como zona de viveiro diminuiu. A estrutura e composição da comunidade de peixes foram influenciadas por um gradiente salínico. As espécies marinhas apareceram, principalmente, nas zonas mais a jusante, enquanto que as espécies que usam o estuário como zona de viveiro apareceram, principalmente, nas zonas mais a montante. No que respeita as espécies que usam o estuário como zona de viveiro e as espécies residentes estuarinas, os principais componentes da comunidade de peixes do estuário do Mondego, foi registado um decréscimo geral na abundância, que evidência a influência negativa da redução do escoamento.
The study of the fish assemblage in the Mondego estuary (Portugal) was carried out from June 2003 to March 2008. Sampling was carried out monthly at five stations and during the night. According to the weather conditions, it was defined two distinct periods: regular years (from June 2003 to May 2004 and from June 2006 to May 2007) and dry years (June 2004 to May 2005, June 2005 to May 2006 and June 2007 to March 2008). The fish community was analysed according to six ecological guilds, presence/absence and abundance data. The species richness varied between 36 species from 23 families, in the regular years, and 38 species from 20 families, in the dry years. In general, the estuarine salinity gradient influenced the structure and composition of the fish community, with marine species appearing mostly at the downstream areas, while the nursery species appeared mostly at the upstream areas. Fish densities were higher in the regular years than the dry years. The two periods were considered different. The regular period was associated with higher precipitation and freshwater runoff and lower salinity values at the upstream areas of the estuary, whereas the dry period was characterized by higher salinity values thorough the estuary. The dry years were associated with more marine species, due to the higher salinity incursion, and therefore in this period new marine species were found in the estuary, and the freshwater adventitious species completely disappeared. In the dry years nursery species decreased in density. Regarding the nursery and resident species, the main components of the Mondego estuary fish community, it was recorded a general decrease in abundance, which can point out the negative influence of the reduction in freshwater flow.
Description: Dissertação de mestrado em Ecologia apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/14416
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
The impact of climate instability in the fish assemblage of the Mondego Estuary.pdf668.71 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

105
checked on Sep 15, 2020

Download(s) 50

405
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.