Title: Plenas manifestações do risco de incêndio florestal em serras do Centro de Portugal. Efeitos erosivos subsequentes e reabilitações pontuais
Authors: Lourenço, Luciano
Keywords: Análise de risco;Incêndios florestais;Erosão;Reabilitação;Risk analysis;Forest fires;Erosion;Rehabilitation
Issue Date: 2009
Publisher: RISCOS - Associação Portuguesa de Riscos, Prevenção e Segurança
Citation: Territorium. 16 (2009) 5-12
Abstract: As serras do centro de Portugal têm sido frequentemente fustigadas por violentos incêndios florestais, razão porque tomámos como referência a do Açor, por esta apresentar uma das mais elevadas taxa de reincidência de incêndios florestais em Portugal. De entre os vários incêndios que a têm assolado, na vertente Norte destacam-se, pela sua gravidade e pela dimensão da área afectada, os registados entre 13 e 20 de Setembro de 1987 e entre 19 e 24 de Julho de 2005, ambos com área ardida superior a 10000 hectares. Por coincidência, uma parte da área queimada foi comum a ambos e, além disso, também nos dois casos, se verificaram episódios pluviosos de grande intensidade no ano imediatamente subsequente ao do incêndio florestal. Assim, posteriormente às plenas manifestação do risco de incêndio, também vieram a ocorrer plenas manifestações do risco de erosão hídrica, umas e outras com graves consequências em termos de destruição de bens e, até, com perda de uma vida humana. Este trabalho embora identifique algumas das áreas que foram afectadas, mais do que dar conta da destruição provocada pelos incêndios, ou das plenas manifestações dos riscos hidrogeomorfológicos que eles desencadearam, pretende valorizar a importância das reabilitações que foram ou deveriam ter sido levadas a efeito nas áreas afectadas
The mountains of central Portugal have been frequently stricken by violent forest fires, which is why we have to refer to the Açor, because it presents one of the highest rates of recurrence of forest fires in Portugal. Among the many fires that have destroyed forest and houses, in the northern part of Portugal, stands out, by the seriousness and the size of the affected area are, the fires recorded between 13 and 20 September 1987 and 6 between 19 and 24 July 2005, both with area burnt over 10000 hectares. Coincidentally, a part of the burned area common to both and, moreover, also in both cases, there were rainy intensive episodes in the years immediately following the forest fires. Thus, after the full manifestation of fire hazard, full events occur leading with erosion hazard, and some other serious consequences in terms of destruction of property and even loss of human life. This work, while identifying some of the areas that were affected, more than cope with the destruction caused by fires, or the full manifestation of the hydrogeomorphologic hazards they caused, is to optimize the importance of rehabilitation that have been or should have been carried out in areas affected
URI: http://hdl.handle.net/10316/13287
ISSN: 0872-8941
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Geografia - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Plenas manifestações do risco de incêndio florestal.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.