Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13064
Title: Alterações cromáticas no edema macular diabético em pacientes com diabetes mellitus tipo 2: comparação com a espessura retiniana
Authors: Santos, Ana Rita Branco Marques dos 
Orientador: Castelo Branco, Miguel
Cunha-Vaz, José Guilherme da
Keywords: Retinopatia diabética; Edema macular; Defeitos da visão das cores; Dissertações académicas
Issue Date: 2009
Abstract: A Retinopatia Diabética (RD) é uma patologia que afecta a microcirculação da retina e que pode levar à perda da visão. É a principal causa de cegueira legal na população activa dos países desenvolvidos (Klein, 1989; Williams, 2004; Diabetic Retinopathy Clinical Research Network, 2007). Uma das alterações retinianas com maior impacto na qualidade de visão de um indivíduo diabético é o Edema Macular (EM) (Klein, 1989; Williams, 2004; DRCR Network, 2007). A sua detecção precoce é determinante para garantir o tratamento mais adequado com o objectivo de manter ou evitar a perda de função visual. Essa detecção deve ser feita através de métodos de avaliação objectivos e fiáveis pelo que é importante estabelecer os tipos de funções visuais afectadas e o grau de gravidade. Alguns estudos demonstraram a existência de alterações da sensibilidade ao contraste cromático (Fong, 1999; Maár, 2001), ou seja, alterações da capacidade discriminativa das cores nos diabéticos. Os autores descreveram que essas alterações acontecem principalmente ao longo da linha de confusão cromática Tritan que diz respeito à via dos cones azuis (aferente da via cromática coniocelular azul-amarelo) e é responsável pela percepção de cores na gama dos azuis. Os mesmos autores sugerem que estas alterações cromáticas funcionais podem ocorrer antes de haver alterações estruturais significativas pelo que se torna importante tentar estabelecer uma relação entre a estrutura e a função na RD. Se essa relação se confirmar, poderão ser usados métodos quantitativos de avaliação da sensibilidade cromática que permitam prever o aparecimento de alterações estruturais e assim estabelecer uma janela de intervenção na prevenção ou no tratamento mais precoce do EM. Este trabalho tem portanto como objectivo analisar a existência ou não de alterações na sensibilidade cromática de pacientes diabéticos subdivididos em dois grupos. Um grupo de pacientes com EM não clinicamente significativo (EMNCS) e um segundo grupo com EM clinicamente significativo (EMCS), segundo critérios ETDRS (ETDRS Group Report nº1, 1985). Ambos os grupos apresentam uma AV igual ou superior a 70 letras na tabela ETDRS pois um dos objectivos do estudo é tentar avaliar se existe diminuição da sensibilidade cromática que preceda um agravamento da AV. Foram incluídos 57 olhos de 36 pacientes com Diabetes tipo 2, divididos num grupo com EMNCS (n=26), e outro com EMCS (n=31). Em todos os indivíduos incluídos foi determinada a melhor Acuidade Visual (AV) corrigida (BCVA) segundo ETDRS, avaliada a espessura retiniana por Tomografia de Coerência Óptica (OCT) e a visão cromática por Cambridge Colour Test (CCT). Foi constituído um grupo de controlo (n=18), com olhos de indivíduos saudáveis, não diabéticos e sem patologias oculares, que realizou todos os procedimentos realizados pelos pacientes diabéticos. Dos resultados obtidos destacam-se as alterações de visão cromática registadas nos grupos com EMNCS e EMCS em relação ao grupo de controlo. Foi observada uma diminuição acentuada da discriminação cromática principalmente para os eixos Tritan e Deutan, (correspondentes aos eixos preferenciais de contrastes cromáticos relativos a que respondem os cones azuis e verdes). Esta diminuição da sensibilidade cromática fez-se sentir mesmo em pacientes com EMNCS, mostrando uma correlação moderada com a espessura retiniana e com a AV, o que vai de encontro ao pressuposto que a visão cromática avaliada pelo CCT constitui um indicador independente do estado funcional neste tipo de pacientes.
Description: Tese de mestrado em Medicina (Ciência da Visão), apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/13064
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Definitiva.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

568
checked on Nov 25, 2021

Download(s) 5

2,507
checked on Nov 25, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.