Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/11211
Title: Do sujeito capaz ao sujeito de direito : um percurso pela filosofia de Paul Ricoeur
Authors: Saldanha, Fernando Acílio Maia
Orientador: Silva, Maria Luísa Portocarrero Ferreira da
Keywords: Ricoeur, Paul, 1913-2005 -- obra
Issue Date: 6-Jul-2009
Citation: Saldanha, Fernando Acílio Maia - Do sujeito capaz ao sujeito de direito : um percurso pela filosofia de Paul Ricoeur. Coimbra, 2009
Abstract: Este trabalho de reflexão sobre a filosofia de P. Ricoeur parte do problema do mal e da crença do filósofo de que na base deste fenómeno, que desde sempre atormenta as nossas sociedades, estão a liberdade e a falibilidade humanas. Depois de analisar a experiência do mal, enquanto experiência de contaste, de revolta, de indignação e de desejo de justiça, este trabalho prossegue em busca do reconhecimento, através da dialéctica da identidade e da alteridade. São as diferentes dimensões do sujeito capaz, o núcleo chave de toda esta reflexão, nomeadamente a dimensão ética deste ente particular, que é antes de mais desejo de “uma vida boa com os outros em instituições justas”, logo um ser capaz de se assumir como imputável e responsável pelos seus actos. Como, porém, a grande novidade de Ricoeur reside na necessidade de uma efectividade das capacidades humanas para que finalmente de virtuais, elas se tornem poderes reais, esta investigação analisa o trânsito do sujeito capaz para o sujeito de direito, enquadrado por instituições e inserido numa sociedade regulada por normas, que lhe reconhecem e conferem direitos e obrigações. Finalmente, porque, assumindo-se agora como cidadão de pleno direito e dessa forma se exprimindo nos planos moral, jurídico e político, nem por isso o homem, vocacionado para o bem, se tornou menos capaz do mal, pelo que a violência acontece, o trabalho termina com a abordagem do tema da responsabilidade e da justiça. Defende-se a tese difícil segundo a qual, sendo responsável pelo mal que comete e responsável por si, deverá, o sujeito de direito, assumir com dignidade a sua culpa e apresentar-se a responder perante a justiça, em ordem a poder empenhar-se com seriedade no processo da sua plena reabilitação.
Description: Tese de doutoramento em Filosofia Moderna e Contemporânea, apresentada à Fac. de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/11211
Appears in Collections:FLUC Secção de Filosofia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernando Saldanha_tese.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.