Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/10886
Title: As Identidades Sociais como Políticas e como Estratégias: O Caso dos Açores
Authors: Mendes, José Manuel 
Issue Date: Oct-1994
Publisher: Centro de Estudos Sociais
Citation: Revista Crítica de Ciências Sociais. 40 (1994) 153-172.
Abstract: Partindo da distinção entre identidades primárias e identidades secundárias ou imaginadas, procura delinear-se algumas hipóteses sobre o processo de (re)produção das identidades sociais, tendo como contexto o caso dos Açores. A análise foca dois planos distintos: a construção institucional e oficial (por parte do Governo Regional) do conceito de "açorianidade" (identidade imaginada); o processo de construção da identidade pelos agricultores, que, a partir da integração europeia, conduziu a clivagens acentuadas entre gerações. Conclui-se que, no plano teórico, conceitos como cultura e identidade nacional e/ou regional não demonstram grande riqueza heurística. A análise das "idioculturas", no sentido de Gary Alan Fine, parece apresentar maiores virtualidades, ou seja, as formas culturais devem ser conceptualizadas como tendo origem no contexto dos pequenos grupos e/ou nas redes sociais existentes.
URI: http://hdl.handle.net/10316/10886
ISSN: 0254-1106
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Artigos em Revistas Nacionais
I&D CES - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
As Identidades Sociais como Políticas e como Estratégias.pdf6.26 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

349
checked on Aug 17, 2022

Download(s)

210
checked on Aug 17, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.