Title: O Bem Estar Subjectivo E As Autopercepções No Domínio Físico Em Idosos Com Mais De 75 Anos: Estudo Exploratório Entre Idosos Activos e Sedentários
Authors: Bernardes, Bárbara Juliana Braz 
Orientador: Ferreira, José Pedro Leitão
Campos, Maria João
Keywords: Psicologia do desporto;Bem-estar;Actividade física;Percepção de si;Idosos
Issue Date: 17-Jun-2009
Abstract: O presente estudo diz respeito ao bem estar subjectivo e às autopercepções no domínio físico numa população com mais de 75 anos, nomeadamente idosos activos e sedentários. Assim, considerando a importância das variáveis em estudo e a escassez de trabalhos realizados no âmbito da terceira idade, o objectivo principal prendeu-se com a realização de uma investigação que avaliasse coerentemente a forma como os idosos (activos e sedentários) se autopercepcionam e que de modo a prática desportiva influencia ou transforma os níveis de autopercepções no domínio físico e o bem estar subjectivo dos mesmos. Assim, o nosso estudo é de carácter exploratório e natureza descritiva, uma vez que o instrumento de avaliação, PSPPp versão clínica reduzida, está em fase de desenvolvimento e nunca foi administrado à população portuguesa. Baseou-se numa amostra de 68 indivíduos (N=68), dos quais 26 são do género masculino e 42 do feminino. As suas idades variaram entre os 75 e os 93 anos de idade, sendo a média de idades 79,09 e desvio padrão ± 0,49. No que concerne à prática desportiva 17 são activos e 51 sedentários. Os instrumentos de medida utilizados foram uma bateria de testes relativos ao bem estar subjectivo, constituído pelas sub-escalas: Satisfação com a Vida de Diener et al. (1985) (para avaliar a componente cognitiva do bem estar subjectivo), a Self-Anchoring Rating Scale elaborada por Cantril (1965) (para o nível de satisfação com a vida no momento) e a Perceived Stress Scale por Cohen et al. (1983) (para percepção do controlo com a vida no momento) e para uma avaliação das autopercepções no domínio físico utilizou-se uma versão do Physical Self Perception Profile (PSPP) de Fox e Corbin (1990)- versão clínica/ reduzida de Fox, adaptada para a realidade portuguesa por Ferreira (2007). Os resultados permitiram-nos concluir que as mulheres apresentam níveis médios mais elevados no BES e os homens nas autopercepções do domínio físico. Encontrámos diferenças estatisticamente significativas relativamente à escala perceived stress scale no género e na escolaridade, relativamente à variável prática desportiva actual na escala de satisfação com a vida e no factor saúde física relativamente à prática desportiva antes dos 50 anos e à frequência desportiva actual.
Description: Disponível em suporte de papel na Biblioteca da FCDEF/UC
URI: http://hdl.handle.net/10316/10242
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Índíce geral.pdf33.39 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.