Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/100364
Title: O sistema de informação Jardim Botânico da Universidade de Coimbra: perspetiva sistémica e visão holística da informação
Authors: Silva, Ana Margarida Dias da
Orientador: Santos, Maria José Azevedo
Marques, Maria Beatriz Pinto de Sá Moscoso
Carmo Gouveia, António
Keywords: Informação; Ciência da Informação; Teoria Geral dos Sistemas; Sistema; Sistema de Informação; Sistema de Informação Complexo; Comunicação; Conhecimento; Botânica; Universidade de Coimbra
Issue Date: 21-Apr-2022
Project: FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito da bolsa de doutoramento com a referência SFRH/BD/132115/2017 
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Com o objetivo de retraçar, analisar e compreender os processos informacionais que possibilitam um entendimento integrado do contexto de produção de conhecimento botânico na Universidade de Coimbra (UC), a presente tese parte de um quadro teórico e conceptual (conceitos operatórios do domínio científico, paradigmas e teorias) relativo às noções de informação e sistema no âmbito da Ciência da Informação (CI). Com base na Teoria Geral dos Sistemas (TGS) e na Teoria da Complexidade (TC), procura-se interpretar a realidade da produção do conhecimento botânico na UC como um todo informacional, holístico e complexo. Os processos de produção de conhecimento botânico em Portugal conheceram forte impulso com a reforma pombalina da UC em 1772 que inauguram formalmente os estudos sistematizados das ciências naturais com a criação da faculdade de Filosofia e os seus estabelecimentos anexos: Gabinete de História Natural, Gabinete de Física Experimental, Laboratório Químico e Jardim Botânico (JBUC). Ao longo dos seus quase 250 anos de história, as mudanças ideológico-políticas, os progressos tecnológicos e as sucessivas reformas do ensino público em Portugal levaram à transformação da faculdade de Filosofia em faculdade de Ciências (1911) com o Instituto Botânico (IBUC) e posteriormente à Faculdade de Ciências e Tecnologia (1972) com o Departamento de Botânica (DBUC). Com base na metodologia qualitativa, assente na revisão da literatura e no estudo de caso, parte-se da realidade complexa representada pela informação botânica gerada na UC, o que implicou a análise diacrónica e o estudo orgânico e funcional dos seus componentes: Departamento de Ciências da Vida (DCV) e seus antecessores (1772-2008), a par do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC) (1772-2015) e da Sociedade Broteriana (SB) (1881-2010). A visão sistémica e holística de conjuntos (por área de saber) e totalidades (na inter-relação das partes com o todo) aplicada ao processo e fenómeno informacional implica o estudo da relação entre as partes (estruturas ordenadas) e o todo, e entre as partes entre si (suas funções), e entre si e o meio ambiente. Ao considerar a informação botânica da UC como um Sistema de Informação Complexo (SIC) onde cada uma das suas partes, em permanente interligação e interatuação, contribui decisivamente para a prossecução da missão do todo. A análise diacrónica permite observar as mudanças jurídicas como momentos de sucessão de subsistemas, que se individualizam dentro de um sistema e com o qual mantêm fortes relações de dependência, nomeadamente, e no caso em estudo: o Herbário COI, o JBUC, a Biblioteca de botânica, o Museu de botânica, os Laboratórios, a Secretaria, a Contabilidade e os Recursos Humanos. Estabelecem-se quatro etapas de abordagem de um SIC como modelo de interpretação e análise que possa ser replicado em situações de complexidade informacional e advoga-se por uma maior comunicação entre os serviços produtores e recetores de informação. Conclui-se que a especialização e complexificação das estruturas, infraestruturas e processos são propriedades emergentes do SIC analisado. É com a clara delimitação dos limites dinâmicos (espaciais e temporais) do SIC que se consegue determinar as relações das partes com o todo e das partes entre si. Reconhece-se que a visão sistémica e holística da informação social e humana, e a aceitação da sua complexidade, contribuem para uma compreensão integrada (quando não integral) dos processos de produção de conhecimento.
With the purpose to retrace, analyze and understand the informational processes that enable an integrated understanding of the context of botanical knowledge production at the University of Coimbra (UC), this thesis starts from a theoretical and conceptual framework (operating concepts of the scientific domain, paradigms and theories) concerning the notions of information and system in the field of Information Science (IS). Based on the General Systems Theory (GST) and on the Complexity Theory (CT), it seeks to interpret the reality of the production of botanical knowledge in UC as an informational, holistic and complex whole. The processes of production of botanical knowledge in Portugal received a strong impulse with the Pombaline reform of the UC in 1772, which formally inaugurated the systematic studies of natural sciences with the creation of the Faculty of Philosophy and its annexes: Natural History Museum, Experimental Physics Cabinet, Chemical Laboratory and Botanical Garden (JBUC). Over its nearly 250 years of history, ideological-political changes, technological progress and successive reforms in public education in Portugal led to the transformation of the Faculty of Philosophy into a Faculty of Science (1911) with the Botanical Institute (IBUC) and later to the Faculty of Science and Technology (1972) with the Department of Botany (DBUC). Based on the qualitative methodology, based on the literature review and case study, it starts from the complex reality represented by the botanical information generated at the UC, which involved the diachronic analysis and the organic and functional study of its components: Department of Life Sciences (DCV) and its predecessors (1772-2008), alongside the Botanical Garden of the University of Coimbra (JBUC) (1772-2015) and the Broterian Society (SB) (1881-2010). The systemic and holistic view of sets (by area of knowledge) and totalities (in the interrelationship of the parts with the whole) applied to the informational process and phenomenon implies the study of the relationship between the parts (ordered structures) and the whole, and between the parts between themselves (their functions), and between themselves and the environment. By considering the UC's botanical information as a Complex Information System (SIC) where each of its parts, in permanent interconnection and interaction, contributes decisively to the pursuit of the mission of the whole. Diachronic analysis allows us to observe legal changes as moments of succession of subsystems, which are individualized within a system and with which they maintain strong relationships of dependence, namely, in the case under study: the Herbarium COI, the JBUC, the Library of botany, the Museum of botany, the Laboratories, the Secretariat, Accounting and Human Resources. Four stages are established for the approach of a SIC as a model of interpretation and analysis that can be replicated in situations of informational complexity and advocates for greater communication between information producing and receiving services. It is concluded that the specialization and complexity of structures, infrastructures and processes are emergent properties of the analyzed SIC. It is with the clear delimitation of the dynamic limits (spatial and temporal) of the SIC that it is possible to determine the relationships of the parts with the whole and of the parts with each other. It is recognized that the systemic and holistic view of social and human information, and the acceptance of its complexity, contribute to an integrated (if not integral) understanding of the knowledge production processes.
Description: Tese de Doutoramento em Ciência da Informação apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/100364
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Informação - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE CI_Ana Margarida Dias da Silva.pdf5.8 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.