Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/100362
Title: Comunidades Ameaçadas? Reações, Limites e Possibilidades frente ao Capitalismo Global - O caso de uma comunidade no Pantanal brasileiro
Authors: Azeredo, Eloisa Rosana de
Orientador: Estanque, Elísio
Keywords: Pantanal; comunidades de fronteira; Landnahme; mercado; Grande Transformação; Pantanal; frontier communities; Landnahme; market; Great Transformation
Issue Date: 14-Mar-2022
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A tese consiste em um estudo de caso ampliado da comunidade pantaneira de São Pedro de Joselândia (SPJ), localizada no Estado de Mato Grosso – Brasil. Dadas suas características distintas quanto às formas de produção da vida e suas relações de simbiose com o Pantanal, esta comunidade é considerada pelas diretrizes nacionais como uma comunidade tradicional, entretanto, sob o ponto de vista sociológico, e levando em consideração as características intrínsecas do seu processo de fixação no Pantanal, entende-se que o grupo em questão deve ser considerado uma comunidade de fronteira. A problemática central da investigação destina-se a captar e interpretar quais as forças externas e quais as dinâmicas internas, de exploração e dependência, que ajudariam a explicar as particularidades da realidade de SPJ e analisar até que ponto as modalidades tradicionais de organização do trabalho e de vida conseguiriam resistir às atuais tendências impostas pela economia global, buscando identificar suas reações, limites e possibilidades dentro da esfera local e regional. Constatou-se que nenhum outro processo de evolução ou mudança na comunidade, desde o início de sua formação no século XIX, acarretou tanto impacto como os três ciclos de viragem identificados: o ciclo do cercamento (1980); da chegada do SESC , (1997); a chegada da energia elétrica (2005). Estes três ciclos produziram as condições necessárias para que se tornasse mais intenso no local os processos de mercadorização da terra, do dinheiro e da natureza, produzindo paradoxos. Diante das atuais tendências impostas pela economia global e pelos Estados nacionais, foram também levantadas três questões que põem em risco a comunidade e sua cultura, que são: a presença e ausência do Estado; as relações entre comunidade e natureza; e a questão do jovem e suas perspectivas futuras. As perguntas de partida deste trabalho atravessaram a discussão destas três questões, consideradas as grandes problemáticas hoje para a comunidade e que podem torná-la uma Comunidade Ameaçada. Fazendo uso da etnografia, a pesquisa aborda correntes epistêmicas diferenciadas. Todavia a tese se situa no campo sociológico por não perder de vista as conexões entre comunidade, Estado e mercado, e, acima de tudo, por não esquecer que, na perspectiva adotada, essas conexões são fruto de uma Grande Transformação que não se deu por encerrada, mas que continua a exercer o seu processo de Landnahme nas diversas comunidades. Além de refletir sobre o potencial do Brasil para o desenvolvimento de outros projetos específicos de organização social, mais democráticos e mais ecologicamente sustentáveis, onde fosse reconhecida e valorizada a diversa rede de saberes e experiências de seus coletivos, os elementos levantados nos auxiliam a repensar a relação do homem com a natureza e os efeitos do mercado para as comunidades de fronteira e para sociedade.
The thesis consists of an expanded case study a Pantanal community in São Pedro de Joselândia (SPJ), located in the State of Mato Grosso-Brazil. Due to its distinct characteristics regarding the forms of production of life and its symbiotic relationships with Pantanal, this community is considered by the national guidelines as a traditional community, however, from a sociological point of view, and taking into account the intrinsic characteristics of its settlement process in the Pantanal area, it is understood that the group in question should be considered a frontier community. The central issue of the investigation is aimed at capturing and interpreting which external forces and which internal dynamics, of exploitation and dependence, would help to explain the particularities of the SPJ reality and analyze the extent to which the traditional modalities of work organization and of life would be able to resist the current trends imposed by the global economy, seeking to identify their reactions, limits and possibilities within the local and regional sphere. It was observed that no other process of evolution or change in the community, since the beginning of its formation in the 19th century, had as much impact as the three identified turning cycles: the enclosure cycle (1980); the arrival of SESC , (1997); and the arrival of electrical energy (2005). These three cycles produced the necessary conditions for the processes of transforming land, money and nature into commodities in the área in a more intense way, producing paradoxes. Given the current trends imposed by the global economy and national States, three issues that put the community and its culture at risk were also raised, which are: the presence and absence of the State; the relationships between community and nature; and the question of young people and their future perspectives. The starting questions of this work went through the discussion of these three questions, considered the major problems for the community today and that can make it a Threatened Community. Using ethnography, the research applies different epistemic approaches. However, the thesis is situated in the sociological field because it does not lose sight of the connections between community, State and market, and, above all, because it does not forget that, in the adopted perspective, these connections are the result of a Great Transformation not yet finalized, but continues to exercise its Landnahme process in the various communities. Besides reflecting on Brazil's potential for the development of other specific projects of social organization, in a more democratic, ecologically and sustainable way, where the diverse network of knowledge and experiences of its collectives was recognized and valued, the elements raised help us to rethink the relationship between man and nature and the effects of the market on frontier communities and society.
Description: Tese de Doutoramento em Relações de Trabalho, Desigualdades Sociais e Sindicalismo apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/100362
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
01. Eloisa_Tese_ setembro_2021_ versão final UC.pdf4.65 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.