Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/100097
Title: O conhecimento histórico na reabilitação urbana (integrada): um estudo comparativo entre os casos de Guimarães, Coimbra e Évora
Other Titles: Historical knowledge in (integrated) urban rehabilitation: a comparative study between the cases of Guimarães, Coimbra and Évora
Authors: Jesus, Mariana Oliveira de
Orientador: Trindade, Maria Luísa Pires do Rio Carmo
Keywords: Reabilitação urbana integrada; Património urbano; Conhecimento histórico; Interdisciplinaridade; Centro histórico/de identidade; Integrated urban rehabilitation; Urban heritage; Historical knowledge; Interdisciplinarity; Historical/identity centre
Issue Date: 30-Mar-2022
Serial title, monograph or event: O conhecimento histórico na reabilitação urbana (integrada): um estudo comparativo entre os casos de Guimarães, Coimbra e Évora
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Tal como aponta o título, a presente dissertação reflete sobre a importância do conhecimento histórico nos processos de reabilitação urbana como modo de reconhecimento e interpretação da densidade material e das múltiplas temporalidades urbanas e, por consequência, enquanto forma de valorização e preservação do Património Urbano.Perspetivando a cidade como produto do tempo e como resultado da sedimentação de valores culturais e sociais, é evidente a importância da disciplina da História para entender um espaço segmentado e cumulativo onde coexistem (i) materialidades de tempos vários, mas, em última análise, sempre pertencentes à cidade contemporânea, aquela em que nos movimentamos e com a qual, legitimamente, interagimos em permanência.Cabendo à reabilitação urbana responder simultaneamente às necessidades funcionais da cidade atual e garantir a preservação e valorização das suas heranças patrimoniais, é fundamental entender a realidade urbana e o espaço na sua globalidade para apoiar projetos e ações futuras sobre a mesma. Para que tal aconteça é indispensável o conhecimento histórico e a adoção de uma atitude e consciência histórica, garantindo intervenções que respeitem o espaço físico na sua dinâmica e identidade.Esta ideia sistematicamente repetida por autores de diversas áreas, e recorrentemente utilizada por gestores e decisores políticos parece, todavia, não fazer ainda parte integrante de práticas e processos comuns. Estará a teoria a ser vertida na prática quotidiana? E quais mecanismos que a garantem? O desafio da presente dissertação é entender se esta perspetiva e diversidade disciplinar se verifica de forma consequente, concretamente a partir da integração de especialistas nas equipas de planeamento e gestão de intervenções urbanísticas. Para este fim, e a título e amostragem, será analisado um conjunto de operações desenvolvidas nos centros históricos/centros de identidade das cidades de Guimarães, Coimbra e Évora.
As the title points out, this dissertation reflects on the importance of historical knowledge in the process of urban rehabilitation as a way of recognizing and interpreting material density and urban multiple temporalities, as consequence a way of valuing and preserving urban heritage.Looking at the city as a product of time and as result of the sedimentation of cultural and social values, it is evident the importance of the discipline of history to understand a segmented and cumulative space where (i)materialities of different times coexist, but ultimately always belonging to the contemporary city, the one in which we move and with which we legitimately interact permanently.Being Urban Rehabilitation responsibility to respond simultaneously to the functional needs of the current city and ensure the preservation and valorisation of its heritage, it is essential to understand the urban reality and space to support projects and future actions on it. For this, historical knowledge and the adoption of a historical attitude and awareness are indispensable, ensuring interventions that respect both the physical space and its dynamics and identity.This idea, systematically repeated by authors from various fields and often used by managers and policy makers, seems, however, not to be part of common practices and processes.Is the theory being crossed in everyday practice? And what mechanisms guarantee it?The challenge of this dissertation is to understand whether in fact this perspective and disciplinary diversity is present, consistently and from the integration of specialists in the planning and management teams of urban interventions. To this end, and by way of sampling, a set of operations carried out in the historical centres/identity centres of the cities of Guimarães, Coimbra and Évora will be analysed.
Description: Dissertação de Mestrado em Reabilitação Urbana Integrada apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/100097
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Mariana Jesus .pdf4.41 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

39
checked on Aug 5, 2022

Download(s)

22
checked on Aug 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons