Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13494
Title: Tradutores e propagandistas: da tradução como ferramenta de propaganda do Estado Novo no estrangeiro e da indústria que se desenvolveu em torno desta no Secretariado da Propaganda Nacional-Secretariado Nacional de Informação
Authors: Cotrim, João Pedro Caeiro da Silva Bernardo
Orientador: Hörster, Maria António
Santos, Isabel Pedro dos
Keywords: Estado Novo
Propaganda política -- Portugal -- 1926-1974
Tradução -- Portugal -- 1926-1974
Traduções -- Propaganda do Estado Novo
Issue Date: 2009
Citation: Cotrim, João Pedro Caeiro da Silva Bernardo - Tradutores e propagandistas: da tradução como ferramenta de propaganda do Estado Novo no estrangeiro e da indústria que se desenvolveu em torno desta no Secretariado da Propaganda Nacional-Secretariado Nacional de Informação. Coimbra, 2009
Abstract: Desde 1933, o Secretariado da Propaganda Nacional (a partir de 1944, Secretariado Nacional de Informação) procurou levar a cabo uma complexa acção de propaganda de Portugal e do Estado Novo no estrangeiro, por meio de publicações sobre os mais diversos assuntos nacionais, desde a propaganda comercial e turística à cultural e, em especial, à política. Para tal, necessitou do apoio de um rol de tradutores para língua estrangeira, funcionários do Secretariado ou contratados fora do mesmo. Partindo da análise documental dos arquivos do SPN/SNI, este estudo procura traçar um mapa da cadeia global de tradução dentro deste organismo, identificar os tradutores (cuja identidade esteve sempre ausente das diversas publicações), revelar linhas de acção e possíveis constrangimentos, abrindo assim mais uma janela sobre a história da tradução em Portugal, neste caso sobre o trabalho de tradução e o ofício do tradutor num organismo de propaganda do Estado Novo.
Since 1933, the Secretariado da Propaganda Nacional (Secretariado Nacional de Informação, from 1944 on) had carried out a detailed plan concerning propaganda about Potugal and the Estado Novo abroad, publishing literature on topics as diverse as tourism and commerce to cultural and political propaganda. To achieve it, the Secretariado required the support of a series of translators into foreign languages, either co-opted from its ranks or hired elsewhere. From the analysis of SPN/SNI’s archive documentation, this study attempts to draw a map of the global translation chain inside the organization, identify the translators (whose identity was never to be found in the various publications), shed some light on the procedures and possible constraints, thus exploring an episode in the history of translation in Portugal, specifically the translation industry and the translator’s work within an official propaganda organization of the Estado Novo.
Description: Dissertação de mestrado em Tradução, apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/13494
Appears in Collections:FLUC Secção de Tradução - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_mestrado_João Pedro Cotrim.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.