Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/97984
Title: Copepod secondary production response to climate variability in the Mondego estuary
Other Titles: Resposta da produção secundária de copépodes à variabilidade climática no estuário do Mondego
Authors: Cruz, Carlos Daniel de Carvalho e
Orientador: Primo, Ana Lígia Sequeira
Pardal, Miguel Ângelo do Carmo
Keywords: Tendências a longo prazo; Eventos extremos; Produtividade; Zooplâncton; Alterações climáticas; Long-term trends; Extreme events; Productivity; Zooplankton; Climate change
Issue Date: 22-Oct-2021
Serial title, monograph or event: Copepod secondary production response to climate variability in the Mondego estuary
Place of publication or event: Centre for Functional Ecology
Abstract: Estre trabalho teve como objetivo avaliar o impacto da variabilidade climática na produção secundária de copépodes no estuário do Mondego (Portugal, Península Ibérica), no período entre 2003 e 2012. Para isso amostragens mensais foram efetuadas ao longo do gradiente estuarino em cinco/seis estações de amostragem. A variabilidade temporal e espacial da biomassa e produção secundária zooplanctónica foi analisada, com um maior foco na comunidade de copépodes. Distribuições sazonais, inter-anuais e espaciais foram investigadas, simultaneamente a influência dos processos físicos em várias escalas foi também analisada.Os principais resultados mostram que durante a distribuição das espécies ao longo do estuário está relacionada com o input de água doce através do rio e/ou intrusão de água marinha, e que os copépodes de espécies marinhas e estuarinas não apresentaram sazonalidade durante o período estudado. No geral, a variação inter-anual da biomassa e produção de copépodes apresentam uma forte ligação com a existência de eventos extremos, que hoje em dia são cada vez mais comuns. Foi possível identificar uma tendência significativa de aumento a longo prazo da biomassa e produção para as espécies de copépodes marinhos e estuarinos. A biomassa e produção dos mesmos mostraram uma correlação positiva com predadores planctónicos, enquanto no caso dos copépodes de água doce, a biomassa e produção mostraram correlações negativas com a salinidade, o fluxo de água do rio e a temperatura. Uma maior prevalência de copépodes marinhos, em resposta ao aumento da salinidade no estuário do Mondego, pode levar a mudanças na estrutura da comunidade afetando níveis tróficos superiores, incluindo espécies de peixe comercialmente importantes.
This work aimed to evaluate the response of copepod secondary production to climate variability in the Mondego estuary (Portugal, Iberian Peninsula), over the period of 2003 to 2012. To achieve this goal, monthly samples were collected along the estuarine gradient. Zooplankton biomass and secondary production spatiotemporal variability were analysed with an emphasis on the copepod community. Seasonal, interannual and spatial distributions were evaluated and the influence of physical processes operating at different temporal scales analysed.Main results showed that species distribution along the estuary was related to river freshwater input and/or with the marine intrusion of seawater, also marine and estuarine copepods’ biomass and production exhibited an absence of seasonality during the studied period. In general, copepod biomass and production interannual variability displayed a strong relation with extreme events, which nowadays are increasingly common. It was possible to identify a significant increasing long-term trend in biomass and production for marine and estuarine copepods. Furthermore, these copepods’ biomass and production displayed positive correlations with planktonic predators, while for freshwater copepods they showed negative correlations with salinity, river flow and temperature. Higher prevalence of marine copepods, in response to greater salinity in the Mondego estuary, may lead to shifts in the community structure inducing changes at upper trophic levels, including commercially important nursery species.
Description: Dissertação de Mestrado em Ecologia apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/97984
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
COPEPOD SECONDARY PRODUCTION RESPONSE TO CLIMATE VARIABILITY IN THE MONDEGO ESTUARY.pdf1.68 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

10
checked on Aug 19, 2022

Download(s)

4
checked on Aug 19, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons