Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96691
Title: Sono, Bem-Estar, Stress e Recuperação em Atletas de Futebol Universitários Femininos, durante a participação num Campeonato Europeu Universitário
Other Titles: Sleep, Well-Being, Stress, and Recovery in Female University Football Athletes, during participation in the European University Championship
Authors: Dias, Ana Inês Costa Mendes
Orientador: Sarmento, Hugo Miguel Borges
Rama, Luís Manuel Pinto Lopes
Keywords: Restrição do Sono; Recuperação; Qualidade de Sono; Fadiga; Futebol; Insomnia Training; Sleep Quality; Recovery; Fatigue; Football
Issue Date: 27-Mar-2020
Serial title, monograph or event: Sono, Bem-Estar, Stress e Recuperação em Atletas de Futebol Universitários Femininos, durante a participação num Campeonato Europeu Universitário
Place of publication or event: Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
Abstract: O sono é uma função essencial do corpo que, frequentemente, não recebe a devida atenção. Uma parte crucial do equilíbrio de recuperação do stress é o gerir o sono do atleta. Embora a literatura que examina a interação entre sono e recuperação em atletas esteja a aumentar, não há revisões críticas desses fatores no contexto das cargas de treino e competição especialmente em atletas femininas de elite. Neste contexto e com o objetivo de recolher e sintetizar a literatura recente, surge o Estudo I, uma revisão sistemática com base nas linhas orientadoras PRISMA. Para identificação dos artigos recorreu-se às bases de dados Web of ScienceTM e PubMed. Após aferição tendo por base os critérios de inclusão e exclusão previamente definidos, procedeu-se à análise integral de 17 artigos. As principais conclusões foram: (1) O sono tem uma função fisiológica absolutamente vital e é, indiscutivelmente, o fator mais importante na recuperação. A inclusão dessa função vital no programa de treino de um atleta deve ser enfatizada; (2) Os efeitos da perda de sono nas respostas fisiológicas ao exercício podem potencialmente prejudicar a recuperação muscular e levar a uma redução na defesa imunológica, embora isso ainda permaneça especulativo, os atletas podem treinar para melhorar o sono, o que, em todas as medidas, deve-se traduzir em melhor desempenho. Com vista na avaliação do impacto do sono no desempenho atlético e cognitivo, surge o Estudo II, de natureza experimental, analisando os padrões do sono, bem-estar, stress e recuperação em atletas de futebol universitários femininos durante uma competição internacional de elevado nível competitivo. A amostra do estudo foi constituída por 14 atletas (21 ± 2,44 anos). Realizou-se um processo de monitorização da quantidade e qualidade de sono, níveis de recuperação e stress, com base na variável fisiológica (frequência cardíaca) e de questionários validados para este âmbito de estudo. Os registos apurados comprovam as diferenças favoráveis ao momento pós-competitivo; na competição não se verificou variâncias significativas no estado de humor, apenas uma ligeira subida da tensão pré-competitiva. Ao nível do stress constatou-se que diminuiu ao longo da competição, tendo como consequência direta uma melhor recuperação, aliás existe uma concordância de resultados entre as medidas subjetivas da qualidade de sono (questionários) e as medidas objetivas da qualidade do sono (Firstbeat BodyGuard2®). Na fase pós-competitiva os resultados são ditados pela performance das competições, uma vez que esta equipa apenas usufruiu de vitórias poderá ter sido a condição necessária para manter a estabilidade, recuperação e a qualidade de sono.
Sleep is an essential function of the body, which often does not receive due attention. Although the literature examining the interaction between sleep and recovery in athletes is increasing. The purpose of the first study was to systematically review recently on the effects of sleep without athletic performance, sleep patterns and cardiac autonomic activity providing a theoretical basis for an experimental study. The Web of ScienceTM and PubMed databases were searched for relevant published studies. A total of 17 articles were fully reviewed. The main conclusions were: (1) sleep has a vital physiological function and is the most important factor in recovery. The inclusion of this vital function in an athlete's training program should be emphasized; (2) the effects of sleep loss on physiological responses to exercise can potentially impair muscle recovery and lead to a reduction in immune defense, although this remains necessary, athletes can train to improve sleep, or that in all measures, it should translate into better performance. The second study aims to evaluate the impact of sleep on athletic and cognitive performance, of an experimental nature, analyzing sleep patterns, well-being, stress and recovery in female college football players during an international competition of high competitive level. 14 athletes (21 ± 2.44 years) were included in the study. A process was carried out to monitor the quantity and quality of sleep, recovery and stress levels, based on the physiological variable (heart rate) and questionnaires validated for this scope of study. The results verified to prove the differences favorable to the post-competitive moment; in the competition, there were no significant variances in the mood, just a slight rise in pre-competitive tension. In terms of stress, it was found that it decreased for the competition, with the direct consequence of better recovery there is an agreement of results between the subjective measures of sleep quality (questionnaires) and the objective measures of sleep quality (Firstbeat BodyGuard®). In the post-competitive phase, the results are dictated by the performance of the competitions, since this team only enjoyed victories that may have been the necessary condition to maintain stability, recovery, and quality of sleep.
Description: Dissertação de Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/96691
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ana Dias_Dissertação_MTDCJ_1920.pdf789.35 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

8
checked on Dec 24, 2021

Download(s)

3
checked on Dec 24, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons