Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96401
Title: Correr à noite na cidade: O fenómeno dos “night runners” em Coimbra
Authors: Saraiva, Pedro Daniel Gonçalves
Orientador: Peixoto, Paulo
Keywords: “night nunners”; "night nunners"; Direito à Cidade; Mobilidade Urbana; Noite Urbana; Práticas Urbanas; Right to the City; Urban Mobility; Urban Nightlife; Urban Practices
Issue Date: 25-Jun-2021
Project: SFRH/BD/137480/2018 - Bolsa de Doutoramento da Fundação para a Ciência e Tecnologia 
Abstract: Até que ponto os designados corredores noturnos se constituem como suporte de sociabilidades emergentes que têm consequências nos modos de usar e de representar a cidade? Concebendo os corredores noturnos como novos e desviantes tipos individuais da cena urbana, à luz da teoria de Robert Park, esta Tese de Doutoramento vê o universo da malha urbana noturna como uma "região moral". Postula-se que essa "região moral" permite o encontro de indivíduos de diversas origens sociais, movidos pela busca de um divertimento enquadrado por impulsos que desafiam as restrições da vida urbana e que se aproximam de um “lazer desviante”. Os corredores noturnos desafiam, através das apropriações do tempo e do espaço urbano, bem como das expressões simbólicas que desenvolvem, o caráter permissivo das cidades. Este universo urbano divergente é simultaneamente produtor de códigos morais disruptivos e de intimidades. O simbolismo da noite, aliado a um certo carácter transgressivo, permite-nos reivindicar autonomia em relação aos constrangimentos da vida profissional diurna. Além desta transgressão, estes são novos atores sociais que estão a emergir na cena urbana, reivindicando o espaço urbano público como também sendo seu, ou seja, o seu “direito à cidade”, à luz da teoria de Henri Lefebvre. Põem em causa, dessa forma, o uso do espaço urbano, habitualmente associado aos peões, automóveis, motociclos e bicicletas, por exemplo. Até que ponto, durante o período noturno, poderemos assistir à emergência de novas tensões e conflitos pelo uso de um espaço urbano que é limitado, e que nunca tem um ator social a apropriar-se dele em permanência? Que novos usos e representações do espaço urbano estão a emergir através do surgimento de grupos de pessoas que decidem correr à noite? Tendo presente estas perguntas, esta Tese de Doutoramento, socorrendo-se de metodologias emergentes na área da sociologia, utiliza um caso de estudo para trazer respostas a essas questões. Esse caso de estudo é o grupo "Night Runners Coimbra" - grupo de corrida localizado na cidade de Coimbra, em Portugal - estudando como a prática da corrida noturna tem vindo a evidenciar negociações, mas também tensões com outros utilizadores do espaço urbano, ao mesmo tempo que faz sobressair novos usos e representações sobre o espaço público urbano utilizado para esta prática.
To what extent are the so-called night runners supporting emerging sociabilities that have consequences on the ways of using and representing the city? Conceiving night runners as new and deviant individual types of the urban scene, in the light of Robert Park's theory, this PhD Thesis sees the universe of the night urban fabric as a "moral region". It is postulated that this "moral region" allows individuals from different social backgrounds to meet, driven by the search for fun framed by impulses that challenge the constraints of urban life taking the form of "deviant leisure". The night runners challenge, through the appropriation of urban time and space as well as through the symbolic expressions they develop, the permissive character of cities. This divergent urban universe is simultaneously producer of disruptive moral codes and intimacies. The symbolism of the night, combined with a certain transgressive character, allows us to claim autonomy from the constraints of day-to-day working life. Beyond this transgression, these are new social actors who are emerging on the urban scene, claiming the urban public space as their own, i.e. their "right to the city" in the light of Henri Lefebvre's theory. They thus question the use of urban space, usually associated with pedestrians, cars, motorbikes and bicycles, for example. To what extent, during the night period, can we witness the emergence of new tensions and conflicts over the use of an urban space that is limited, and that never has a social actor taking it over permanently? What new uses and representations of urban space are emerging through the emergence of groups of people who decide to run at night? Keeping these questions in mind, this PhD Thesis, using emerging methodologies in the field of sociology, selects a case study to bring answers to these questions. This case study is the "Night Runners Coimbra" group - a running group located in the city of Coimbra, Portugal - studying how the practice of night running has been showing negotiations, but also tensions with other users of urban space, at the same time bringing out new uses and representations about the urban public space used for this practice.
Description: Tese no âmbito do Programa de Doutoramento em Sociologia, orientada pelo Professor Doutor Paulo Jorge Marques Peixoto, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/96401
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese de Doutoramento_FINAL_Pedro Saraiva.pdf67.35 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

18
checked on Nov 26, 2021

Download(s)

8
checked on Nov 26, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons