Title: Indecisão vocacional e indecisão generalizada
Other Titles: Career Indecision and Indecisiveness
Authors: Santos, Paulo Jorge de Sousa Oliveira 
Keywords: Orientação profissional;Indecisão da carreira
Issue Date: 16-Mar-2006
Citation: Santos, Paulo Jorge - Indecisão vocacional e indecisão generalizada. Coimbra, 2005.
Abstract: A indecisão vocacional constitui um tópico clássico de investigação na área da psicologia vocacional. Tendo sido inicialmente perspectivada como um fenómeno psicológico unidimensional, ela é actualmente considerada um constructo complexo pelo facto de existirem vários factores que explicam por que razão alguns indivíduos evidenciam dificuldades em efectuar escolhas vocacionais. Esta tese teve um duplo objectivo. Em primeiro lugar, abordar a indecisão generalizada ou crónica, definida como uma dificuldade relativamente estável em tomar decisões, incluindo decisões de natureza vocacional. Este tipo de indecisão constitui um tema pouco investigado no âmbito da psicologia vocacional. Mais especificamente, analisou-se, num primeiro estudo, o poder preditivo de um conjunto de variáveis psicológicas (ansiedade-traço, auto-estima, locus de controlo e identidade vocacional) e sociodemográficas (idade e género) na predição da indecisão generalizada com uma amostra de alunos dos ensinos secundário (n = 729) e universitário (n= 521). Recorrendo a uma regressão hierárquica múltipla constatou-se que as variáveis psicológicas predisseram aproximadamente metade da variância da variável critério, tendo a ansiedade-traço emergido como o preditor mais importante. Em segundo lugar, o presente trabalho de investigação pretendeu testar empiricamente um esquema de diagnóstico vocacional que combina a indecisão vocacional e a indecisão generalizada. (elevada indecisão generalizada/elevada indecisão vocacional, elevada indecisão generalizada/baixa indecisão vocacional, baixa indecisão generalizada/elevada indecisão vocacional e baixa indecisão generalizada/baixa indecisão vocacional). Recorrendo à análise discriminante e à subamostra de estudantes do ensino secundário utilizada no estudo anterior, analisou-se como é que o mesmo conjunto de variáveis de natureza psicológica anteriormente mencionado diferenciou os quatro tipos de indivíduos que este esquema taxinómico contempla. A combinação das quatro variáveis independentes permitiu classificar correctamente 57% dos indivíduos e identificar duas funções discriminantes estaticamente significativas. Por fim, são abordadas algumas implicações para a consulta vocacional tendo em conta os resultados obtidos e sugeridas novas áreas de investigação ao nível das dificuldades de escolha vocacional.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia (Orientação Vocacional) apresentada à Fac. de Psicologia e Ciências da Educação de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/964
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.