Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/95403
Title: AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS EM CONTEXTO ESCOLAR
Other Titles: Da Avaliação Institucional às Perspetivas dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário
Authors: Patrício, Paula Cristina Gonçalves
Orientador: Bidarra, Maria da Graça Amaro
Barreira, Carlos Folgado
Keywords: Avaliação externa de escolas; External assessment of schools; monitorização e avaliação do ensino e das aprendizagens; avaliação sumativa; avaliação formativa; conceções e práticas dos professores; monitoring and assessment of teaching and learning; summative assessment; formative assessment; frameworks and teachers’ practices
Issue Date: 29-Mar-2021
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A igualdade de oportunidades e o sucesso educativo dos jovens têm sido alvo de interesse e preocupação por parte dos estados democráticos mais desenvolvidos. Para o conseguir, têm sido tomadas decisões e promovidas ações visando a implementação e promoção de condições pedagógicas adequadas a tais metas, em que a avaliação assume um papel de destaque no campo pedagógico. Com efeito, trata-se de um processo externo ao ensino e à aprendizagem, que permite medir os resultados escolares dos alunos em função de objetivos previamente definidos, mas é ainda, e principalmente, um processo integrado no ensino e na aprendizagem, assumindo uma função de regulação. Tal regulação visa fundamentalmente a adequação do processo ensino-aprendizagem às características individuais de cada aluno e à promoção do sucesso educativo. Por essas razões, a avaliação formativa tem vindo a assumir um papel de destaque na avaliação das aprendizagens e, por isso, nunca foi tão discutida e tão valorizada como nos nossos dias, sendo alvo de sucessivas mudanças legislativas e tendo vindo, também, a merecer particular destaque no âmbito da Avaliação Externa de Escolas (AEE). Com efeito, a monitorização e avaliação do ensino e das aprendizagens constitui um campo de análise do domínio Prestação do Serviço Educativo do quadro de referência da AEE no segundo ciclo de avaliação. Com o objetivo mais geral de conhecer melhor o que se passa nas escolas públicas relativamente à avaliação das aprendizagens formulámos duas questões principais: Em que termos é descrita a avaliação das aprendizagens e em que medida constitui um ponto forte ou uma área de melhoria no quadro da AEE e quais as conceções e práticas dos professores relativamente à avaliação das aprendizagens. Para o efeito, levámos a cabo dois estudos, o primeiro de natureza documental, tendo por base os relatórios de avaliação externa das escolas da área territorial de inspeção de Lisboa e Vale do Tejo e o segundo recorrendo à metodologia de inquérito por questionário a professores de um agrupamento de escolas da mesma área, recorrendo assim a uma abordagem mista, qualitativa e quantitativa, com o principal intuito de efetuarmos uma triangulação da informação. No que concerne aos principais resultados obtidos, constatámos um aspeto comum na maioria das escolas, que consiste na utilização das diferentes modalidades de avaliação, como um requisito necessário para o efetivo progresso das aprendizagens, existindo mesmo referências que mencionam que as práticas avaliativas privilegiam, entre outros aspetos, a regulação dos processos de ensino e de aprendizagem com base na autoavaliação e na progressão ao longo do ciclo. Os documentos estruturantes dos agrupamentos de escolas identificam e caracterizam os contextos educativos e obedecem a um esquema/modelo normativamente predefinido a partir do qual se vão redigindo e assumindo um carácter identitário e particular de cada organização educativa, no entanto, não incluem a articulação entre a avaliação formativa e a avaliação sumativa. Em relação à aferição dos critérios e dos instrumentos avaliativos, podemos inferir que na generalidade, os professores elaboram, em grupo/disciplina/ano de escolaridade, os vários processos de recolha de informação com o intuito de aferir e conferir confiança no processo avaliativo. No âmbito da monitorização interna do desenvolvimento do currículo, podemos constatar que a monitorização da gestão dos programas de cada disciplina é rigorosamente acompanhada por mecanismos de registo, quer nas reuniões de coordenação de ano/disciplina quer no conselho pedagógico, onde são, caso se verifique necessário, desencadeados procedimentos adequados para garantir o seu cumprimento, com resultados positivos na maioria das disciplinas. As medidas de apoio educativo são avaliadas periodicamente e monitorizados os resultados dos alunos com tutorias, com apoios e com planos de recuperação ou acompanhamento, podendo refletir-se na reformulação dos projetos curriculares de turma. No que concerne à prevenção da desistência e do abandono podemos constatar uma crescente preocupação das escolas em desenvolverem e implementarem ações que permitam reduzir a desistência e o abandono escolares, uma vez que as escolas estão atentas às situações de risco. De acordo, com os resultados do inquérito, são os professores detentores de formação no âmbito da avaliação das aprendizagens, os Mestres e os Doutores que mais implementam práticas de avaliação formativa, verificando-se associações positivas entre essas práticas e a aferição dos critérios e dos instrumentos de avaliação, bem como a monitorização interna do desenvolvimento do currículo, enquanto que o tempo de serviço docente não influencia as conceções e práticas avaliativas. Também são os docentes dos departamentos de Línguas e de Matemática e Ciências Experimentais que atribuem maior importância à aferição dos critérios e dos instrumentos de avaliação. No âmbito das dificuldades na implementação de práticas de avaliação formativa, os professores identificam o comportamento dos alunos, a heterogeneidade e o número de discentes por turma, pois embora admitam que o fornecimento frequente de feedback de qualidade se revela fundamental, os constrangimentos supraaduzidos podem dificultar a distribuição eficaz e relevante do mesmo. São os professores do ensino secundário que indicaram maior influência dos Exames Nacionais na definição dos critérios de avaliação, nas práticas de avaliação formativa e na reformulação das planificações, pois os mesmos consideram que os resultados dos exames influenciam significativamente as suas práticas pedagógicas.
Equal opportunities and the educational success of youngsters have been the target of main interest and concern of developed democratic states. To be able to accomplish it, decisions have been taken and actions have been promoted to encourage the implementation and the improvement of pedagogical conditions adequate to such goals. In the field, assessment has an important role in the pedagogical area. In fact, it is an external process in relation to teaching and learning, which allows scaffolding academic students’ results depending on predefined objectives, but it, is still, a method integrated in the process of learning, having the function of barometer. Such barometer aims fundamentally for the teaching-learning adequacy to the individual characteristics of each student and to the promotion of educational success. For these reasons, formative assessment has been shouldering a great emphasis on the assessment of the learning process and because of that it has never been so debated and valued as it is today, being the target of many legislative alterations and also the main focus of External Assessment of Schools. That being said, the monitoring and the assessment of teaching and learning is a field of analysis in the domain of the Educational Provision of Services of the reference framework of External Assessment of Schools, in the second cycle of evaluation. With the overall aim of knowing what is happening in public schools towards the assessment of learning we ask two main questions: In which terms the assessment of the learning process is described and how far it is a strength or an area that needs improvement in the frame designed by EAS and which are the plans and teaching practices in relation to the assessment of the learning process. For this purpose, we conducted two studies, the first of documentary information, focusing on the reports of the EAS in the territorial area of inspection of Lisboa and Vale do Tejo and the second resorting to the methodology of questionnaire survey of teachers of a school group in the same area, using this way a mixed approach, qualitative and quantitative, with the goal of undergoing a triangulation of information. As far as the main obtained results are concerned, we came to the conclusion that there was a common bond in most schools, that consists of using different methods of assessment, as an essential requirement for the effective progress in the learning process, with the existence of orientations that indicate that the evaluative practices privilege, among other aspects, the regulation of the teaching and learning processes having as a basis self-evaluation and progression in each year of study. The structural documents of grouping schools/ non-grouping schools identify and characterize the educational contexts and obey to a scheme/model strictly predefined from which educational organizations gain life, obtaining an identity character which belongs to each educational organization. However, they don’t include the articulation between formative and summative assessment. Concerning criteria assessment and evaluation instruments, we can infer that, in general, the teachers plan, in group/subject/school year, the different ways through which they will gather information with the purpose of controlling and giving more reliance to the assessment procedure. As far as the internal monitoring of the curriculum development is concerned, we can state that the control of the management of each subject is rigorously paced with a recording mechanism, either in coordination meetings per year of study/subject or by the pedagogical board, where, if necessary, the right procedures are taken to guarantee its implementation, with positive results on most subjects. The measures of educational support are periodically assessed and students’ results with tutorials monitored, with help and with recovery plans or guidance, which may have implications on the rethinking of the class curriculum project. As regards the prevention of dropping out school as well as giving up school we can draw the conclusion that there is a growing concern of schools in promoting and implementing actions that allow the reduction of these cases, since schools are aware of risk situations. The team of assessment considered as areas to improve the use of formative assessment systematically; the elaboration of frameworks and common correction criteria per school year and subject and the efficacy of the educational support given to students. According to the results of the survey, teachers are the ones, who have training in the area of learning assessment, the Master Degrees, the PhDs who mostly implement practices of formative assessment, existing this way positive connections between these practices and the criteria assessment and the tools of evaluation, as well as the internal monitoring of the progress whereas the time the teacher has been teaching doesn’t impact on the framework and evaluative practices. As far as the difficulties in the implementation of formative practices of assessment are concerned, teachers identify students’ behaviour , heterogeneity and the number of learners per class, as although they admit that to give frequent quality feedback is fundamental, the constraints presented before may make it difficult its effective and relevant transmission. Secondary teachers are the ones who showed greater influence on National Exams as far as assessment criteria, practices of formative evaluation and redefining framework are concerned ,as they consider that the results of the exams significantly influence their pedagogical and teaching practices.
Description: Tese de Doutoramento em Ciências da Educação, Especialização em Organização do Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/95403
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese corrigida de acordo com as DJ.pdf3.94 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

17
checked on Jul 23, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.