Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/953
Title: Culturas epistémicas na área do currículo
Authors: Lopes, Ana Maria Mouraz 
Orientador: Morgado, Luísa Maria de Almeida
Keywords: Filosofia da educação; Currículo -- estudos -- Portugal
Issue Date: 19-Jul-2004
Abstract: É possível dizer que, em Portugal, a investigação na área do currículo tem sido partilhada e referenciada por áreas bem díspares das chamadas Ciências da Educação, que vêem no currículo um exemplo, uma aplicação, às vezes um instrumento normativo, capaz de ser lido à luz das suas teorias, mas não um fenómeno que possa ser estudado como objecto científico independente. Correlativamente, é difícil delinear uma fronteira que, traçada em torno dos que se reclamam investigadores da área do currículo, os constitua como o sujeito colectivo deste campo epistemológico. É que, se existe aí um mecanismo identitário que resulta da auto-categorização como pertencendo ao currículo, não se encontram representações coincidentes dos investigadores sobre o campo e suas fronteiras, nem redes comunicativas privilegiadas entre esses elementos. É, por isso, nossa intenção estudar a comunidade científica que em Portugal elegeu os estudos curriculares para investigar. De um modo lato, o nosso problema é querer saber qual é o estatuto epistemológico dos estudos sobre o currículo em Portugal. Trata-se, por conseguinte, de um problema de epistemologia prática pois que pretende equacionar as questões fundamentais da epistemologia aplicadas a um campo particular. Dito de outro modo, a aplicação prática da epistemologia é caracterizada pelo modo como os indivíduos pensam que o conhecimento pode acontecer, os limites associados aos modos de investigar e de apresentar o conhecimento e as percepções dos inquiridores sobre a sua relação com o objecto da pesquisa. Considerando que a publicação de estudos na área do currículo em Portugal, embora em expansão, não tem dedicado muita importância às questões epistemológicas do campo científico o presente trabalho pretende ser esse esforço de desocultamento. Do ponto de vista metodológico, escolhemos um estudo descritivo que foi sendo construído num processo dialógico com a recolha de dados. O suporte empírico deste trabalho foram as entrevistas que realizámos aos investigadores que trabalham no campo de estudos curriculares.
Description: Tese de doutoramento em Ciências da Educação (Filosofia da Educação) apresentada à Fac. de Psicologia e Ciências da Educação de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/953
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 20

667
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.