Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94768
Title: Inteligência Emocional e Desempenho - Um Estudo em Enfermeiros Gestores
Other Titles: Emotional Intelligence and Performance - a Study in Nurse Managers
Authors: Ribeiro, Luísa Maria Lourenço Marques
Orientador: Sousa, Fernando António Neto Teixeira de
Ferreira, Maria Manuela Frederico
Keywords: Gestão; enfermeiro gestor; competências; emoções; inteligência emocional; Management; manager nurse; Skills; emotions; emotional intelligence;
Issue Date: 14-Dec-2020
Serial title, monograph or event: Inteligência Emocional e Desempenho - Um Estudo em Enfermeiros Gestores
Place of publication or event: Portugal
Abstract: A mudança de paradigma na gestão dos serviços de saúde, imprime uma permanente pressão social, política e económica, para a melhoria da qualidade dos cuidados prestados e o consequente aumento de ganhos em saúde. Estes desafios não são indiferentes ao enfermeiro gestor, que sendo um dos principais atores das organizações de saúde, assume compromissos com a organização, com os profissionais, com o cliente e família. Atualmente, também é do conhecimento científico, que a Inteligência Emocional (IE) assume especial destaque no contexto organizacional, gerando amplas discussões sobre a sua importância no desenvolvimento organizacional e no desenvolvimento e envolvimento dos seus colaboradores.Partindo da questão de investigação “Será que a Inteligência Emocional dos Enfermeiros Gestores influencia o seu Desempenho?”, a investigadora delineou como objetivo principal, contribuir para o aumento do conhecimento sobre a gestão das emoções no desempenho dos Enfermeiros Gestores. Elaborámos um instrumento de recolha de dados composto pela Escala de Perceção do Trabalho do Gestor em Enfermagem (EPTGE) e a Trait Meta-Mood Scale – 24 versão portuguesa, “Inteligência Emocional Percebida”. Este questionário foi aplicado aos Enfermeiros Gestores de várias unidades hospitalares e unidades de saúde da comunidade, via online, tendo-se obtido uma amostra de 149 Enfermeiros Gestores. Do total de participantes (55.7%) situam-se no grupo etário dos 50 aos 60 anos, sendo a maioria do sexo feminino (79.2%). Da análise dos dados verificámos que existe uma relação entre a IE percebida pelos Enfermeiros Gestores e o seu desempenho, isto é, á medida que aumenta os valores da IE Percebida, também aumenta o nível de desempenho.Confirmou-se também que os enfermeiros gestores que possuíam formação sobre inteligência emocional evidenciam resultados mais elevados de desempenho. Verificámos também, que a formação na área da Inteligência Emocional (IE) é relevante para a melhoria do desempenho nos contextos de trabalho.Palavras Chave: Gestão; enfermeiro gestor; competências; emoções; inteligência emocional;
The paradigm shift in health services management imprints a permanent social, political and economic pressure designed to improve the quality of care provided, and consequently an increase in health gains. These challenges are not indifferent to the Nurse Manager, who, being one of the main actors in health organizations, assumes commitments to the organization, the professionals, the client and his family. Currently, it is also of scientific knowledge that Emotional Intelligence (EI) takes on special prominence in the organizational context, generating wide-ranging discussions about its importance in organizational development and in the development and involvement of its collaborators.Starting from the research question "Does the Emotional Intelligence of Nurse Managers influence their Performance?", the researcher outlined as main objective the increase of knowledge on how emotion management influences the performance of Nurse Managers. A data collection instrument was developed by bringing together the Nursing Manager's Work Perception Scale (EPTGE) and the Trait Meta-Mood Scale - 24 Portuguese version, “Perceived Emotional Intelligence”. This online questionnaire was applied to Nurse Managers in several hospital units and community health units, yielding 149 respondents. Fifty-five point seven percent of the responders where in the 50 to 60 age group, the majority being female (79.2%).From the data analysis a direct relationship between the EI perceived by the Nursing Managers and their performance was verified. The researcher also observed that the Nurse Managers who had training on Emotional Intelligence showed higher performance results, allowing to conclude that training in the area of Emotional Intelligence is relevant for improving performance in work contexts.Keywords: Management; manager nurse; Skills; emotions; emotional intelligence;
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão e Economia da Saúde apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94768
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO LUISA ULTIMA VERSÃO -2.pdf4.94 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

69
checked on Jul 22, 2021

Download(s)

25
checked on Jul 22, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons