Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94667
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTavares, Aida Isabel-
dc.contributor.advisorFerreira, Pedro Augusto Melo Lopes-
dc.contributor.authorZacarias, Filipa Raquel Santana Correia-
dc.date.accessioned2021-04-30T22:03:15Z-
dc.date.available2021-04-30T22:03:15Z-
dc.date.issued2020-12-03-
dc.date.submitted2021-04-30-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/94667-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Gestão e Economia da Saúde apresentada à Faculdade de Economia-
dc.description.abstractO envelhecimento demográfico é uma realidade a nível mundial. A sociedade portuguesa é caraterizada por um envelhecimento progressivo da população e por um aumento das doenças crónicas e incapacitantes, em que a necessidade de apoio às pessoas idosas dependentes emerge como um problema prioritário. Paralelamente a esta problemática, surge o aumento dos familiares que desempenham o papel de cuidadores, e que prestam um conjunto variado de cuidados fundamentais à manutenção das tarefas diárias de um idoso dependente.O objetivo deste trabalho de investigação foi determinar quais os fatores que associados à oferta de cuidados, onde se incluem os cuidadores informais, e à procura de cuidados, de acordo com dependência nos idosos. Para a realização deste estudo foi utilizado o Inquérito Nacional de Saúde de 2014 e selecionada uma amostra da população portuguesa, que contempla indivíduos com idade superior a 65 anos. A análise estatística utilizada no estudo, é do tipo descritiva e por inferência, e englobou 5701 indivíduos. Os resultados obtidos demonstraram que: cerca de 55,7% dos idosos recebem ajuda nos cuidados pessoais e 61,7% nas atividades domésticas. Por outro lado, cerca de 32,8% procuram ajuda nos cuidados pessoais e 27,4% nas atividades domésticas. Sendo que são as mulheres, viúvas, com idades compreendidas entre os 75 anos e mais de 85 anos, que residem em áreas pouco povoadas, que mais recebem e que mais precisam de ajuda para satisfazer as suas necessidades. Relativamente à oferta de cuidados, cerca de 9,3% da amostra concede cuidados informais pelo menos uma vez por semana, sendo a maioria dos prestadores são do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 65 e 69 anos e que residem em áreas pouco povoadas. A duração da prestação de cuidados a familiares excede as 20 horas semanais e a não familiares a duração é inferior a 10 horas. A procura de cuidados foi ainda avaliada em função das dificuldades de realização das ABVD e AIVD, verificando-se que alguns indivíduos não identificam que necessitam de ajuda. Isto porque, referem não necessitar de ajuda, mas quando se questiona a dificuldade na realização das tarefas, existem atividades que não conseguem realizar sem ajuda.O estudo realizado evidencia que a procura excede a oferta de cuidados disponíveis na prestação de cuidados pessoais e nas atividades domésticas; são as mulheres que revelam sentir mais necessidade e ter mais ajuda; é nas regiões menos povoadas que há mais necessidade de ajuda; verificou-se diferença de auto reporte pelos indivíduos entre a necessidade e a existência de ajuda. É ainda possível concluir, que os cuidadores informais são uma parte fundamental na satisfação das necessidades e na caraterização da oferta de cuidados. Com o aumento da população idosa, principalmente em situação de dependência, é fundamental redefinir prioridades e parâmetros para dar resposta às necessidades da população, assegurando a igualdade de acesso, oportunidade de fazer escolhas saudáveis, bem como cumprir de forma plena, o seu potencial de saúde e direito a uma longevidade saudável.por
dc.description.abstractDemographic aging is a reality worldwide. In Portugal, the population is getting progressively older and that is causing an increase in chronical and incapacitating deseases. That means supporting the dependent elderly people is now a priority. There is also an increase in family members who play the role of caregivers, and who provide a wide range of essential care for maintaining the daily tasks of a dependent elderly person.The objective of this research work was to determine which factors are associated with the provision of care, including informal caregiving, and the demand for care, according to the degree of dependence in the elderly. To carry out this study, we used the National Health Survey of 2014 and then selected a sample of the portuguese population. The population included is composed by people over 65 years. The statistical analysis of this study is descriptive and encompassed 5701 individuals The results show that about 55,7% of the elderly receive help in personal care and 61,7% in domestic activities. On the other hand, about 32,8% look for help in personal care and 27,4% in domestic activities. The ones that need and get more help to satisfy their needs are women, widows, who are over 75 and live in less populated areas. Regarding the provision of care, about 9,3% of the sample provides informal care at least once a week, with the majority of providers being female, aged between 65 and 69 years old, residing in sparsely populated areas. The duration of care exceeds 20 hours per week when it is given to family members, while it is less than 10 weekly hours for non-family members. It was taken into consideration the difficulties in the realization of the BADL and IADL, and it was possible to conclude that some individuals don't realize they need help - they reply they don't need help, but when asked about some tasks they reply they can't do them without help. In the BADL, about 14% of the respondents say they can't walk 500 meters without help, and in the IADL about 19,9% of the individuals say they can't do heavy domestic tasks.The study shows that the demand exceeds the supply of care available in both the provision of personal care and domestic activities. Women reveal more need and having for help. It's in the less populated regions that there is more need for help. It's noticeable the difference between individuals who report their need for help and the supply of it. It is also possible to conclude that the informal caregivers are fundamental in the satisfaction of needs. With the increase of elderly dependent population, there is a need to redefine priorities and parameters to respond to their needs, ensuring equal access, opportunity to make healthy choices as well as fully fulfilling their health potential and the right to healthy longevity.eng
dc.language.isopor-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/-
dc.subjectCuidados a idosospor
dc.subjectDependênciapor
dc.subjectOferta de cuidadospor
dc.subjectProcura de cuidadospor
dc.subjectElderly Careeng
dc.subjectDependenceeng
dc.subjectDemand Careeng
dc.subjectSupply Careeng
dc.title"Oferta e Procura de Cuidados a Idosos em Portugal"por
dc.title.alternative" Supply and Demand for Elderly Care in Portugal"eng
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationFaculdade de Economia da Universidade de Coimbra - FEUC-
degois.publication.title"Oferta e Procura de Cuidados a Idosos em Portugal"por
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid202709183-
thesis.degree.disciplineEconomia, Gestão e Administração-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Gestão e Economia da Saúde-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Economia-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorZacarias, Filipa Raquel Santana Correia::0000-0003-4685-8240-
uc.degree.classification17-
uc.degree.presidentejuriRaposo, Víctor Manuel dos Reis-
uc.degree.elementojuriQuintal, Carlota Maria Miranda-
uc.degree.elementojuriFerreira, Pedro Augusto Melo Lopes-
uc.contributor.advisorTavares, Aida Isabel-
uc.contributor.advisorFerreira, Pedro Augusto Melo Lopes-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
crisitem.advisor.deptFaculty of Economics-
crisitem.advisor.researchunitCEISUC - Center for Health Studies and Research of the University of Coimbra-
crisitem.advisor.orcid0000-0003-3487-1202-
crisitem.advisor.orcid0000-0002-9448-9542-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Filipa Zacarias Final.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

97
checked on Oct 5, 2022

Download(s)

88
checked on Oct 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons