Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94658
Title: Gestão financeira e familiar de mulheres brasileiras imigrantes em Coimbra
Other Titles: Financial and household management of immigrant Brazilian women in Coimbra
Authors: Pires, Iara Guimarães Paes
Orientador: Coelho, Lina Paula David
Keywords: mulher; imigração brasileira; desigualdades de gênero; gestão financeira; gestão familiar; women; Brazilian immigration; gender inequalities; financial management; household management
Issue Date: 15-Dec-2020
Serial title, monograph or event: Gestão financeira e familiar de mulheres brasileiras imigrantes em Coimbra
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: The general purpose of the present work is to study the experience of Brazilian women in the context of immigration in Portugal, specifically in the municipality of Coimbra, in the perspective of gender inequalities. The following aspects of the experience of female migrants will be characterized and analyzed: life trajectories, changes in the family’s routine in terms of financial management and division of domestic tasks, the influence of female financial (in)dependence in the division of tasks between husband and wife, leisure options and, finally, the gender patterns of couples' expenses. The study uses a qualitative methodology, through individual interviews with 10 women, who were selected through the snowball method. The first of them was selected in a specific group on the social media of Brazilian mothers in Coimbra. The sample is composed of women who live with their male partners and have at least one financially dependent child. After the transcription of the interviews, a content analysis was carried out. Patterns of gender roles were identified among couples, as most women are responsible for managing and carrying out most of the domestic tasks and, in all cases, women are more responsible for the care of the children than their husbands. This pattern of education and care with the children was also identified among the women’s parents, in the childhood of the interviewees. The domestic routine became more heavy and more gender unequal for women in the context of immigration. A gender pattern was also found in the expenses of the couples, as in couples sharing expenses, men tend to pay the rent while women are in charge of expenses directly related to the children. Regarding leisure, there is a greater role for women than for men, both in the frequency with which they meet their friends and in the decision to travel and family outings. However, we could not find a clear relation between the woman's income and the division of tasks and female power of decision. Still, the type of financial management used by the couples has changed in most situations due to emigration.
O presente trabalho tem como finalidade geral estudar a vivência de mulheres brasileiras em contexto de imigração em território português, especificamente no concelho de Coimbra, na perspetiva das desigualdades de gênero. Para tal, serão caraterizados e analisados os seguintes aspectos dessa vivência: trajetórias de vida, alterações provenientes da imigração na rotina familiar em termos de gestão financeira e divisão de tarefas domésticas, influência da (in)dependência financeira feminina na divisão de tarefas entre o casal e opção de lazer e, por fim, os padrões de gênero encontrados nas despesas dos casais. A metodologia utilizada é a pesquisa qualitativa, por meio de entrevistas individuais com 10 mulheres, selecionadas através do método bola de neve, tendo a primeira delas sido identificada num grupo específico nas redes sociais de mães brasileiras em Coimbra. A amostra é composta por mulheres brasileiras que moram com seus parceiros e têm pelo menos um filho dependente financeiramente. Após a transcrição das entrevistas foi feita uma análise de conteúdo para identificar padrões dos papéis de gênero nos casais. Concluíu-se que, na maioria dos casos, as mulheres são responsáveis pela gestão e realização da maior parte das tarefas domésticas e, em todos os casos, as mulheres ficam mais responsáveis pelos cuidados com os filhos que os cônjuges. Esse padrão de educação e cuidados aos filhos foi identificado, também, entre os progenitores, na infância das entrevistadas. A rotina doméstica se intensificou e tornou-se mais desigual para mulheres no contexto de imigração. O padrão tradicional de gênero também é encontrado nas despesas dos casais, em que nos casais que utilizam o compartilhamento do pagamento das despesas, o homem tende a pagar o aluguel e as mulheres as despesas diretamente relacionadas aos filhos. No que diz respeito ao lazer há um maior protagonismo das mulheres do que dos homens, tanto na frequência com que encontram as amigas, como na decisão de viagens e passeios em família. Por outro lado, não foi encontrado um padrão na divisão das tarefas e influência feminina diretamente relacionado a renda da mulher dentro das famílias estudadas. Porém identificou-se que o tipo de gestão financeira do casal se alterou aquando da imigração na maioria dos casos.
Description: Dissertação de Mestrado em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94658
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertacao_Iara_vf.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

114
checked on Aug 10, 2022

Download(s)

28
checked on Aug 10, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons