Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94511
Title: #Sleep(less): Relação entre sono, uso noturno de dispositivos eletrónicos e Fear of Missing Out (FoMO) em estudantes universitários
Other Titles: #Sleep(less): Relationship between sleep, nighttime use of electronic devices and Fear of Missing Out (FoMO) in university students
Authors: Gomes, Daniela Filipa de Almeida
Orientador: Gomes, Ana Cardoso Allen
Keywords: Sono; Ecrãs; FoMO; Redes sociais; Adultez; Sleep; Screens; FoMO; Social media; Adulthood
Issue Date: 24-Jul-2020
Serial title, monograph or event: #Sleep(less): Relação entre sono, uso noturno de dispositivos eletrónicos e Fear of Missing Out (FoMO) em estudantes universitários
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação , Universidade de Coimbra
Abstract: In the current digital era, excessive screen and social media use, as well as the presence of poor sleep in university students has been increasing considerably. For this reason, there have been ongoing concerns regarding technology’s negative impact on sleep duration and quality. The main aims of this cross-sectional study were the analysis of the relationship between electronic devices and social media’s nocturnal usage, FoMO, several sleep variables (e.g. quality, duration, sleep onset) and psychological symptoms (e.g. anxiety, depression and stress), while controlling for the effect of other relevant variables that may also contribute to explain poor sleep in university students, and the validation and psychometric analysis of the Portuguese version of the Fear of Missing Out scale (FoMOs) – EMFF. The data were obtained, through several self-report questionnaires (e.g BaSIQS, PS-6, EHSA, DSPS-4, PSAS, EADS-21, PSWQ, RR-S, NMPQ-PT, Screen and social media questionnaires, EMFF), from a sample of 525 university students, whose age ranged from 18 to 64 years old (M=22.39, SD=5.62).Statistical analysis including Student’s t test, Pearson’s correlation and multiple linear regression were performed. According to exploratory factor analysis, a 2-factor structure was found for the FoMOs’ Portuguese version and not just a one factor solutionThe nocturnal use of electronic devices, social media and FoMO were related significantly with different sleep dimensions and were independent predictors of some of these variables as well. Nocturnal use of screens, social media and FoMO were also related significantly with anxiety, depression and/or stress. The presence of relationships between these variables has several important implications in terms of the student’s physical and mental health. In this sense, the present research emphasizes that excessive use of electronic devices and social media, at night, plays an important role to fully understand sleep problems, in this population, and alerts to the need for developing effective interventions and more research in this topic.
Na atual era digital, o uso excessivo de ecrãs e redes sociais, bem como a presença de sono insuficiente em universitários tem aumentado consideravelmente e está associado a uma crescente preocupação relativa ao impacto negativo da tecnologia na duração e qualidade de sono. O presente estudo transversal teve como principais objetivos a análise das relações entre o uso noturno de dispositivos eletrónicos, redes sociais, Fear of Missing Out (FoMO), diversas variáveis de sono (e.g. qualidade, duração, latência) e sintomas psicopatológicos de ansiedade, depressão e stress, considerando simultaneamente outras variáveis específicas ,que possam contribuir para explicar a presença geral de sono insuficiente e de má qualidade em universitários, e a realização da adaptação e análise psicométrica da versão Portuguesa da Fear Of Missing Out scale (FoMOs) – Escala do medo de “ficar de fora” (EMFF). Os dados foram recolhidos através de um protocolo constituído por diversos questionários de autorresposta (e.g BaSIQS, PS-6, EHSA, DSPS-4, PSAS, EADS-21, PSWQ, RR-S, NMPQ-PT, Questionários de uso de ecrãs e redes sociais, EMFF) , junto de uma amostra de 525 estudantes universitários, com idades compreendidas entre os 18 e os 64 anos (M=22.39, DP=5.62), tendo sido realizadas análises de t-Student, correlação e regressão linear múltipla hierárquica (α < .05). A análise fatorial exploratória revelou uma solução fatorial de 2 fatores para a versão portuguesa e não apenas um fator único. O uso noturno de dispositivos eletrónicos, o uso noturno de redes sociais e FoMO estavam relacionados, de forma significativa, com diferentes dimensões de sono, assumindo uma contribuição única na predição em algumas destas variáveis. Tanto o uso noturno de ecrãs, redes sociais e FoMO estavam ainda significativamente relacionados com ansiedade, depressão e/ou stress. A presença destas relações acarreta implicações clínicas importantes para a saúde física e mental dos estudantes. Assim, este estudo enfatiza que o uso excessivo de dispositivos eletrónicos e redes sociais à noite tem um papel importante na explicação de dificuldades de sono em universitários, apelando à necessidade de se desenvolverem intervenções eficazes e mais investigação sobre este tema.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94511
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat
Dissertação_mestrado_#Sleep(less).pdf7.11 MBUnknownView/Open
Show full item record

Page view(s)

32
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

16
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons