Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94479
Title: O Impacto da Exposição a Incidentes Críticos nos Tripulantes de Ambulância
Other Titles: The Impact of Exposure to Critical Incidents on Ambulance Personnel
Authors: Vaqueirinho, Andreia Dias
Orientador: Paixão, Rui Alexandre Paquete
Keywords: incidentes críticos; saúde mental; resiliência; coping; suporte social; critical incidents; mental health; resilience; coping; social support
Issue Date: 13-Nov-2020
Serial title, monograph or event: O Impacto da Exposição a Incidentes Críticos nos Tripulantes de Ambulância
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: Os tripulantes de ambulância experienciam diariamente elevados níveis de stress face à exposição a incidentes críticos. Assim, é impreterível compreender o que pode afetar o seu bem-estar psicológico e a sua atividade profissional, no sentido de advertir para a importância da saúde mental destes intervenientes. Objetivos: Conhecer o impacto da exposição a incidentes críticos nos tripulantes de ambulância, particularmente ao nível da saúde mental, trauma psíquico, somatização, resiliência, coping e suporte social. Metodologia: A amostra total do estudo é constituída por 156 sujeitos divididos por dois grupos: um grupo de tripulantes de ambulância (n1=82) e um grupo de controlo (n2=74). Foram aplicados o Inventário de Saúde Mental (ISM), a Escala do Impacto do Acontecimento-Revista (EIA-R), o Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15), a Escala de Resiliência, a Brief Cope (BC) e a Escala Multidimensional de Suporte Social Percebido (MSPSS). Resultados: Os tripulantes de ambulância apresentam maior exposição a incidentes críticos, mais distress psicológico, maior sintomatologia traumática, resiliência moderada a elevada, mais uso de humor e menos recurso ao coping disfuncional/de evitamento. O suporte social apresenta-se como fator protetor e a idade como fator de risco sobre a saúde mental. Com o passar dos anos de serviço, o grupo dos tripulantes de ambulância em estudo recorre menos ao coping focado no problema. Conclusão: A maioria dos tripulantes de ambulância neste estudo evidencia elevada capacidade para enfrentar situações mais adversas, porém mais sintomas mentais. É importante que se dê maior atenção ao estado psicológico destes profissionais, promovendo a procura de ajuda.
Introduction: Ambulance personnel experience high levels of stress due to daily exposure to critical incidents. Thus, it is imperative to understand what can affect their psychological well-being and their professional activity, in order to advise the importance of their mental health. Objectives: To know the impact of exposure to critical incidents on ambulance personnel, particularly in terms of mental health, psychological trauma, somatization, resilience, coping and social support. Method: The study sample consists of 156 subjects divided into two groups: ambulance personnel (n1 = 82) and control group (n2 = 74). The instruments applied were the Mental Health Inventory (MHI), Impact of Event Scale-Revised (IES-R), Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15), Resilience Scale, Brief Cope (BC) and Multidimensional Scale of Perceived Social Support (MSPSS). Results: Ambulance personnel are more exposed to critical incidents, revealing more psychological distress, more traumatic symptoms, moderate to high resilience, more use of humor and less use of maladaptive coping styles. Social support presents itself as a protective factor and age as a risk factor for mental health. Over the years of service, ambulance personnel use less problem-focused coping styles. Conclusion: Most of the ambulance personnel in this study show a high capacity to face adverse situations, but more mental symptoms. It is important to give more attention to the psychological state of these professionals, promoting search for help.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94479
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Andreia Vaqueirinho.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

51
checked on Aug 3, 2022

Download(s)

30
checked on Aug 3, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons