Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94460
Title: Vivências em Contexto Escolar pela Voz de Adolescentes em Acolhimento Residencial
Other Titles: Experiences in the school by the voice of adolescents in residential care
Authors: Marques, Mariana Cristina Telo
Orientador: Lima, Luiza Isabel Gomes Freire Nobre
Keywords: acolhimento residencial; adolescentes; percepção; escola; professores; residential care; adolescents; perception; school; teachers
Issue Date: 3-Sep-2020
Serial title, monograph or event: Vivências em Contexto Escolar pela Voz de Adolescentes em Acolhimento Residencial
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A escola constitui um contexto onde os jovens em acolhimento residencial estão inseridos e passam grande parte do seu tempo e por isso, as relações com os seus professores experienciadas neste contexto são fundamentais para o desenvolvimento de modelos mais positivos de si e dos outros. Com o objetivo de conhecer a perceção que as crianças e adolescentes têm acerca da escola, da relação com os seus professores e das suas experiências no contexto escolar, foram entrevistados 11 alunos do 2º e 3º ciclos de escolaridade que vivem em acolhimento residencial (4 do sexo feminino e 7 do sexo masculino, M_idaⅆe=14 (DP=1,27)), tendo as entrevistas sido analisadas de acordo com o método da Grounded Theory. A entrevista, semi-estruturada, obedeceu a um guião construído para o efeito. Os resultados revelaram que estes alunos têm uma visão dicotómica acerca da sua relação com a escola e com os professores, ainda que seja uma visão tendencialmente negativa. Os alunos destacaram as capacidades socioemocionais dos professores, nomeadamente a prestação de cuidados e a manifestação de preocupação, como fatores fundamentais para o estabelecimento de uma relação positiva com os mesmos e confirmaram que as relações que mantêm com os professores influenciam a forma como percecionam a escola e as aprendizagens. Esta perceção negativa da escola pode ser influenciada pelo clima escolar inseguro da escola e pelas relações negativas que são mantidas com os professores. Por sua vez, estas relações negativas são influenciadas por aquilo que os adolescentes percecionam ser a falta de competências de ensino dos professores, que dificultam o envolvimento e a aprendizagem dos alunos, a utilização deestratégias de regulação do comportamento ineficazes e a ausência de demonstração de compreensão e interesse pelos alunos. Além disso, os resultados apontaram para a existência de comportamentos discriminatórios por parte dos professores que não só originam relações disruptivas com os professores, como também dificultam o envolvimento escolar dos alunos e, consequentemente, a aprendizagem. Os aspetos com maior saturação que foram apontados pelos alunos que favorecem a sua relação com os professores e os que dificultam são convergentes com a literatura científica sobre o trauma desenvolvimental, que justifica comportamentos e dificuldades na manutenção de relações positivas, e sobre a importância das figuras significativas no desenvolvimento positivo destes alunos através das estratégias relacionais mais adaptativas. Este estudo além de conhecer o modo como os alunos em acolhimento percecionam as relações com a escola e com os professores, revela, pela sua perspetiva, quais as estratégias mais eficazes para regular os comportamentos e motivar as aprendizagens em sala de aula. Conhecer a sua perspetiva permite repensar em estratégias que beneficiem não só os alunos como também os seus professores.
The school is a context where adolescents living in residential care are integrated and spend a large part of their time. Therefore, the relationships with their teachers experienced in this context are fundamental for the development of more positive models of themselves and others. In order to get to know the perception that children and adolescents have about school, the relationship with their teachers and their experiences in the school context, 11 middle school students who live in residential care were interviewed (4 females and 7 males, M age = 14 (SD = 1.27)), and the interviews were analyzed according to the Grounded Theory method. The semi-structured interview was guided by a pre-made a script.The results revealed that these students have a dichotomous view about their relationship with the school and with the teachers, even though it has a tendency to be negative. Students highlighted the teachers' socio-emotional skills, namely the provision of care and the expression of concern, as fundamental factors for establishing a positive relationship with them and confirmed that the relationships they maintain with teachers influence the way they perceive the school and learning.This negative perception of the school can be influenced by the school's unsafe school climate and the negative relationships that are maintained with teachers. In turn, these negative relationships are influenced by what adolescents perceive to be the teachers 'lack of teaching skills, which hinder students' involvement and learning, the use of ineffective behavior regulation strategies and the lack of demonstration of understanding and interest in students.In addition, the results pointed to the existence of discriminatory teacher behavior , which not only creates disruptive relationships with teachers, but also impair students' school involvement and, consequently, learning. The aspects with the highest saturation that were pointed out by the students that favor their relationship with teachers and those that make it difficult are convergent with the scientific literature on developmental trauma, which justifies the changes and difficulties in maintaining positive relationships, and on the measures deducted in the positive development of these students, through the most adaptive related strategies. This study, in addition to knowing how host students perceive relationships with the school and with teachers, reveals, from their perspective, which are the most effective strategies to regulate behaviors and motivate learning in the classroom. Knowing their perspective allows us to rethink strategies that benefit not only students but also your teachers.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94460
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Mariana Marques_versao retificada.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

55
checked on Aug 3, 2022

Download(s)

40
checked on Aug 3, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons