Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93756
Title: Relatório de Estágio na Cision - O escaldante affair dos influenciadores digitais com as marcas: Uma relação feliz
Other Titles: Report of the Internship at Cision - The flaming affair of digital influencers and brands: a happy relationship
Authors: Paiva, Márcio Francisco Rasteiro
Orientador: Camponez, José Carlos Costa dos Santos
Keywords: Influenciadores Digitais; Microinfluenciadores; Marcas; Engajamento; Marketing de Influenciadores; Digital Influencers; Microinfluencers; Brands; Engagement; Influencers Marketing
Issue Date: 14-Dec-2020
Serial title, monograph or event: Relatório de Estágio na Cision - O escaldante affair dos influenciadores digitais com as marcas: Uma relação feliz
Place of publication or event: Cision Portugal
Abstract: O Relatório que aqui conhece o seu início “informal”, postas as formalidades das páginas anteriores, centra-se no conceito de influenciadores digitais e no seu convívio com marcas, que procuram sobreviver e prosperar num mundo digital que não conhece o significado da expressão portuguesa “devagar, devagarinho, parado”. Para auxiliar as empresas nessa árdua missão são necessárias – ou, de uma forma menos cabal, são importantes – empresas que acompanhem em permanência as plataformas mediáticas e, em particular, as plataformas de social media. As redes sociais são, hoje, um veículo, em contínuo e perpétuo andamento, de transmissão de informações e desinformações sobre tudo e mais alguma coisa.Lá pelo meio, naturalmente, estão empresas que são faladas, discutidas, elogiadas, criticadas, insultadas em “fóruns” e em polos conversacionais que não foram por si iniciados e que têm um poder de propagação imenso – por vezes, tenebroso. Assim, é importante que uma dada empresa ou marca angarie com regularidade informações que lhe permitam ter o maior controlo possível sobre as suas mensagens comunicacionais e gerar outras.Gerar outras: é esta a motivação principal por trás do convívio cada vez maior entre empresas/marcas e influenciadores ou microinfluenciadores digitais. As marcas fazem proveito das relações bastante engajadas e de grande confiança – e, claro, de grande influência – que algumas destas entidades têm bem estabelecidas com as suas audiências para alcançá-las e fazer-lhes chegar mensagens de Marketing da marca de uma forma menos “descarada”. Os microinfluenciadores são os preferidos das marcas que melhor trabalham o seu Marketing e a sua Comunicação, dado o maior poder de influência que têm sobre um menor grupo pessoas com maior grau de engajamento.
The Report that hereby “informally” begins, have been left behind the formalities of the previous pages, has its centre on the concept of digital influencers and its relationship with brands, which look to survive and thrive in a digital world that knows not the meaning of the Portuguese expression “slow, slowly, still”.To help businesses accomplish this arduous task are necessary – or, to put it mildly, are important – companies that permanently follow the media platforms, in particular, the social media platforms. Today, social networks are a vehicle, in continuous and perpetual motion, of information and misinformation regarding one and everything.In between, naturally, there are businesses that are talked about, discusses, complimented, criticized and insulted in conversational polos and “forums” which were not initiated by them and which have an immense – sometimes, troublesome – power of propagation. Therefore, it is important that a given company or brand often gathers intel that will allow it to have the most control it can over its communicational messages and create some others.Create some others: herein lies the main motivation behind the increasingly frequent relationships between businesses/brands and digital influencers or microinfluencers. Brands take advantage of the severely engaged and highly trustworthy – and, of course, highly influential – relationships that some of this entities have established with their audiences to reach them and convey to them its marketing messages in a less “blatant” manner.Microinfluencers are the pet favourites of the brands which better work their Marketing and their Communication, given the higher influence they possess over a smaller group of people with a bigger engagement level.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Jornalismo e Comunicação apresentado à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93756
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
MarcioPaiva_versaofinal.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

2
checked on Apr 9, 2021

Download(s)

1
checked on Apr 9, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons