Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93398
Title: Complexities and responsibilities in the management and exhibition of human remains in Western museums. The Italian case.
Other Titles: Complexidades e responsabilidades na gestão e exibição de restos humanos em museus ocidentais. O caso italiano.
Authors: Garino, Tamara
Orientador: Simões, Carlota Isabel Leitão Pires
Keywords: Restos humanos; Ética em museus; Antropologia; Museologia; Itália; Human remains; Museum ethics; Anthropology; Museology; Italy
Issue Date: 27-Sep-2019
Serial title, monograph or event: Complexities and responsibilities in the management and exhibition of human remains in Western museums. The Italian case.
Place of publication or event: Italia, Torino
Abstract: Nas últimas décadas o tema da retenção, do estudo e da exposição de restos humanos junto do público tem vindo a adquirir uma importância cada vez maior nas instituições museológicas ocidentais. A origem humana dos restos humanos impõe hoje em dia um tratamento mais sensível e respeitoso desses materiais, que não podem ser considerados meramente objetos ou artefatos, mas como vestígios de pessoas que um dia viveram e que, como tal, merecem uma atenção ética específica nos seus tratamento e exposição.Este trabalho investiga as principais complexidades levantadas pela gestão e pela exposição de restos antropológicos nas instituições curatoriais ocidentais e explora os principais elementos de controvérsia que os tornaram hoje objetos de luta política. À luz das complexidades associadas a esses achados, são apresentadas, também, as responsabilidades dos profissionais do museu, investigadores e decisores políticos que precisam lidar com seus estudos, conservação e exibição.Através de uma análise bibliográfica, da participação em conferências e do diálogo direto com conservadores, curadores e trabalhadores de museus tem sido possível destacar as principais dificuldades teóricas e práticas em trabalhar com esse património, tão importante do ponto de vista histórico, científico e cultural, mas também extremamente sensível e difícil de gerir.Partindo de uma contextualização internacional do problema, este trabalho foca principalmente o caso italiano, onde a falta de uma estrutura legislativa que defina e regule o tratamento desse património e uma falta generalizada de recursos económicos dificulta muito a obtenção de uma gestão e promoção correta do mesmo.Através da apresentação do caso de estudo do Museu Egípcio de Turim, demonstramos a importância de uma mudança de atitude do museu contemporâneo: não apenas em relação ao património que ele preserva, mas também no sentido das comunidades que o museu representa bem como daqueles que o visitam. Com esse objetivo, foi elaborado um estudo para visitantes do museu, para avaliar a percepção pública perante a exibição de restos humanos antigos no Museu Egípcio de Turim.A análise apresentada neste trabalho mostrou ainda a impossibilidade de criar uma solução universalmente válida aplicável às diferentes situações do museu e aos diferentes tipos de artefatos humanos preservados. Surgiu claramente, no entanto, a necessidade de repensar a atitude do museu em relação a restos humanos, às comunidades de origem destes e ao público em geral.
The issue related to the retention, study and exhibition of human remains acquired in the last decades an increasingly importance within the Western museum institutions. The human nature of human remains imposes nowadays a more sensitive and respectful treatment of these materials, which cannot be merely considered as objects or artifacts, but rather as once living people who, as such, deserve a particular ethical attention to their treatment and exhibition.This research investigates the main complexities raised by the management and the public display of anthropological finds within Western curatorial institutions and explores the main elements of controversy that have made them today objects of political struggle. In the light of the complexities associated with these finds, are presented, then, also the responsibilities of the museum professionals, scholars, and policy-makers who have to deal with their study, conservation and exhibition.Through a careful bibliographic analysis, participation in conferences and direct dialogue with conservators, curators and museum workers has been possible to highlight the main theoretical and practical difficulties of working with this heritage, so important from an historical, scientific and cultural point of view, but also extremely sensitive and difficult to manage.Starting from an international contextualization of the problem, this work finally focuses on the Italian case, where the lack of a legislative framework that defines and regulates the treatment of this heritage and a widespread lack of economic resources, makes very difficult to achieve a correct management and promotion of it.Through the presentation of the case study of the Egyptian Museum of Turin, we have demonstrated the importance of a change in the attitude of the contemporary museum: not only towards the heritage it preserves, but also toward the communities that it represents within it and those that visit it. With this purpose has been draft a museum visitor study aimed at evaluating the public perception of ancient human remains exhibited within the Egyptian Museum of Turin.The analysis carried out in this work has finally shown the impossibility of having a universally valid solution applicable to the different museum situations and to the different types of human artifacts preserved. Nevertheless, has clearly emerged the need for a rethinking of the museum's attitude towards the finds themselves, the communities of origin and the general public.
Description: Dissertação de Mestrado em Património Cultural e Museologia apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93398
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TAMARAGARINO_versaofinal.pdf7.17 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

11
checked on Jul 22, 2021

Download(s)

43
checked on Jul 22, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons