Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93123
Title: Relação Entre Ansiedade, Crenças Na Medicação E Adesão À Terapêutica Em Doentes Com Doença Cardiovascular
Other Titles: Relationship Between Anxiety, Beliefs About Medication And Medication Adherence In Patients With Cardiovascular Disease
Authors: Coelho, Raquel Pinto
Orientador: Cabral, Ana Cristina Gaspar
Pereira, Isabel Vitória Neves de Figueiredo Santos
Keywords: Adesão à Terapêutica; Ansiedade; Crenças à Medicação; Doenças Cardiovasculares; Medication Adherence; Anxiety; Beliefs about Medicines; Cardiovascular Diseases
Issue Date: 21-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Relação Entre Ansiedade, Crenças Na Medicação E Adesão À Terapêutica Em Doentes Com Doença Cardiovascular
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
Abstract: As doenças cardiovasculares (DCV) são muito prevalentes na comunidade, sendo responsáveis por 31% das mortes no mundo, e continuam a ser a maior causa de morte em Portugal. Estas afetam o coração e/ou os vasos sanguíneos, e têm como principais fatores de risco o sedentarismo, hipertensão arterial, diabetes mellitus e dislipidemias.Portugal é o país da União Europeia com maior prevalência de distúrbios psicológicos, surgindo os transtornos de ansiedade como os mais frequentes, correspondendo a cerca de 16,5% dos portugueses. Trata-se de um distúrbio tratamento-resistente, uma vez que os doentes respondem ao tratamento apenas momentaneamente.Existe uma sólida relação entre os transtornos de ansiedade e as DCV. Se, por um lado as DCV aumentam os níveis de ansiedade num individuo, por outro a ansiedade agrava estas patologias do foro cardiovascular.Sendo que a prevalência das DCV está a aumentar, é importante que a adesão à terapêutica seja adequada e consistente. No entanto, sabe-se que esta se encontra bastante aquém do espectável. Foram apontados como motivos desta baixa adesão os transtornos de ansiedade e as crenças que os doentes têm sobre a terapêutica medicamentosa.Deste modo, pretende-se identificar quais os questionários mais adequados à identificação deste grupo de doentes com maior risco em não aderir à terapêutica, em prol de uma melhor adesão.Para isso, será realizada uma pesquisa bibliográfica estruturada, em diferentes bases de dados sobre os questionários validados existentes. Será efetuada uma análise estatística com o objetivo de verificar a sua validade e consistência, de modo a identificar quais os mais aptos à sua utilização em contexto clínico.Esperamos, com este estudo, contribuir para uma melhor identificação deste grupo de risco, visando atingir uma melhoria significativa na adesão à terapêutica num futuro próximo.
The cardiovascular diseases (CVD) are prevalent in the community, which are responsible for 31% of deaths in the world, and continue to be the biggest cause of death in Portugal. These affect the heart and/or blood vessels, and the main risk factors are sedentary lifestyle, high blood pressure, diabetes mellitus and dyslipidaemia.Portugal is the country with the highest prevalence of psychological disorders in European Union, with anxiety disorders appearing as the most frequent, corresponding to 16.5% of Portuguese population. This is a resistant treatment disorder, since the patients respond to the treatment only momentarily.There are evidences of a strong relationship between anxiety disorders and CVD. If, on the one hand, CVDs increase anxiety levels in an individual, on the other hand, anxiety worsens these cardiovascular pathologies.Since the prevalence of CVD is increasing, it is important that adherence to therapy is adequate and consistent. However, it is known that this is well below expectations. Anxiety disorders and the beliefs that patients have about drug therapy were pointed out to be the reasons for the low medication adherence.In this way, it is intended to understand which questionnaires are most suitable for the identification of this group of patients at greater risk of not adhering to therapy, in favour of better adherence.For this, a structured bibliographic search will be carried out, in different databases on the existing validated questionnaires. A statistical analysis will be carried out in order to verify its validity and consistency, in order to identify which ones are most suitable for its use in the clinical context.We hope, with this study, to contribute to a better identification of this risk group, aiming to achieve a significant improvement in adherence to therapy in the near future.
Description: Dissertação de Mestrado em Farmacologia Aplicada apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93123
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Raquel Coelho.pdf2.06 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

20
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

4
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons