Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93074
Title: Relatório de Estágio e Monografia intitulada "Terapêuticas Biológicas para a Doença de Crohn e papel do farmacêutico"
Other Titles: Internship and Monograph reports entitled"Biological therapeutics for Crohn's disease and the role of the pharmacist"
Authors: Domingues, Ana Teresa Afonso
Orientador: Gama, Cláudia Maria Branco da
Silva, Elisa Maria Carvalho Rasteiro
Lage, João Carlos Canotilho
Keywords: Doença de Crohn; Anticorpo monoclonal; Inflamação; Cronicidade; Farmacêutico; Crohn's disease; Monoclonal antibody; Inflammation; Chronicity; Pharmacist
Issue Date: 17-Sep-2020
Serial title, monograph or event: Relatório de Estágio e Monografia intitulada "Terapêuticas Biológicas para a Doença de Crohn e papel do farmacêutico"
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Guarda Inglesa e Bluepharma
Abstract: A Doença de Crohn evidencia-se como uma patologia extremamente complexa. Manifesta-se, sobretudo, no sistema gastrointestinal sob a forma de inflamação, mas, em alguns casos, difunde-se noutros locais do organismo. Atualmente, já se conhecem vários mecanismos patológicos capazes de desencadear a cronicidade da doença, porém muitos permanecem desconhecidos e outros já estão a ser alvo de estudos. Fatores ambientais, genéticos e imunológicos concorrem para a sua génese. Assim, classifica-se esta patologia como crónica, idiopática e multifatorial.Os doentes devem ser alertados para a existência de fatores de risco que contribuem para o agravamento da sua situação e, nessa área, o farmacêutico representa um papel de extrema importância por ser, muitas vezes, o primeiro profissional de saúde a que os doentes se dirigem. O objetivo da terapêutica convencional consiste na indução da remissão da doença e na sua manutenção, ainda que nem todos os fármacos disponíveis permitam atingir essas finalidades. A terapêutica instituída depende de vários fatores e difere se estivermos perante uma doença leve ou severa. O farmacêutico deve salientar a importância de manter uma dieta adequada às exigências e de fazer suplementação para suprir as carências que a toma de alguns destes medicamentos podem provocar. As terapêuticas mais avançadas que estão, atualmente, instauradas consistem nos medicamentos biológicos, mais concretamente nos anticorpos monoclonais. O seu uso resultou, indubitavelmente, em melhores respostas terapêuticas e numa menor necessidade de cirurgia. A sua maior vantagem reside no facto de os seus mecanismos serem direcionados a várias vias patológicas, o que permite que sejam uma opção para um maior número de doentes. Por esta razão e outras, neste momento, os fármacos biológicos constituem a classe preferida ao tratamento da doença moderada a severa.Numa doença de gestão tão exigente como esta, as perspetivas futuras representam, sempre, uma enorme esperança de chegar ao maior número de doentes possível, o que, neste caso, se torna mais difícil pela enorme variedade de fenótipos que existe. A natureza imprevisível e progressiva desta doença tem motivado o estudo mais aprofundado da sua fisiopatologia, o que tem permitido chegar, também, a moléculas promissoras para os alvos terapêuticos encontrados.
Crohn's disease is an extremely complex pathology. It manifests itself mainly in the gastrointestinal system in the form of inflammation, but, in some cases, it spreads elsewhere in the body. Currently, several pathological mechanisms are known to trigger the chronicity of the disease, however many of them remain unknown and others are already being studied. Environmental, genetic and immunological factors contribute to its genesis. Therefore, this pathology is classified as chronic, idiopathic and multifactorial.Patients should be alerted to the risk factors that contribute to the worsening of their situation and, in this area, the pharmacist plays an extremely important role as he is often the first health professional to whom patients resort to.The aim of conventional therapy is to induce remission of the disease and to maintain it, although not all available drugs can achieve these purposes. The chosen therapy depends on several factors and differs if we are facing a mild or severe disease. The pharmacist must emphasize the importance of maintaining a diet that is adequate to the requirements and supplementing to supply the deficiencies that some of these medications can cause.The most advanced therapies that are available consist of biological drugs, more specifically monoclonal antibodies. Its use has, undoubtedly, resulted in better therapeutic responses and less need for surgery. Its greatest advantage is based on the fact that its mechanisms are directed to various pathological pathways, so they are an option for a greater number of patients. For this reason, biological drugs are, currently, the preferred class for the treatment of moderate to severe disease.In a disease whose management is as demanding as this, future perspectives represent an enormous hope of reaching the largest number of patients, which, in this case, it becomes more complicated by the enormous variety of phenotypes that exist. The unpredictable and progressive nature of this disease has motivated the further study of its pathophysiology, which has also allowed it to reach promising molecules to the therapeutic targets found.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93074
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TERESA DOMINGUES - DOCUMENTO ÚNICO.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

4
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons