Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93053
Title: Análise do Comportamento do MUAH-16 numa População de Doentes com Doença Coronária
Other Titles: Analysis of MUAH-16 Behavior in a Population of Patients with Coronary Disease
Authors: Lopes, Joana Rita Loureiro
Orientador: Cabral, Ana Cristina Gaspar
Pereira, Isabel Vitória Neves de Figueiredo Santos
Keywords: Doença Coronária; Medicação Antihipertensora; Adesão à Terapêutica; MUAH-16; MAT; Coronary Disease; Antihypertensive agents; Adherence to medication; MUAH-16; MAT
Issue Date: 16-Oct-2020
Serial title, monograph or event: Análise do Comportamento do MUAH-16 numa População de Doentes com Doença Coronária
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
Abstract: INTRODUÇÃO A Doença Coronária é um processo patológico caracterizado pela acumulação de placa aterosclerótica nas artérias coronárias. Nos últimos 15 anos foi a principal causa de morte a nível mundial, tendo sido em 2016 responsável por 16,6% das mortes em todo o mundo. A Hipertensão constitui um dos principais fatores de risco para esta doença e é responsável por 47% de todos os seus casos, havendo vários estudos que demonstram que o controlo da pressão arterial reduz significativamente o número de eventos cardiovasculares em indivíduos com Doença Coronária. Apesar de toda a investigação realizada nesta área, as taxas de controlo da Hipertensão continuam abaixo do esperado, com apenas 42,5% dos doentes hipertensos com valores de pressão arterial dentro dos objetivos terapêuticos idealizados. Sabendo que a não adesão à terapêutica é um dos principais motivos para o descontrolo da pressão arterial, é cada vez mais importante determinar as suas causas, de modo a permitir o desenvolvimento e introdução de estratégias para contrariar este comportamento. OBJETIVOS Com este estudo pretendemos avaliar o comportamento do MUAH-16 em doentes diagnosticados com Doença Coronária e avaliar o nível de adesão à terapêutica antihipertensora e possíveis causas de não adesão nesta amostra de doentes. MATERIAIS E MÉTODOS Este estudo é definido como um estudo observacional transversal e foi aprovado pela Comissão de Ética local (CE 008-19). A recolha dos dados da amostra decorreu entre os dias 10/09/2019 e 28/02/2020, nas consultas externas do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Foram convidados a participar os doentes que cumprissem os critérios de inclusão e exclusão definidos. Os dados sociodemográficos e clínicos dos doentes foram recolhidos e aplicaram-se os questionários MUAH-16 e MAT. A análise estatística dos dados foi realizada utilizando os programas RStudio®, IBM SPSS® Statistics Software e Microsoft Office Excel. RESULTADOS Neste estudo participaram 200 doentes, com média de idade de 66,02 ± 10,51 anos, sendo 84% do sexo masculino. A média do score total do MUAH-16 foi de 89,66 ± 9,56 (num intervalo de pontuações possíveis entre 16 a 112 pontos) e a média do score total do MAT foi de 40,62 ± 1,59 (num intervalo de pontuações possíveis entre 7 e 42 pontos). No MUAH-16, as suas dimensões também foram analisadas individualmente, podendo os scores de cada variar entre os 4 e os 28 pontos, tendo-se obtido os seguintes resultados: dimensão I com 26,18 ± 2,41; dimensão II com 25,17 ± 3,22; dimensão III com 17,81 ± 4,83; dimensão IV com 20,51 ± 6,14.Foram ainda analisados os scores do MUAH-16 e respetivas dimensões nas subpopulações dos parâmetros avaliados, não se tendo verificado quaisquer diferenças estatisticamente significativas, à exceção da idade na dimensão III, na qual se observou uma correlação positiva (Spearman 0,179; p=0,011).Foi também realizado um teste de correlação para determinar a relação entre o MUAH-16 e o MAT, com o qual se verificou não haver uma correlação estatisticamente significativa entre ambos os questionários. CONCLUSÃO Tanto o MUAH-16 como o MAT registaram bons valores de adesão à terapêutica na população em estudo. Observou-se ainda, que a aversão à medicação e a falta de atitudes proativas em relação aos problemas de saúde são as principais causas de não adesão. Ao comparar ambos os questionários, com base nos resultados do teste de Bland-Altman e do Coeficiente de Correlação de Pearson, não foi possível determinar qual é o mais adequado para esta amostra de doentes. Apesar dos resultados demonstrarem níveis satisfatórios de adesão, continua a ser crucial a criação de estratégias para melhorar a adesão à terapêutica e reverter os valores mais baixos registados da terceira e quarta dimensão do MUAH-16.
INTRODUCTION The Coronary Disease is a pathological process characterized by atherosclerosis plaque accumulation in the coronary arteries. Over the last 15 years it has been the leading cause of death worldwide, accounting for 16.6% of all deaths around the world in 2016. The Hypertension is a major risk factor for this disease and it’s responsible for 47% of all cases of Coronary Disease, with several studies showing that blood pressure control significantly reduces the number of cardiovascular events in people with this disease. Despite all the research carried out in this area, Hypertension control rates remain below expectations, with only 42.5% of hypertensive patients with blood pressure values within the therapeutic goals. Knowing that non-adherence is one of the main reasons for the lack of control of blood pressure, it is increasingly important to determine their cause in order to allow the development and introduction of strategies to counteract this behavior. OBJECTIVES With this study we intend to evaluate the behavior of MUAH-16 in patients diagnosed with Coronary Disease and assess the level of adherence to antihypertensive therapy and possible causes of non-adherence, in this sample of patients. METHODS This study is defined and a cross-sectional observational study and has been approved by the local ethics committee. The collection of the sample data took place between the 10th of September 2019 and the 28th of February 2020, in the external consultation of the Cardiology service of the Hospital and University Center of Coimbra. Patients who met the defined inclusion and exclusion criteria were invited to participate. Sociodemographic and clinical data of the patients were collected, and the questionnaires MUAH-16 and MAT were applied. Statistical data analysis was preformed using the programs RStudio®, IBM SPSS® Statistics Software and Microsoft Office Excel. RESULTS In this study, 200 patients participated, with a mean age of 66.02 ± 10.51 years, 84% ofthem male.The mean total score for MUAH-16 was 89.66 ± 9.56 (in a range of possible scores between 16 and 112 points) and the mean total score for MAT was 40.62 ± 1.59 (in a range of possible scores between 7 and 42 points). In MUAH-16, its subscales were also analyzed individually, and the scores of each vary between 4 and 28 points, and the following results were obtained: subscale I with 26.18 ± 2.41; subscale II with 25.17 ± 3.22; subscale III with 17.81 ± 4.83; subscale IV with 20.51 ± 6.14.The MUAH-16 scores and its subscales were also analyzed in the subpopulations of theparameters evaluated, with no statistically significant differences found, except for the age in dimension III, where a positive correlation was observed (Spearman 0.179; p=0.011). A correlation test was also performed to determine the relationship between MUAH-16and MAT, with which it was found that there was no statistically significant correlationbetween both questionnaires. CONCLUSION Both MUAH-16 and MAT had good values of adherence to therapy in the study population. It was also observed that aversion towards medication and active coping with health problems are the main causes of non-adherence.When comparing both questionnaires, based on the results of the Bland-Altman test andPearson’s Correlation Coefficient, it was not possible to determine which is the most appropriate for this sample of patients.Although the results demonstrate satisfactory levels of adherence, it remains crucial tocreate strategies to improve adherence do therapy and reverse the lower values recorded in the third and fourth dimensions of MUAH-16.
Description: Dissertação de Mestrado em Farmacologia Aplicada apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93053
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
MFA Dissertação_ Joana Lopes (002) corrigida final.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

3
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

3
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons