Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92941
Title: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Mecanismos Moduladores da Vitamina D na Esclerose Múltipla"
Other Titles: Internship and Monograph reports entitled ”Modulating Mechanisms of Vitamin D in Multiple Sclerosis"
Authors: Pereira, Ana Rita Rodrigues
Orientador: Loura, Luís Miguel Santos
S.Manso, Ricardo Jorge Alves
Keywords: Esclerose Múltipla; Vitamina D; Mecanismos imunológicos; Células T CD4+, Células T CD8+; Remielinização; Multiple Sclerosis; Vitamin D; Immunological Mechanisms; TCD4+ cells, TCD8+ cells; Remyelination
Issue Date: 21-Sep-2020
Serial title, monograph or event: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Mecanismos Moduladores da Vitamina D na Esclerose Múltipla"
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra; Farmácia S. Vicente -V. Castelo
Abstract: A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central, resultando numa destruição progressiva da mielina e, consecutivamente, num atraso ou impedimento da transmissão do impulso nervoso. Esta patologia atinge, predominantemente, jovens adultos sendo mais frequente em mulheres e associa-se a uma incapacidade progressiva que compromete a qualidade de vida destes doentes. Trata-se de uma doença multifatorial resultante de, além de fatores genéticos e imunológicos, fatores ambientais, entre eles a deficiência de vitamina D. Tem-se verificado que populações residentes em latitudes maiores, onde a exposição solar é reduzida e, consequentemente os níveis de vitamina D também, apresentam um aumento da prevalência de EM. Constata-se também que, indivíduos com EM apresentam níveis séricos de vitamina D inferiores aos da restante população. Estas, e outras evidências, sugerem o possível efeito protetor da vitamina D nesta doença e permitiram questionar a hipótese da sua suplementação como terapêutica e/ou profilaxia da EM. A presente monografia visa discutir trabalhos realizados sobre possíveis mecanismos, imunológicos ou outros, da ação da vitamina D sobre a EM. Apesar da controvérsia entre estes e, a necessidade da realização de mais estudos, mantém-se em aberto a hipótese destes doentes virem a usufruir dos benefícios desta vitamina.A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central, resultando numa destruição progressiva da mielina e, consecutivamente, num atraso ou impedimento da transmissão do impulso nervoso. Esta patologia atinge, predominantemente, jovens adultos sendo mais frequente em mulheres e associa-se a uma incapacidade progressiva que compromete a qualidade de vida destes doentes. Trata-se de uma doença multifatorial resultante de, além de fatores genéticos e imunológicos, fatores ambientais, entre eles a deficiência de vitamina D. Tem-se verificado que populações residentes em latitudes maiores, onde a exposição solar é reduzida e, consequentemente os níveis de vitamina D também, apresentam um aumento da prevalência de EM. Constata-se também que, indivíduos com EM apresentam níveis séricos de vitamina D inferiores aos da restante população. Estas, e outras evidências, sugerem o possível efeito protetor da vitamina D nesta doença e permitiram questionar a hipótese da sua suplementação como terapêutica e/ou profilaxia da EM. A presente monografia visa discutir trabalhos realizados sobre possíveis mecanismos, imunológicos ou outros, da ação da vitamina D sobre a EM. Apesar da controvérsia entre estes e, a necessidade da realização de mais estudos, mantém-se em aberto a hipótese destes doentes virem a usufruir dos benefícios desta vitamina.
The MS is an autoimmune disease that affects the center nervous system, resulting in a progressive myelin destruction and, consecutively, in a delay or impediment of the transmission of the nervous impulse. This pathology affects, predominantly, young adults. It is more common in women and it is associated with a progressive disability that compromises the quality of life of these patients. It is a multifactorial disease resulting from, in addition to genetic and immunological factors, environmental factors including vitamin D deficiency. It has been found that populations living in higher latitudes, where sun exposure and, consequentely, vitamin D levels are reduced, show an increase in the prevalence of MS. It is also found that individuals with MS have lower serum vitamin D levels than the rest of the population. These, and other evidences, suggest the possible protective effect of vitamin D in this disease and made it possible to question the hypothesis of its supplementation as a therapy and/or prophylaxis of MS. This monograph aims to discuss investigations carried out on possible mechanisms, immunological or other, of the action of vitamin D on MS. Despite the controversy between them and the need for further studies, the possibility remains that these patients will take advantage of the benefits of this vitamin.The MS is an autoimmune disease that affects the center nervous system, resulting in a progressive myelin destruction and, consecutively, in a delay or impediment of the transmission of the nervous impulse. This pathology affects, predominantly, young adults. It is more common in women and it is associated with a progressive disability that compromises the quality of life of these patients. It is a multifactorial disease resulting from, in addition to genetic and immunological factors, environmental factors including vitamin D deficiency. It has been found that populations living in higher latitudes, where sun exposure and, consequentely, vitamin D levels are reduced, show an increase in the prevalence of MS. It is also found that individuals with MS have lower serum vitamin D levels than the rest of the population. These, and other evidences, suggest the possible protective effect of vitamin D in this disease and made it possible to question the hypothesis of its supplementation as a therapy and/or prophylaxis of MS. This monograph aims to discuss investigations carried out on possible mechanisms, immunological or other, of the action of vitamin D on MS. Despite the controversy between them and the need for further studies, the possibility remains that these patients will take advantage of the benefits of this vitamin.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92941
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
documento_unico.pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons