Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92886
Title: A visão dos gestores de repositórios. O caso da Universidade de Coimbra
Authors: Miguéis, Ana Eva 
Neves, Bruno 
Keywords: Acesso Aberto; Repositórios Institucionais; Gestores de repositórios; Open Access; Institutional repositories; Repositories managers
Issue Date: 2-Feb-2021
Publisher: Imprensa da Universidade de Coimbra
Serial title, monograph or event: Sob a lente da Ciência Aberta: Olhares de Portugal, Espanha e Brasil
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O Movimento do Acesso Aberto é uma importante referência na transformação do processo de comunicar a ciência. Um dos aspetos mais relevantes que resultou do Movimento do Acesso Aberto foi o aparecimento dos repositórios digitais das instituições universitárias, com o intuito de preservar e maximizar o impacto da investigação realizada, possibilitando novos modelos de investigação e contribuindo para a afirmação identitária das instituições. Os caminhos que se abrem, que se cruzam e que se interpelam não apenas entre aqueles que fazem ciência, mas também entre estes e toda a sociedade, concorrem para a afirmação da Ciência Aberta. Em Portugal, o conjunto das instituições de ensino superior tem acompanhado este Movimento com o apoio do projeto Repositórios Científicos de Acesso Aberto. A criação dos repositórios institucionais foi um importante contributo para a afirmação do Acesso Aberto e o processo de gestão desses repositórios é determinante para a sua valorização e consolidação. Propomo-nos, neste texto, abordar o papel dos gestores dos repositórios, os diferentes aspetos de que se reveste a sua atividade e a importância do seu desempenhado para o desenvolvimento e sustentabilidade dos repositórios institucionais. Como estudo de caso, apresentamos o Estudo Geral, o repositório digital da Universidade de Coimbra.
Open Access Movement is an important achievement to the changes of the process of communicating science. One of the most relevant aspects that resulted from the Open Access Movement was the emergence of the digital repositories of university institutions, with the aim of preserving and maximising the impact of the research carried out, enabling new research models and contributing to the recognition of the institutions. Pathways opened, crossed and questioned not only among those who do science but also between them and society, contribute to the assertion of Open Science. In Portugal, academic institutions have followed this Movement, with the support of the project Repositórios Científicos de Acesso Aberto. The construction of these institutional repositories was an important contribution to the assertion of Open Access and the management process of these repositories is crucial for their enhancement and strengthening. In this contribution, we propose to address the role of the repository’s manager, the different aspects involved and the importance of it’s performance to the development and sustainability of the institutional repositories. As a case study, we present “Estudo Geral”, the repository of the University of Coimbra, Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10316/92886
ISBN: 978-989-26-2022-0
DOI: 10.14195/978-989-26-2022-0_10
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC Bibliotecas - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A visão dos gestores de repositórios. O caso da Universidade de Coimbra.pdf199.48 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

14
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

15
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.