Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92779
Title: Análogos da curcumina como agentes anti-tumorais
Authors: Martins, Tiago Alexandre e Pinto
Orientador: Salvador, José António Ribeiro
Keywords: Curcumina; Antineoplásicos
Issue Date: Jul-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A curcumina é um composto activo extraído do rizoma da Curcuma longa, conhecido pela designação comum de açafrão-da-índia. O açafrão-da-índia é amplamente utilizado no continente asiático como especiaria e também na medicina tradicional. Nos últimos anos, a curcumina tem suscitado grande interesse na comunidade cientifica pela sua acção num variado número de doenças. A sua capacidade de inibir as vias de proliferação e metastização das células cancerígenas torna-a numa molécula com grande potencial na terapia do cancro. Apesar da sua actividade anti-cancerígena, a curcumina revelou problemas de solubilidade e biodisponibilidade. Uma das estratégias adoptadas para ultrapassar este obstáculo passa pelo desenho de estruturas análogas da curcumina, que melhorem a sua biodisponibilidade ao mesmo tempo que mantêm a sua actividade. O trabalho realizado na última década pela comunidade científica já produziu um número bastante significativo de análogos promissores da curcumina, estando ainda a sua grande maioria em fase de estudos pré-clínicos. A identificação de novos análogos activos permite o avanço no desenvolvimento de novas alternativas terapêuticas, e também o maior conhecimento sobre os mecanismos do cancro.
Curcumin is the active compound extracted from rhizome of Curcuma longa, commonly referred to as turmeric. Turmeric is widely utilized in Asia as a spice and also in traditional medicine. In the last few years, curcumin has generated a lot of interest from the scientific community thanks to its activity in a wide range of pathologies. Its ability to inhibit proliferation and metastization of cancer cells has turned it into one of the most promising molecules in cancer therapy. Despite its anti-cancer activity, curcumin showed poor solubility and bioavailability. One strategy adopted to overcome this obstacle is the design of curcumin analogues that improve its bioavailability while preserving its anti-cancer activity. The work done in the last decade by the scientific community has produced a large number of promising analogues. The large majority is still in the preclinical phase of development. Identifying new active analogues allows the progress in developing new alternative therapies, and also a better understanding of cancer biomechanisms.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/92779
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_tiago martins.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.