Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92539
Title: Where are the bones? um método ótico para distinção entre ossos termicamente alterados e escombros
Other Titles: Where are the bones? An optical method to distinguish between thermally altered bones and debris
Authors: Silva, Maria Beatriz Barreiro Gama da
Orientador: Morgado, António Miguel Lino Santos
Ferreira, Maria Teresa dos Santos
Keywords: Antropologia Forense; Alterações térmico-induzidas; Tafonomia; Desastres em massa; Fluorescência; Forensic Anthropology; Heat-induced changes; Taphonomy; Mass disasters; Fluorescence
Issue Date: 21-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Where are the bones? um método ótico para distinção entre ossos termicamente alterados e escombros
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: Atualmente, entre as maiores problemáticas que vivenciamos encontram-se os incêndios e os desastres em massa dos quais decorrem vítimas mortais. Neste âmbito, a Antropologia Forense ajuda na recolha de ossos/fragmentos ósseos e na sua posterior análise, com a finalidade de obter a identificação das vítimas. Contudo, o trabalho destes peritos é árduo nestes contextos em que existe ação do fogo sob os cadáveres, pois os ossos sofrem alterações (a nível de cor, forma e até dimensão) que, mesmo para o mais experiente antropólogo forense, podem suscitar dúvidas quanto à sua natureza (i.e., se é ou não osso). Por este motivo, o momento de recolha no local é deveras importante, sendo essencial coletar a maior quantidade possível de evidências. Como esta análise e recolha é principalmente feita com base na experiência e conhecimentos do perito são inúmeras vezes recolhidos materiais que, mais tarde, se verificam não ser de natureza esquelética. Deste modo, para que a recolha e identificação no local de material esquelético seja mais eficiente, pretendeu-se com este projeto desenvolver um método/técnica que auxilie na diferenciação entre material esquelético e escombros, baseado em propriedades como a refletância e a fluorescência. A amostra utilizada neste estudo inclui ossos humanos queimados, assim como ossos não-humanos queimados e fragmentos de destroços (metal, tecido e outros).Os ensaios realizados a nível da refletância mostraram-se pouco efetivos, na medida em que não se observou um padrão de resposta que permitisse a distinção entre material esquelético e escombros. A deteção de fluorescência foi realizada através de imagem (câmara fotográfica), de espectrometria de fluorescência e de espectroscopia de fluorescência induzida por laser (440 nm). Os resultados a nível da fluorescência foram mais promissores, registando-se respostas positivas em várias amostras, tendo sido os resultados obtidos através das diferentes metodologias concordantes entre si, na sua maioria. Observou-se também que variáveis como as condições de queima (combinação de duração e temperatura) ou até características individuais (patologias, por exemplo) desempenham um papel relevante causando algumas limitações na aplicação desta técnica. Esta dissertação fornece, assim, mais informações sobre a resposta de fluorescência que se pode obter em ossos queimados, complementando a literatura existente neste âmbito. Espera-se que futuramente estes resultados ajudem na criação de instrumentação portátil que possa ser utilizada em campo numa eventual situação de crime ou desastre envolvendo alterações térmicas, e deste modo agilizar o processo de recolha de material esquelético.
Two of the most concerning issues we face today worldwide are bushfires and mass disasters from which result fatal fire victims. Within this scope, Forensic Anthropology’s purpose is to aid the recovery of human remains and analyse them in order to obtain an identification of the victims. Notwithstanding, this is a harsh job, since the bones undergone fire-caused alterations can be unrecognizable and even mistaken for debris. They can get modified in terms of colour, shape and even size to the point that even the most experienced of anthropologists would find it hard to tell if it’s actually bone. Therefore, the moment of collecting evidence at the scene is very important and should be thorough to ensure maximum recovery of the remains.Since the process of recovery is essentially based on the expert’s experience and knowledge, quite often some non skeletal material is collected. In order to make the identification and recovery of skeletal remains more efficient, it’s the aim of this project to develop a method/technique that could help differentiate between skeletal remains and the debris, based on properties as reflectance and fluorescence.The sample used in this study encompasses burnt human bones, as well as burnt non-human bones and burnt debris (like metal, fabric and others). The reflectance experiments revealed to be quite ineffective, since it did not show a response pattern that allowed for a discrimination between skeletal remains and debris.Three techniques were used to detect fluorescence, which include imaging (with a camera), fluorescence spectrometry and laser-induced fluorescence spectroscopy (440 nm). The results for fluorescence were slightly more promising, registering a positive response for several samples, with a general consistency of results between the different methodologies.Nevertheless, variables such as the burning conditions (time and temperature combination) or even individual characteristics (e.g., pathologies) have an important role, causing some limitations to the technique.The present dissertation provides more data about the fluorescence in burnt bones, complementing the existing literature on this topic. It is expected that in the near future the results gathered here will aid in building a portable device that could be used in the field on an eventual fire-altered scenario, and thus facilitate the process of recovery of skeletal material.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Forense apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92539
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação Corrigida Antropologia Forense Beatriz Barreiro Gama da Silva.pdf9.39 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

9
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons