Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89862
Title: ABORDAGENS PARA A GESTÃO DA EMPREGABILIDADE: ESTUDO DE UMA UNIVERSIDADE PORTUGUESA
Other Titles: APPROACHES TO EMPLOYABILITY MANAGEMENT: A STUDY OF A PORTUGUESE UNIVERSITY
Authors: Pinto, Joana Filipa Maia Duarte
Orientador: Oliveira, Teresa Carla Trigo de
Keywords: empregabilidade; carreira; procura ativa de emprego; mercado de trabalho; ensino superior; employability; career; active job search; job market; higher education
Issue Date: 26-Sep-2019
Serial title, monograph or event: ABORDAGENS PARA A GESTÃO DA EMPREGABILIDADE: ESTUDO DE UMA UNIVERSIDADE PORTUGUESA
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: O panorama das sociedades contemporâneas, com as suas diferenças políticas, dificuldades económicas e preocupações socias, levanta questões em torno da empregabilidade dos jovens diplomados. A certeza de que, só a qualificação de nível superior basta para o acesso direto ao mercado de trabalho perde força, enquanto a necessidade de desenvolver outras competências para além do saber teórico, emerge. Em comparação com o passado, o mercado de trabalho atual procura outras valências nos seus colaboradores, procura polivalências, procura competência humana capaz, dotada, versátil. Perante tal certeza, as instituições de ensino superior, nomeadamente as universidades, devem delinear estratégias de gestão que procurem satisfazer não só as necessidades do mercado, como as expectativas da sua população educacional, cada vez mais exigente, mais dinâmica e consciente dos seus objetivos futuros, tanto a nível pessoal como profissional. Consciente da importância que a empregabilidade e a preocupação de “ser empregável” tem na vida dos estudantes, principalmente para os estudantes finalistas ou recém-diplomados, esta dissertação debruça-se nas narrativas em torno das práticas de gestão da empregabilidade, tentando perceber quais as abordagens que uma universidade pública portuguesa considera, para que possa proporcionar aos seus estudantes, sucesso na transição da universidade para o mercado de trabalho. Para que isto aconteça as suas políticas e práticas de gestão devem ser pensadas e adotadas por colaboradores comprometidos com a organização e sensíveis às necessidades e preocupações dos estudantes, criando sinergias para que ao currículo académico do estudante finalista possam ser anexadas outras competências para além das competências técnicas. Com o objetivo de encontrar considerações fidgnas e pertinentes, a amostra do estudo centrou-se nos responsáveis/diretores pelos gabinetes de empregabilidade, estágios e saídas profissionais da universidade, onde foram recolhidos testemunhos reais de colaboradores que detêm a responsabilidade e formação técnica necessária para a promoção da empregabilidade e sensibilização para o desenvolvimento das atitudes dos estudantes para a promoção das competências técnicas e competências relacionais. Os testemunhos dos participantes foram obtidos através de nove entrevistas semiestruturadas, áudio-gravadas e posteriormente transcritas, posteriormente analizadas, encontrando assim uma associação plena com grelha de leitura, o que resultou em conclusões em torno das abordagens para a gestão da empregabilidade. A análise qualitativa realizada, através do conteúdo das entrevistas, contou com o auxílio do software MAXQDA, para esquematizar as códigos de análise, fundamentando-a com excertos do discurso dos participantes, percebendo assim que atitudes para o desenvolvimento das competências técnicas e relacionais perante as políticas e práticas de gestão, estão a ser transmitidas e qual o seu nível de comprometimento (afetivo, normativo, indiferente), para que o suporte organizacional e o comprometimento da organização sejam percebidos pelos estudantes, uma vez que, estudantes mais capacitados social, cívica e intelectualmente, estão mais predispostos a atingir os seus objetivos de carreira. Resultados apresentados sugerem que é necessário o investimento por parte da organização, neste caso a universidade, em práticas efetivas para o desenvolvimento tanto de competências técnicas como relacionais, contribuindo assim não só para o sucesso dos seus objetivos de carreira como com o sucesso da própria organização.
The panorama of contemporary societies, with their political differences, economic difficulties and social concerns, raises questions around the employability of young graduates. The certainty that only higher education qualifies for direct access to the labor market loses strength, while the need to develop skills other than theoretical knowledge emerges. Compared with the past, the current job market is looking for other skills in its employees, looking for versatility, looking for capable, gifted, versatile human competence. Given this certainty, higher education institutions, particularly universities, should devise management strategies that seek to meet not only the needs of the market, but also the expectations of their increasingly demanding, more dynamic and aware of their future goals, both personally and professionally. Conscious of the importance that employability and the concern of “being employable” has in students' lives, especially for finalists or recent graduates, this dissertation focuses on the narratives around employability management practices, trying to understand which approaches that a Portuguese public university considers so that it can provide its students with success in the transition from the university to the labor market. In order for this to happen, their management policies and practices must be designed and adopted by staff committed to the organization and responsive to students' needs and concerns, creating synergies so that competencies other than those of the finalist student can be attached to them. techniques. In order to find relevant and pertinent considerations, the study sample focused on those responsible / directors for the university's employability offices, internships and professional exits, where real testimonies were collected from employees who have the responsibility and technical training necessary for promoting employability and raising awareness of students' attitudes towards the promotion of technical and relational skills. The participants' testimonies were obtained through nine semi-structured interviews, audio-recorded and later transcribed, later analyzed, thus finding a full association with reading grid, which resulted in conclusions about employability management approaches. The qualitative analysis performed, through the content of the interviews, had the help of the MAXQDA software to outline the analysis codes, based on excerpts from the participants' discourse, thus realizing that attitudes towards the development of technical and relational skills towards management policies and practices are being transmitted and what is their level of commitment (affective, normative, indifferent), so that the organizational support and the commitment of the organization are perceived by the students, since more capable students social, civic and intellectually, they are more likely to achieve their career goals. Present results suggest that the organization needs to invest, in this case the university, in effective practices for the development of both technical and relational skills, thus contributing not only to the success of its career goals but also to the success of the organization itself.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/89862
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
MG_EMPREGABILIDADE.pdf2.32 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

3
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

1
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons