Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/89748
Title: Onde estão os Estados Unidos? Uma análise construtivista da política ambiental norte-americana no período de 1989-2019
Other Titles: Where are the United States? A constructivist foreign policy analysis on US environmental policy between 1989-2019
Authors: Henriques, Diogo Videira Duarte
Orientador: Fazendeiro, Bernardo da Silva Relva Teles
Keywords: Política Externa; Ambiente; EUA; Polarização; Alterações Climáticas; Foreign Policy; Environment; USA; Polarization; Climate Change
Issue Date: 9-Sep-2019
Serial title, monograph or event: Onde estão os Estados Unidos? Uma análise construtivista da política ambiental norte-americana no período de 1989-2019
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Esta tese procura fazer uma análise de política externa investigando os fatores que influenciam a discussão ambiental norte americana, examinando a história recente da política externa ambiental norte-americana e procurando compreender as razões para a aparente apatia dos Estados Unidos da América relativamente à crise ambiental. A análise estende-se ao longo de oito mandatos presidênciais, de 1989 a 2019 e de George H. W. Bush a Donald Trump, levando em conta posições dos presidentes, ambiente político interno e externo, opinião pública, imprensa, e valores de emissões de CO2. As conclusões alcançadas são que existe um fenómeno de polarização partidária relativo à ameaça climática. A polarização toma forma de crença em normas contraditórias entre os membros dos dois principais partidos, democratas sendo favoráveis a ação ambiental e republicanos opondo-se. Este fenómeno é reportado em todos os níveis de análise, desde presidência a votante médio. Os resultados destas normas contraditórias são a estagnação jurídica a nível de regulação interna e a prossecução de acordos não vinculativos legalmente, quanto a objetivos ou políticas específicas, e nos quais as regras se aplicam de forma igual a todos os membros dos acordos. A constituição destas normas é também analisada, concluído que a norma pró-ambiental deriva interiorização da autoridade da comunidade científica mundial sobre as alterações climáticas, e a norma anti-ambiental resultado de discursos e posicionamentos públicos promovidos por interesses relacionados com as indústrias de combustíveis fósseis.
This thesis proposes to do a foreign policy analysis, investigating arenas that influence US environmental policy. I examine the recent history of US foreign environmental searching to understand what leads to US being a laggard in relation to climate action. The analysis is guided by the mandates of eight US presidents, from George H.W. Bush to Donald Trump going from 1989 to 2019. It will take in consideration, presidential positionings and speeches, internal and foreign policy environment, public opinion, media coverage and CO2 emissions. It concludes that there is a central phenomenon, political polarization, that constricts US action on climate change. Polarization is shaped in two contradictory beliefs held by the members of the two main parties, democrats supporting climate action and republicans opposing. This phenomenon has been recorded at all levels of analysis from the presidency to regular voters supporting each party. The result of such contradictory norms is policy stagnation on internal environmental regulation and, at the foreign policy level, a pursue of agreements that are non legally binding in the way of policies or compromises, and that it is universal in the sense that both developed and developing nations pledge to reduce emissions. It also analyses the constitution of these two norms concluding that pró-environmental norm derives from the internalization of messages from the international and scientific communities about climate change, and the anti-environmental norm results from influences positionings from conservative interests, connected with fossil fuel industries.
Description: Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais - Estudos da Paz, Segurança e Desenvolvimento apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/89748
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
VideiraDiogoTese.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

31
checked on Sep 24, 2020

Download(s)

16
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons