Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/86354
Title: As recriações históricas em Portugal : viagem medieval em terra de Santa Maria
Authors: Reis, Roberto Carlos Pinto dos 
Orientador: Santos, Norberto Pinto dos
Keywords: Turismo; Recriação histórica; Eventos; Santa Maria da Feira; Viagem Medieval; Portugal
Issue Date: 23-Nov-2018
Publisher: [s.n.]
Abstract: No âmbito do meu doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura pela Universidade de Coimbra, desenvolvi um estudo sobre o impacto das recriações históricas em Portugal, especialmente a Viagem Medieval em Terra de Santa Maria. A recriação histórica tem tido uma grande expansão nos últimos anos em Portugal, o que justifica o debate sobre este fenómeno - tanto para um melhor conhecimento intrínseco como para a disseminação dos instrumentos associados. Numa altura em que as autarquias portuguesas estão a ganhar uma crescente consciência do seu património turístico cultural, e de que a memória coletiva da região, consciente ou inconscientemente, pretende ser notada, é urgente fazer algumas perguntas. Nos dias de hoje, aproveitar essa “modalidade” cultural, que pode ter várias valências - no turismo ou na cidadania - de forma sustentável, pode ser importante para ajudar certas áreas geográficas, ricas em história, mas sem grande fator produtivo, a desenvolverem-se. Entender a necessidade do envolvimento da comunidade local, consciencializando-a para a importância de sua história e como esta, tornando-se um produto de qualidade, pode ser benéfica para todos, pode ser mais uma ferramenta para o desenvolvimento de vários setores da região. O objetivo deste trabalho, através de um estudo comparativo de várias recriações históricas medievais em Portugal, é compreender o seu impacto: se são criados empregos sazonais ou permanentes, se se gera riqueza, se envolvem mobilidade demográfica, e se têm um impacto económico decisivo para o desenvolvimento de uma determinada comunidade, nomeadamente de Santa Maria da Feira. O estudo que estamos a desenvolver permitirá a obtenção de um instrumento que será de grande utilidade para os Municípios, a fim de impulsionar os vários eventos de recriação que têm sido desenvolvidos ao longo dos anos. Durante o estudo, teremos alguns momentos importantes: uma revisão da literatura através da leitura de 63 títulos, a apresentação de inquéritos a visitantes, recriadores e artesãos durante as edições de 2015 e 2016 da Viagem Medieval. Como estudo de caso, escolhemos Santa Maria da Feira, que é reconhecida por participantes e visitantes como o mais importante evento de recriação em Portugal. Em 2015 e 2016, foram realizados inquéritos a visitantes, participantes e residentes durante a Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, com a relação de tamanho da população com a amostra (tabela a 95%) e o erro aceite no desvio padrão a 0,1): Visitantes: 384 - Participantes - 278, Residentes - 383. Esta pesquisa pretende avaliar diversas características, nomeadamente compreender a dispersão geográfica do evento e o seu impacto econômico, grau de satisfação e sugestões de melhoria de desempenho. O objetivo é comparar os resultados nos anos de 2015 e 2016. Este trabalho é também uma reflexão sobre as relações e dinâmicas que podem ser estabelecidas entre Turismo, Património Cultural, História, Planeamento e Preservação. Destacaremos as recriações históricas, a renovação urbana e o sonho de um parque temático para aproveitar melhor o património de Santa Maria da Feira, uma vez que o Turismo é uma das atividades que ajudam a obter resultados relevantes em termos de preservação da memória e identidade, apresentando aos turistas e/ou visitantes a essência e os significados do património local. Por sua vez, a dinâmica obtida permitiu à cidade regenerar o seu Centro Histórico, Vale do Rio Cáster e a Quinta do Castelo. Santa Maria da Feira, pelo seu património, tradição histórica e os numerosos eventos que organiza em torno de recriações históricas, e após as várias obras de renovação urbana estimuladas por esses eventos, é um local privilegiado para a possível implementação de um parque temático. Como conclusão, podemos dizer que atualmente o investimento em parques temáticos é válido, uma vez que, juntamente com o turismo temático, estes geralmente criam novas sinergias nas regiões ou localidades em que estão instalados e podem ser usados para rejuvenescer os destinos turísticos tradicionais, pois atraem novos segmentos de mercado, melhoram a imagem desses destinos e diversificam a sua oferta.
Under the scope of my PhD in Tourism, Leisure and Culture at the University of Coimbra, I developed a study on the impact of historical re-enactments in Portugal, especially The Medieval Journey in Santa Maria da Feira. Historical re-enactment has expanded greatly in recent years in Portugal, which justifies the debate about this phenomenon - both for a better intrinsic knowledge and for the dissemination of the associated instruments. In a time when local Portuguese government is becoming increasingly aware of its tourism and cultural heritage, and of what the collective memory of the region, consciously or unconsciously, intends to get noticed, it is urgent to ask some questions. These days, taking advantage of this cultural "modality", which can have several valences - in tourism or citizenship - in a sustainable way, can be important to help certain geographic areas, rich in history but without great productive factor, to develop and the according of International Year of Sustainable Tourism for Development. Understanding the need for the involvement of the local community, by raising awareness of the importance of its history and of how, by making it a quality product, it can become beneficial for all, can be another tool for the development of various sectors of the region. The aim of this work, through a comparative study of various historic medieval re-enactments in Portugal, is to understand their impact: whether seasonal or permanent jobs are created, if wealth is generated, whether demographic mobility is involved, and if they have an economic impact which is decisive for the development of a certain community, particularly Santa Maria da Feira. The study which is being developed will allow us to obtain an instrument that will be of great utility for the Municipalities, in order to boost the various re-enactment events that have been developed over the years. During the study we will have some important moments: a review of the literature through the reading of 63 titles, the submission of surveys to visitors, reenactors and craftsmen during the Medieval Journey of 2015 and 2016. As a case study, we chose Santa Maria da Feira, which is recognized by participants and visitors as the most important re-enactment event in Portugal. In 2015 and 2016, surveys were conducted on visitors, participants and residents during the Medieval Journey in the Land of Santa Maria, with the population size relation with the sample (table at 95%) and the accepted error in standard deviation at 0,1): Visitors: 384 - Participants - 278, Residents - 383. This survey intends to assess several features, namely to understand the event's geographic dispersion and the economic impact, the degree of satisfaction as well as suggestions for performance improvement. The aim is to compare results in the years 2015 and 2016. This work is also a reflection on the relationships and dynamics that can be established between Tourism, Cultural Heritage, History, Planning and Preservation. We will highlight historical re-enactments, urban renewal and the dream of a theme park in order to make better use of the Santa Maria da Feira's heritage, since Tourism is one of the activities that help to obtain relevant results regarding the preservation of memory and identity, by presenting tourists and / or visitors with the essence and meanings of local heritage. In turn the dynamics obtained allowed the city to regenerate its Historic Centre, the Valley of the Caster River, and the Castle Farm. Santa Maria da Feira, for its heritage, historical tradition and the numerous events it organizes around historical re-enactments, and after the various works of urban renewal stimulated by those events, is a privileged place for the possible implementation of a theme park. As a conclusion, we can say that presently the investment in theme parks is a valid one, since, together with thematic tourism, they generally create new synergies in the regions or localities in which they are installed and can be used to rejuvenate traditional tourist destinations, since they attract new market segments, enhance the image of those destinations and diversify their offer.
URI: http://hdl.handle.net/10316/86354
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Teses de Doutoramento
FLUC Geografia - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

58
checked on May 22, 2019

Download(s)

32
checked on May 22, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.