Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/84410
Title: Papel da inflamação crónica e do sistema imunitário no controlo da metastização pulmonar do melanoma no contexto de obesidade
Other Titles: Role of chronic inflammation and the immune system in the control of pulmonary melanoma metastasis, in the context of obesity
Authors: Fonseca, Magda Sofia Pereira da Costa 
Orientador: Moreira, João Nuno Sereno Almeida
Lino, Raquel Ângela Silva Soares
Keywords: : Melanoma; Metástases; Obesidade; Mastócitos; Macrófagos alveolares; Melanoma; Metastases; Obesity; Mast cells; Alveolar macrophages
Issue Date: 12-Oct-2018
Serial title, monograph or event: Papel da inflamação crónica e do sistema imunitário no controlo da metastização pulmonar do melanoma no contexto de obesidade
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
Abstract: A obesidade é considerada um fator de risco para o aparecimento de melanoma maligno. Um dos órgãos para o qual os melanócitos tumorais apresentam maior tropismo é o pulmão. A resposta imunológica pulmonar é um dos fatores-chave que modula a metastização, estando muita investigação a ser feita nesse âmbito. Resultados recentes sugerem que a metastização pulmonar do melanoma está reduzida em animais obesos. Pretendeu-se investigar esta questão, analisando a influência da obesidade em dois componentes muito importantes no controlo da metastização: a inflamação crónica, associada ao excesso de tecido adiposo, e o sistema imunitário pulmonar. Analisaram-se metástases e parênquima pulmonar de ratinhos C57Bl6/J obesos (submetidos a dieta gorda) e não obesos. Começou-se por quantificar a proliferação e a apoptose nas metástases, tendo-se observado que estas encontram-se, predominantemente, em latência metabólica, quer em animais obesos quer normoponderais. Foram quantificados, seguidamente, os focos inflamatórios e os mastócitos pela coloração de Giemsa, tendo-se observado que os animais obesos apresentam um estado inflamatório latente mais evidente, com maior número de mastócitos no seu parênquima, mas menor nas metástases. Para melhor caracterizar a interação melanoma-macrófagos alveolares no pulmão, foram realizados ensaios em culturas celulares de macrófagos RAW 264.7 e de melanoma B16F10, em meio condicionado de adipócitos 3T3L1, tendo-se verificado que o meio condicionado de 3T3L1 reduz a viabilidade de ambos os tipos celulares e contribui muito pouco para a repolarização das RAW 264.7 quando ativadas pelo LPS de E.coli. Os resultados obtidos sugerem que a obesidade reduz a metastização pulmonar do melanoma através da redistribuição da população imunológica local e do efeito da inflamação latente.
Obesity is considered a risk factor for the appearance of malignant melanoma. One of the organs for which tumor melanocytes present the greatest tropism is the lung. The pulmonary immune response is one of the key factors that modulate metastasis, with much research to be done in this area. Recent results suggest that lung metastasis of melanoma is reduced in obese animals. The aim of this study was to investigate the influence of obesity on two very important components in the control of metastasis: chronic inflammation, associated with excess adipose tissue, and the pulmonary immune system. Metastases and lung parenchyma of obese C57Bl6/J (fat diet) and non-obese mice were analyzed. It was begun by quantifying the proliferation and apoptosis in the metastases, being observed that these are predominantly in metabolic latency, in both obese and normoponderal animals. The inflammatory foci and mast cells were, then, quantified by Giemsa staining. Obese animals had a more evident latent inflammatory state, with a higher number of mast cells in their parenchyma, but lower in metastases. In order to better characterize the melanoma-alveolar macrophages interaction in the lung, assays were performed on cell cultures of RAW 264.7 macrophages and B16F10 melanoma in conditioned medium of 3T3L1 adipocytes. The conditioned medium of 3T3L1 was found to reduce the viability of both cell types and contributes very little to the repolarization of RAW 264.7 when activated by LPS of E.coli. The results suggest that obesity reduces lung metastasis of melanoma through redistribution of the local immunological population and the effect of latent inflammation.
Description: Dissertação de Mestrado em Biotecnologia Farmacêutica apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/84410
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
combinepdf (1) magda final.pdf1.46 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

518
checked on Sep 29, 2022

Download(s) 50

473
checked on Sep 29, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons