Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/84286
Title: Educação para a Saúde: Intervenção e investigação com públicos vulneráveis
Other Titles: Health education: Intervention and research with vulnerable publics
Authors: Martins, Joana Raquel Fernandes 
Orientador: Pinheiro, Maria Rosário Carvalho Nunes Manteigas Moura
Anjos, Paulo Alexandre Ferreira dos
Keywords: Educação para a Saúde; Públicos vulneráveis; Prevenção de comportamentos de risco; Redução de riscos; Abordagem de proximidade; Health Education; Vulnerable publics; Risk behaviors prevention; Risk reduction; Proximity approach
Issue Date: 18-Oct-2017
Abstract: A Organização Mundial de Saúde (OMS) entende a Saúde como um estado de integrado de bem-estar físico, mental e social e não somente a ausência de doença ou enfermidade. De modo a conseguir alcançar este estado de bem-estar, os indivíduos e grupos devem ser capazes de identificar as suas aspirações, procurando satisfazer as suas necessidades e modificando favoravelmente o meio ambiente. Contudo, existem diversos fatores sociais, biológicos, comportamentais, culturais, económicos e ambientais que afetam diferenciadamente o estado de saúde dos indivíduos e das populações (OMS, 1986). Neste alinhamento, as ações de promoção da saúde têm como objetivo reduzir as desigualdades no estado de saúde da população, procurando assegurar oportunidades e recursos igualitários que capacitem todas as pessoas a realizarem completamente o seu potencial de saúde. Para tal devem ser assegurados ambientes favoráveis, acesso à informação, experiências, habilidades na vida e oportunidades que permitam fazer escolhas por uma vida mais saudável (OMS, 1986). Ao longo do presente relatório de estágio são descritas diversas ações, que tiveram como finalidade promover a saúde de públicos considerados vulneráveis. Foram realizadas ações de informação e sensibilização junto de estudantes universitários, que são considerados um grupo vulnerável, pois é neste contexto que muitos jovens iniciam e outros aumentam o consumo de substâncias psicoativas (SPA). Por sua vez, esses consumos estão associados a vários comportamentos de risco, nomeadamente, acidentes rodoviários, relações sexuais desprotegidas, intoxicação aguda alcoólica e violência. Neste âmbito foi desenvolvido um trabalho de parceria entre a Associação Existências e o Gabinete de Apoio ao Estudante da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, assente em dois grandes eixos: (i) na implementação de atividades de prevenção universal e seletiva, com o objetivo de capacitar os jovens na identificação, evitamento e redução de comportamentos de risco e (ii) na investigação sobre os comportamentos de risco e proteção em contexto recreativo noturno, divulgando os resultados junto da comunidade académica. Conjugando estes dois eixos apresentamos: (i) a intervenção e investigação desenvolvidas no âmbito do Projeto “Há Noites Assim”, um projeto de informação e sensibilização sobre comportamentos de risco em contexto recreativo noturno; (ii) a organização do evento “Intervenções em Saúde – Seminário de Projetos”, destinado a apresentar os vários projetos desenvolvidos e implementados pela Associação Existências no âmbito da proteção e da promoção da saúde; (iii) a dinamização da Semana da Saúde da FPCEUC, cuja finalidade é promover a saúde e a educação para a saúde nas suas diversas dimensões, promover oportunidades de adoção de estilos de vida saudáveis e da qualidade de vida dos estudantes universitários.Noutro contexto, as ações de promoção de saúde descritas incidiram em pessoas trabalhadoras do sexo e utilizadoras de drogas, que são também consideradas um público vulnerável face aos vários riscos associados às suas práticas, nomeadamente o risco da infeção pelo VIH/SIDA e outras IST e por não recorrerem aos serviços de saúde, permanecendo “escondidas” e de difícil acesso. Neste sentido, apresenta-se a intervenção psicossocial e socioeducativa em saúde realizada pela Associação Existências no âmbito do Projeto “Adão e Eva”, que nos seus giros de rua garante, através de numa abordagem de proximidade, uma intervenção individual e comunitária, que procura dar resposta às necessidades de proteção, prevenção e resolução de problemas, no âmbito dos seus comportamentos sexuais de risco e de consumo de SPA. Ao longo deste trabalho damos conta das diversificadas intervenções de uma equipa transdisciplinar, que funciona não como uma equipa de especialistas em diversas áreas, mas como uma equipa especializada em problemas, pelo que centrada num modo de atuação articulado (em relação a objetivos, processos e resultados) entre todos os seus profissionais e na qual existe lugar para o profissional das Ciências da Educação.
The World Health Organization (WHO) views health as a state of physical, mental and social well-being, and not only as the absence of illness or disease. In order to achieve this type of well-being, the individuals and groups need to be able to identify their aspirations, seeking the satisfaction of their needs and favorably modifying the environment. However, there is a number of social, biological, behavioral, cultural, economic and environmental factors that have different impacts in the state of health of individuals and populations (WHO, 1986). In this scope, health promotion actions aim to reduce inequalities in the health status of the population, seeking to ensure equal opportunities and resources that enable all people to fully attain their health potential. For this, favorable environments, accessible information, life experiences, skills and opportunities to make choices for a healthier life must be ensured (WHO, 1986). Throughout this internship report, several actions that had the purpose of promoting the health of vulnerable publics were described.The aforementioned information and awareness actions were developed among university students - considered as a vulnerable group, since it is in this context that many young people start and/or increase the consumption of psychoactive substances (PAS). In turn, these consumptions are associated with several risk behaviors such as road accidents, unprotected sex, acute alcohol intoxication and violence. Under this line, a partnership between Associação Existências and the Office of Student Support of the Faculty of Psychology and Educational Sciences of the University of Coimbra was developed. This corporation was based on two main axes: (i) in the implementation of universal and selective prevention activities, with the objective of enabling young people to identify, avoid and reduce risk behaviors and (ii) in the investigation of risk and protection behaviors in the nocturnal recreational context, disseminating the results to the academic community. Combining these two axes we present: (i) the intervention and investigation developed in the framework of the project “Há Noites Assim” (There are nights like this), an information and awareness project on risk behaviors in the night recreation context; (ii) the organization of the scientific event “Intervenções em Saúde – Seminário de Projetos” (Health Interventions – Projects Seminary), designed to present the various projects developed and implemented by the Associação Existências in the scope of protection and promotion of health; and (iii) the organization of the “Semana da Saúde” (Health Week) which purpose was to promote health and health education in its various dimensions, the adoption of healthy life styles and the quality of university students’ life. In another context, the described health promotion actions have focused on sex workers and drug users, who are also considered as a vulnerable public due to the various risks associated with their practices, namely, the risk of HIV/AIDS and other STI infections and the lack of use of health services, what makes these publics remain “hidden” and difficult to access. In this sense, the psychosocial and socioeducative health intervention carried out by the Associação Existências in the ambit of the “Adão e Eva II” project guarantees an individual and community intervention that seeks to respond to the needs of protection, prevention and problem solving, in the context of their sexual risk behavior and PAS consumption, using street turns and proximity approach. Throughout this work we are able to take account of the diversified interventions of a transdisciplinary team that functions not as a team of specialists in different areas but as a team specialized in problems, being characterized by an articulated way of acting (in relation to objectives, processes and results) among all its professionals and in which there is room for the professional of the Sciences of Education.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Ciências da Educação apresentado à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/84286
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
relatorio final_Joana Raquel.pdf3.14 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

198
checked on Jun 26, 2019

Download(s) 50

171
checked on Jun 26, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons