Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/841
Title: Alterações circulatórias na artropatia degenerativa do joelho - disfunção linfática articular
Authors: Albuquerque, António José Mamede de 
Keywords: Cirurgia (Ortopedia)
Issue Date: 1991
Citation: ALBUQUERQUE, António José Mamede de - Alterações circulatórias na artropatia degenerativa do joelho - disfunção linfática articular. Coimbra : [ed. aut.], 1991. P. 209.
Abstract: O autor, após uma breve revisão teórica sobre a importância do meio ambiente articular na manutenção da homeostasia da articulação, descreve a metodologia utilizada no estudo das alterações circulatórias da artropatia degenerativa do joelho. Dá particular relevo à função linfática articular. Sendo os linfáticos articulares inacessíveis à linfografia convencional, utilizou a línfocintigrafia articular no estudo da drenagem linfática articular. Os resultados obtidos experimentalmente, no cão, com a injecção intra-articular de dextrano marcado com 99m Tc (P.M. 70 000), permitiram-lhe verificar que a concentração de actividade no tecido linfático atingiu 9000 vezes a concentrada na mesma quantidade de sangue. Demonstrou assim que o dextrano 70000, utilizado nas condições ensaiadas, era propício a estudos quantificados do sistema linfático. O dextrano 70 000 marcado com 99m Tc usado intra-articularmente no joelho humano permitiu-lhe provar a existência de uma disfunção linfática articular na artropatia degenerativa do joelho. Os valores que obteve evidenciam um aumento da retenção articular e um acréscimo da acumulação ganglionar do produto radioactivo nesta situação patológica, proporcional à gravidade da artropatia. Com a metodologia utilizada não lhe foi possível estabelecer qualquer correlação estatisticamente significativa entre os dados da linfocintigrafia articular e os da angiocintigrafia das regiões epifisárias dos joelhos. Os resultados experimentais obtidos mostraram uma correlação significativa entre os valores flebocintigráficos (intra-ósseos da epífise proximal da tíbia) e as quantificações da linfocintigrafia articular (acumulação inguinal) nos doentes com formas unilaterais de artropatia degenerativa do joelho. Procedendo à comparação dos dados do estudo bioquímico dos fluidos articulares com os valores linfocintigráficos articulares, quantificados às 24 horas, evidenciou o facto de um aumento da proteina total dos líquidos articulares coexistir, na grande maioria dos casos, com retenção articular e acumulação inguinal patológica do dextrano marcado com 99m Tc. Verificou, experimentalmente, a existência de uma correlação significativa entre o aumento da acumulação inguinal do dextrano marcado, injectado nos joelhos patológicos, e o acréscimo da fibrose objectivada nos estudos morfométricos da sinovial dos mesmos doentes.
URI: http://hdl.handle.net/10316/841
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 5

1,562
checked on Jul 7, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.