Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/83947
Title: Vinculação, perceção de risco de infeção por VIH e envolvimento em comportamentos sexuais de risco: O papel mediador da regulação emocional
Other Titles: Attachment, perceived risk of HIV infection and engagement in sexual risk behaviours: The mediation role of emotion regulation
Authors: Rodrigues, Catarina Rosário Almeida 
Orientador: Pereira, Marco Daniel de Almeida
Canavarro, Maria Cristina Cruz Sousa Portocarrero
Keywords: vinculação; perceção de risco; comportamentos sexuais de risco; VIH; regulação emocional; attachment; perceived risk; sexual risk behaviours; HIV; emotion regulation
Issue Date: 16-Oct-2017
Serial title, monograph or event: Vinculação, perceção de risco de infeção por VIH e envolvimento em comportamentos sexuais de risco: O papel mediador da regulação emocional
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: A vinculação tem um papel importante no desenvolvimento da sexualidade humana, sendo igualmente relevante na previsão de atitudes e comportamentos sexuais. Neste sentido, torna-se importante avaliar a vulnerabilidade dos indivíduos para se envolverem em comportamentos sexuais de risco, assim como verificar se estes têm uma maior ou menor perceção de risco de contrair uma doença sexualmente transmissível (DST), nomeadamente a infeção VIH. Porém, a literatura nesta área é ainda escassa e as associações encontradas não têm sido consistentes. Os objetivos do presente estudo consistiram em avaliar a associação entre as representações de vinculação, a perceção de risco de infeção por VIH e o envolvimento em comportamentos sexuais de risco. A avaliação do papel da regulação emocional nas associações anteriormente descritas, bem como explorar se estas associações são moderadas pelo género, são também objetivos deste estudo e representam a sua principal contribuição inovadora. A amostra deste estudo transversal foi constituída por 616 individuos da população geral (75.5% do sexo feminino), recrutados através de um questionário online. O protocolo de avaliação incluiu questionários de autorresposta que avaliavam dados sociodemográficos e relativos à história sexual, a perceção de risco (Escala de Risco Percebido de Infeção por VIH), representações de vinculação (Experiências em Relações Próximas – Estruturas Relacionais) e regulação emocional (Questionário de Regulação Emocional). Os resultados revelaram que mais de metade dos participantes que se envolveram em relações sexuais nos últimos três meses (80.2%), não utilizaram preservativo (62.7%), apesar de a maior parte o ter feito com um(a) parceiro(a) regular (92%). Os resultados indicaram ainda que maior ansiedade e evitamento se associaram significativamente a maior perceção de risco de infeção por VIH e que, globalmente, as representações de vinculação não se traduzem num maior envolvimento em relações sexuais desprotegidas. A regulação emo-cional não mostrou ter um papel mediador nas associações anteriormente mencionadas. De igual modo, não se verificou uma mediação moderada pelo género. Os resultados deste estudo evidenciam a relevância de criar novas políticas de sensibilização e intervenções psicológicas que contribuam para uma consciencialização crescente da importância do uso de contraceção nas relações sexuais e dos perigos inerentes às práticas sexuais inseguras.
Attachment has an important role in human sexuality, being equally relevant in the prediction of sexual attitudes and behaviours. Thus, it is important to asses the individuals’ vulnerability to engage in risky sexual behaviours, as well as to examine if they have a greater or lesser perceived risk of contracting a sexually transmitted disease (STD), namely HIV infection. Nevertheless, the literature in this area is still limited and the associations have not been consistent. The aims of this study were to assess the association between attachment representations and perceived risk of HIV infection and the engagement in sexual risk behaviours. The analysis of the role of emotion regulation on the described associations, as well as whether these associations were moderated by gender, were also aims of this study and represent an innovative contribution. The sample of this cross-sectional study comprised 616 participants of the general population (75.5% female), who were recruited through an online survey. The assessment protocol included a set of self-report questionnaires, which assessed socio-demographic data and information related to sexual history, perceived risk (Perceived Risk of HIV Scale), attachment representations (Experiences in Close Relationships – Relationship Structures) and emotion regulation (Emotion Regulation Questionnaire). The results of this study revealed that more than half of the participants who engaged in sexual relations in the last three months (80.2%), did not use a condom (62.7%), although most have done it with a regular partner (92%). The results also showed that higher attachment-related anxiety and avoidance were significantly associated with a higher perceived risk of HIV infection and that, overall, the attachment representations were not associated a higher engagement in unprotected sex. Emotion regulation was not found to have a mediation role in the association between attachment, perceived risk of HIV infection and engagement in sexual risk behaviours. In addition, it was not found a moderated mediation by gender. The results of this study underscore the importance of creating new awareness politics and psychological interventions that contribute to a growing consciousness of the importance of using contraception in sexual relationships and the inherent threats of unsafe sexual practices.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/83947
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação_CR_Final.pdf681.29 kBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s) 50

377
checked on Sep 22, 2020

Download(s) 50

336
checked on Sep 22, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons