Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82544
Title: Medical students' conception of elder abuse
Other Titles: Concepção dos estudantes de medicina sobre abuso de idosos
Authors: Moreira, Ana Catarina Fernandes 
Orientador: Santos, César Cunha Lares dos
Vieira, Duarte Nuno Pessoa
Keywords: Maus-tratos ao idoso; Perceção; Profissional de saúde; Alunos; Questionários; Elder Abuse; Awareness; Health personnel; Students; Questionnaire
Issue Date: 22-Mar-2018
Serial title, monograph or event: Medical students' conception of elder abuse
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: O papel dos profissionais de saúde em diagnosticar e gerir o abuso de idosos tem sido destacado por muitos autores, no entanto muitos destes casos continuam sub-diagnosticados e subestimados. Foi também reconhecida a importância de treinar e educar profissionais. Este estudo tem como objetivo investigar a sensibilização e o conhecimento dos alunos em aspetos selecionados sobre abuso de idosos e procurar eventuais diferenças entre os que iniciam e os que terminam o curso, que podem ser atribuídas à formação académica.Materiais e métodos: Um questionário foi desenvolvido e distribuído pelos alunos do 1º e 6º ano da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Portugal. Os dados adquiridos incluíram parâmetros relacionados com características sociodemográficas, epidemiológicas, de gestão e intervenção, de educação teórica e prática sobre este assunto e da análise de um caso fictício (com base numa versão modificada do Questionário de Cenário de Cuidador). A amostra consistiu em 261 alunos de ambos os anos.Resultados: Quase todos os estudantes (96,9%) consideraram que é importante para a sua prática clínica futura a abordagem deste tema na sua formação médica. A maioria dos alunos do 6º ano (87,7%) sentiram que precisavam de uma abordagem mais profunda do que a que lhes foi dada. A maioria dos estudantes do 6º ano acreditava que os profissionais de saúde são obrigados a denunciar todas as suspeitas de abuso e se o idoso descrever abuso. Os alunos do 6º ano poderiam ser considerados mais conscientes e com mais conhecimento sobre outros aspetos de abuso de idosos. Importante ressalvar a grande proporção de estudantes do 6º ano que responderam que não se sentiam preparados para diagnosticar ou gerir casos de abuso de idosos (73,6% versus 64,1% e 82,6% versus 65,7%, respetivamente).Discussão: Embora os estudantes do 6º ano estejam mais sensibilizados para abuso de idosos, nomeadamente no que se refere ao diagnóstico e gestão destes casos, comparativamente aos alunos do 1º ano, ambos os grupos revelaram incerteza sobre se eram obrigados a relatar todos os casos de abuso de idosos e sentiram que precisavam da certeza absoluta do abuso antes de o relatar, fatores estes que foram alguns dos identificados como responsáveis pela diminuta denúncia por profissionais de saúde. No geral, parece haver uma necessidade de uma educação mais profunda para aumentar a confiança do (futuro) profissional.Conclusões: Este estudo revelou que os futuros profissionais de saúde parecem conscientes da importância do abuso de idosos, no entanto, sendo de particular relevância, os alunos do 6º ano não se encontravam preparados para gerir estes casos e reconheceram que é necessária mais formação sobre este assunto.
Introduction: The role of health professionals on diagnosing and managing elder abuse has been highlighted by many authors, however many cases remain underdiagnosed and underreported. It has also been recognized the importance of training and educating professionals. This study aims to investigate students’ awareness and knowledge on selected aspects of elder abuse and search for eventual differences between those beginning and those finishing the course, which could be attributed to academic formation.Materials and methods: A questionnaire was developed and distributed to 1st and 6th year students of the Faculty of Medicine, University of Coimbra, Portugal. Data collected included parameters related to socio-demography, epidemiology, management and intervention techniques, theoretical and clinical training on this subject and fictional case analysis (based on a modified version of the Caregiving Scenario Questionnaire). The sample consisted of 261 students from both years. Results: Almost all students (96.9%) consider that it is important for their future clinical practice to address this issue in medical school. Most of 6th year students (87,7%) felt that they needed a deeper approach than the one that was given to them. The majority of the 6th year students believed that health professionals are obliged to report all suspicions of abuse and if the elder describes abuse. 6th year students could be considered overall more aware and knowledgeable of other aspects of elder abuse. Worth noting the higher proportion of 6th year students that answered not feeling prepared to diagnose or manage cases of elder abuse (73,6% versus 64,1% and 82,6% versus 65,7%, respectively). Discussion: Although 6th year students showed increased awareness on elder abuse, namely on diagnosing and managing aspects, than 1st year students, both groups revealed uncertainty of whether they are obliged to report cases of elder abuse and felt that they needed to be absolute sure of the abuse before reporting, which are some factors identified for underreporting by health professionals. Overall, there seems to be a need for more profound education to boost the (future) professional’s confidence.Conclusions: This study reveals that future health professionals seemed aware of the importance of elder abuse, however, being of particular relevance, 6th year students did not find themselves yet prepared to manage such cases and acknowledged further formation is required.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82544
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Abuso de Idosos - Ana Moreira FINAL4.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

467
checked on Sep 13, 2022

Download(s) 50

413
checked on Sep 13, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons