Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82500
Title: Perfil do jogador de Rugby de 7 Universitário Português: Características antropométricas e Experiência na Modalidade, bem como da incidência de lesões desportivas
Other Titles: Portuguese Universitary Rugby 7's Player Profile: Anthropometric Characteristics and Game Experience, as well as sports injuries incidence
Authors: Silva, João Diogo Cadima Leite da 
Orientador: Ribeiro, Carlos Alberto Fontes
Santiago, Luís Miguel de Mendonça Soares
Keywords: Futebol Americano; Antropologia; Traumatismos em Atletas; Football; Anthropology; Athletic Injuries
Issue Date: 28-Mar-2017
Serial title, monograph or event: Perfil do jogador de Rugby de 7 Universitário Português: Características antropométricas e Experiência na Modalidade, bem como da incidência de lesões desportivas
Place of publication or event: FMUC
Abstract: Introdução: O Rugby de 7 (Sevens) é dos desportos mundiais com mais crescimento em termos de atletas, desde que integrou os jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Em Portugal não existem estudos publicados sobre o panorama do Sevens. O Campeonato Universitário Português de Sevens é um torneio amador que ocorre todos os anos. O objetivo deste estudo foi obter um conjunto de dados relevantes sobre o tipo de atleta que participa nesta competição e sobre as suas lesões, e compará-lo com a informação disponível na literatura internacional. Métodos: Numa primeira fase, foi efetuado um estudo observacional a todos os atletas do torneio, avaliando a caracterização antropométrica, experiência individual, hábitos de treino e aquecimento. Foi feita a seleção de atletas que sofreram algum tipo de lesão e preenchidas fichas com base no documento “Consensus Statement on Injury definitions and data colection procedures for studies in rugby union”, de modo a obter dados relevantes para cada situação de lesão identificada. Numa segunda fase, foi efetuado um estudo coorte prospetivo aos atletas que sofreram uma lesão, obtendo o tempo de recuperação de cada um.Resultados: O torneio contou com o total de 87 atletas e 8 equipas. Os atletas, em média, tinham as seguintes medidas: 178.6 cm de altura (± 6.65) e 83.34 kg de massa (± 11.22). A exposição total dos atletas foi 53.67 horas jogador-jogo e a incidência de lesões foi 186.32 lesões por 1000 horas jogador-jogo (94.7-332.4, IC 95%). O número total de lesões “Time-Loss” identificadas foi 10. A recuperação dos atletas lesionados, em média, demorou 26.6 dias (± 6.23). A maioria das lesões ocorreu na segunda parte (n=6), após contacto com outro jogador (n=8), nos membros inferiores (n=6) e de tipo articular/ligamentar (n=7). Discussão: A incidência de lesões revela-se superior a qualquer um dos torneios já descritos na literatura internacional. Os maus hábitos de treino e aquecimento dos atletas lesionados reforçam a ideia de que estes são elementos-chave na prevenção de lesões. A amostra pequena de lesões condiciona a significância estatística dos resultados. Estudos semelhantes e de maior dimensão deverão ser conduzidos no futuro para uma melhor caracterização do atleta e da lesão.
Introduction: Rugby Sevens is one of the fastest growing sports in the world regarding the number of athletes, since its integration in the Rio Olympics 2016. In Portugal there aren't any published articles about Sevens. The Portuguese Universitary Sevens Championship is an amateur tournament that takes place every year. The objective of the present study is to gather a set of relevant data about the type of athlete that participates in this competition and its injuries, and then compare it with the available information in international literature.Methods: On a first phase, an observational study was conducted to every athlete participating in the tournament, evaluating their anthropometry, individual experience, training habits and warm-up. Athletes involved in any kind of injury were selected and forms based on the document "Consensus Statement on Injury definitions and data collection procedures for studies in rugby union" were given to them, in order to obtain relevant information for each identified injury. On a second phase, a prospective study was performed to the injured athletes, obtaining their recovery time.Results: The tournament had a total of 87 athletes and 8 teams. The athletes measured, on average, 178.6 cm in height (± 6.65) and 83.34 kg in weight (± 11.22). The total match exposure was 53.67 player match-hours and the injury incidence rate was 186.2 per 1000 player match-hours (94.7-332.4, CI 95%). The number of "time-loss" injuries was 10. The average recovery time was 26.6 days (± 6.23). The majority of the injuries occurred in the second half (n=6), following contact with other player (n=8), in the lower limbs (n=6) and joint/ligament was the most frequent type (n=7).Discussion: The overall injury incidence rate was higher than any reported tournament in international literature. Insufficient training and warm-up habits of the injured players strengthens the idea that these are key elements in injury prevention. The small injury sample conditions the results' statistical significance. Similar but larger studies must be conducted in the future for a better athlete and injury characterization.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82500
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIM - Perfil do jogador de Rugby de 7 Universitário Português.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

555
checked on Aug 9, 2022

Download(s) 50

580
checked on Aug 9, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons