Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/82219
Title: Educação para a Saúde sobre Saúde Infantil a Mães em Reabilitação em Comunidade Terapêutica
Other Titles: Health Education about Children's Health to Rehabilitating Mothers in Healing Community
Authors: Chu, Rita Costa 
Orientador: Caetano, Inês Rosendo Carvalho e Silva
Keywords: Educação para a Saúde; Sinais Sintomas Pediátricos; Comunidade Terapêutica; Health Education; Pediatric Signs Symptoms; Healing Community
Issue Date: 6-Jun-2017
Serial title, monograph or event: Educação para a Saúde sobre Saúde Infantil a Mães em Reabilitação em Comunidade Terapêutica
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: O recurso ao Serviço de Urgência Pediátrico (SUP) motivado por situações não urgentes é frequente, afeta a eficiência dos serviços, leva à insatisfação dos utentes e profissionais e à insuficiência de recursos humanos. Uma das formas propostas para reduzir a procura excessiva dos SUP é educar os pais (ou outros cuidadores) das crianças, com noções básicas, atuais e relevantes, sobre a saúde infantil e preocupações comuns.Materiais e Métodos: Foi criado um projeto de educação para a saúde com o objetivo de planear, implementar e avaliar um programa de instrução de noções básicas de sinais/sintomas em idade pediátrica, e atuação perante os mesmos, a uma população alvo. Participaram 6 mães reabilitadas e 7 técnicas de uma Comunidade Terapêutica de uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos, de âmbito nacional, sediada em Coimbra. Foram utilizados questionários para apurar quais as áreas de saúde infantil em que as utentes tinham mais dúvidas, duas apresentações de PowerPoint®, materiais para demonstrações e atividades, questionários para avaliar a evolução de conhecimentos em cada sessão, cartazes e um folheto.Resultados: Houve um feedback positivo, tanto das técnicas como das utentes. Foram realizadas duas intervenções, nos dias 1 e 9 de Fevereiro de 2017, na sala de reuniões da instituição ANAjovem. A primeira abordou o tema “Tosse/Infeções respiratórias – Constipações e traqueobronquites”, e a segunda o tema “Alergias e Asma – Rinoconjuntivites alérgicas e Asma”. Tiveram uma duração aproximada de 90 minutos cada. Houve um aumento da percentagem de respostas corretas aos questionários de 60% para 89% na primeira sessão e de 89% para 92% na segunda sessão.Discussão e Conclusão: A promoção da aproximação das pessoas aos cuidados de saúde primários e a implementação de programas de instrução de noções básicas de saúde infantil é importante, pois tem o potencial de esclarecer dúvidas com que muitas vezes os pais e cuidadores se deparam e que podem motivar idas desnecessárias ao SUP. Este projeto teve também uma vertente pedagógica, tendo contribuído para o desenvolvimento da capacidade de interação com os utentes.
Introduction: Non-urgent use of the Pediatric Emergency Department (PED) is a frequent situation, it affects the efficiency of services, leads to dissatisfaction among patients and professionals and to a shortcoming of human resources. One of the proposed ways to reduce this PED excess demand is to educate parents (or other caregivers) with current and relevant basic notions about children’s health and common concerns.Materials and Methods: A health education project was created with the goal of planning, applying and evaluating a program of teaching basic pediatric signs and symptoms, and how to act before them, to a target group. The participants were 6 rehabilitating mothers and 7 technicians from a national private nonprofit social organization’s healing community, headquartered in Coimbra. The chosen material consisted of questionnaires to determine in which areas of children’s health the users had more doubts, two PowerPoint® presentations, material for demonstrations and activities, quizzes to evaluate the evolution of knowledge in each session, posters and a leaflet.Results: There was a positive feedback from the mothers and the technicians. Two interventions were done, on the 1st and 9th of February, at the meeting room of ANAjovem institution. The first intervention addressed the subject “Cough/Respiratory Infections – Colds and Tracheobronchitis”, and the second addressed “Allergies and Asthma - Allergic Rhinoconjunctivitis and Asthma”. They had an approximate length of 90 minutes each. There was an increase of the quizzes’ correct answers percentage from 60% to 89% on the first intervention and from 89% to 92% on the second.Discussion and Conclusion: Promoting an approach between patients and primary health care and the implementation of learning programs of basic pediatric signs and symptoms is important, for it has the potential to clarify doubts that parents and caregivers have and might motivate non-urgent PED use. This project was also a service-learning program, and it contributed to developing the ability to communicate with patients.
Description: Trabalho de Projeto do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/82219
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 50

390
checked on Sep 27, 2022

Download(s) 50

358
checked on Sep 27, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons