Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80322
Title: Impacto da sépsis no Serviço de Gastroenterologia de um Hospital Central
Authors: Pessoa, Joana Filipa Rodrigues Santos 
Orientador: Sofia, Carlos
Almeida, Carlos
Keywords: Sépsis; Serviços hospitalares
Issue Date: 2011
Abstract: Introduction: Sepsis is a common problem in Medicine and constitutes an important cause of morbidity and mortality at global scale, leading to a large number of hospitalizations with considerable costs. In this way, we understand the importance of evaluate the management in these situations, and its impact, to improve the applied strategies and to obtain further effective approach. Gastroenterology is as medical area with extreme relevance at this point, reason why Gastroenterologists should be able to recognize and treat sepsis situations. Objective: To determine the prevalence of sepsis in admission to a Gastroenterology Department and evaluate its impact, in what concerns mortality and hospital stay; determine which microorganisms are commonly involved and the diseases associated with sepsis; evaluate the approach in identification and treatment of sepsis, based on actual recommendations. Methods: This was a retrospective study, conducted between September 2009 e August 2010. In a first analysis, we selected patients with Systemic Inflammatory Response Syndrome (SIRS), in admission to Emergency Department of a central hospital, and then septic patients were identified. We evaluated mortality, hospital stay and other clinical and laboratorial data, and analyzed the applied approach based on international recommendations. Results: We selected 156 inpatients with SIRS criteria in admission to Emergency Department. Of these, 56 were identified as septic situations. The prevalence of sepsis in admission to the Gastroenterology Department was 3,88%, and its mortality was 30,4%, with significant differences in the presence of high levels of blood lactate and bilirubin. The mean hospital stay was 12,75 ± 11,40 days. The microorganisms most commonly involved were Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e meticiline-resistent Staphylococcus aureus. The most frequent diagnosis was acute cholangitis, and the associated disease more commonly involved was gallstone. There was reference of sepsis in 10,7% of cases. Conclusion: The prevalence of sepsis in admission to the Gastroenterology Department was 3,88%, and its mortality was 30,40%. The mean hospital stay was 12,75 ± 11,40 days. The microorganisms most commonly involved were Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e meticiline-resistent Staphylococcus aureus. The principal associated diseases were acute cholangitis, gallstone, neoplasic diseases and cirrhosis. The errors observed in approach and management of sepsis situations, didn´t results in higher mortality
Introdução: A sépsis é um problema comum em Medicina e constitui uma importante causa de morbilidade e mortalidade a nível mundial, levando a um elevado número de hospitalizações com custos consideráveis. Daqui se compreende que é fundamental avaliar o modo de actuação nestas situações, e o seu impacto, de forma a melhorar as estratégias aplicadas e a obter uma abordagem mais eficaz. A Gastroenterologia é uma área médica com bastante relevância a este nível, devendo o Gastroenterologista estar capacitado para reconhecer e tratar adequadamente situações de sépsis. Objectivos: Determinar a prevalência da sépsis na admissão a um Serviço de Gastroenterologia e avaliar o seu impacto, no que diz respeito à mortalidade e tempo de internamento; determinar quais os microrganismos mais frequentemente envolvidos e quais as patologias associadas à sépsis; avaliar o modo de actuação adoptado no reconhecimento e tratamento da sépsis, com base em recomendações actuais. Metodologia: Trata-se de um estudo retrospectivo, realizado entre Setembro de 2009 e Agosto de 2010. Numa primeira análise foram seleccionados doentes com critérios de síndrome de resposta inflamatória sistémica (SIRS), à entrada no Serviço de Urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra, sendo depois identificados os doentes com sépsis. Foi feita uma análise da mortalidade, tempo de internamento e de outros parâmetros clinico laboratoriais, assim como uma comparação entre os métodos diagnósticos e terapêuticos utilizados nestas situações e os preconizados em recomendações internacionais. Resultados: Foram seleccionados 156 internamentos cujos doentes apresentavam critérios de SIRS à entrada no Serviço de Urgência. Destes, 56 foram identificados como situações de sépsis. A prevalência da sépsis na admissão ao Serviço de Gastroenterologia foi de 3,88% e a sua mortalidade foi de 30,4%, havendo diferenças significativas na presença de hiperlactacidémia, hiperbilirrubinémia, colangite aguda, litíase vesicular e cirrose hepática. O tempo médio de internamento foi de 12,75 ± 11,40 dias. Os microrganismos mais frequentemente envolvidos foram a Escherichia coli, a Klebsiella pneumoniae e o Staphylococcus aureus meticilino-resistente. O diagnóstico mais frequente foi o de colangite aguda e a patologia mais frequentemente associada foi a litíase vesicular. Houve referência a sépsis em apenas 10,7% dos casos. Conclusões: A prevalência da sépsis na admissão ao Serviço de Gastroenterologia foi de 3,88% e a sua mortalidade foi de 30,4%. O tempo médio de internamento verificado nestes casos foi de 12,75 ± 11,40 dias. Os organismos mais frequentemente envolvidos foram a Escherichia coli, a Klebsiella pneumoniae e o Staphylococcus aureus meticilino-resistente. As principais doenças associadas foram a colangite aguda, a litíase vesicular, as doenças neoplásicas e a cirrose hepática. As lacunas observadas a nível do modo de actuação adoptado na abordagem diagnóstica e terapêutica inicial não se reflectiram num aumento da mortalidade por sépsis.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área científica de Gastroenterologia, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/80322
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho Final.pdf149.57 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

94
checked on Sep 21, 2020

Download(s)

23
checked on Sep 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.